Roberto Marttini e o desfiladeiro do diabo na reserva indígena Crow

As planícies dos Estados Unidos revelam paisagens impressionantes ao longo de seus limites mas, além de toda beleza, alguns lugares inóspitos como as serras, dentro das reservas Indígenas no Condado de Big Horn, nos convidam a voltar no tempo.A convite do meu amigo nativo da nação Crow (Corvo), Dai Two Leggins, conheci os limites dos parques Crow Lands com o famoso desfiladeiro do diabo, um enorme canyon com vista fascinante, habitat de diversas aves de rapina como falcões cinza e a famosa águia cabeça raspada americana.

Dezenas de nações indígenas ocupam o território das planícies americanas e se reúnem anualmente nas festas denominadas Pow How, onde os nativos americanos cantam e dançam ao som dos tambores, chocalhos e flautas. Durante as festas do Pow How, diversos quesitos são julgados tais como vestuário, passos simétricos, adereços, dança, harmonia e conjunto. Os jurados, geralmente nativos veteranos, são encarregados de avaliar os participantes para escolha do campeão na dança.

Conhecendo o local da Batalha de Bighorn

A Batalha de Little Bighorn aconteceu em 25 de junho de 1876, no ano do Centenário da Independência dos Estados Unidos, nas proximidades do rio Little Bighorn (afluente do Bighorn, por sua vez um afluente do Yellowstone), no estado de Montana. Isso aconteceu após o sétimo regimento de cavalaria do exército dos Estados Unidos do famoso General Custer com uma coligação de Cheyennes e de Sioux, unidos sob a influência dos também famosos líderes indígenas Touro Sentado (Sitting Bull) e Cavalo Louco (Crazy Horse). A batalha foi o mais famoso incidente das guerras indígenas nos Estados Unidos e resultou na vitória dos Lakotas e dos Cheyennes do Norte, que aniquilaram um destacamento da cavalaria norte-americana, comandado pelo general Custer. Foi a maior derrota do exército americano durante as chamadas Guerras Indígenas.

O Little Bighorn possui um cemitério indígena e outro monumento para os soldados, e está situado numa reserva indígena. Conhecer este lugar me fez lembrar dos filmes western que assisti na infância, tudo tão familiar. Alguns lugares no mundo nos marcam de tal maneira que se torna impossível não guardar para sempre!

Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Roberto Carlos recebe amigos em lançamento de filme 3D sobre turnê em Jerusalém

Próxima Publicação

Jorge Salomão lança ‘7 em 1’, da Editora Gryphus, no Rio

67 Comentários

  • Matéria maravilhosa… AMEI parabéns!

    • Imagino a sensação única de estar nestes locais que fizeram história. Lar de culturas antigas e de tanta sabedoria.

  • Amo, todas as matérias do Roberto!!! Sem palavras para descrever VC.bks

  • Roberto você é o cara mesmo, sempre trazendo essas historias lindas e sempre nos agraciando com as reportagens de bastante importância. Beijo grande que publique muito mais!

  • Parabéns .. vivencia unica.!!!

    (..)Conhecer este lugar me fez lembrar dos filmes western que assisti na infância, tudo tão familiar. Alguns lugares no mundo nos marcam de tal maneira que se torna impossível não guardar para sempre!(..)

    Sua narração, seus relatos foram um portal .

    sucesso sempre amigo .

    aguardo a próxima matéria

  • Quero ganhar essa cesta de natal heim !!!! 🙂

    • Matéria maravilhosa

  • Nossa!
    Muito interessante
    Cada vez aprendo mais e mais com Roberto Martini 😍
    Parabéns!
    Que tenha mais publicações como essa

  • E UMA HONRA CADA CONQUISTA, DO NOSSO IRMÃO ROBERTO MARTTINI
    CADA MATÉRIA, CADA ESTUDO ROBERTO MERGULHA DE CORPO E ALMA MEUS PARABÉNS MEU CARO IRMÃO!
    CONTINUE A PASSAR TODA SUA LUZ POR ONDE FOR!

    Leandro Sacerdote Da Paz!

  • Matéria linda, emocionante.

  • Nossa!! Essa viagem teve ter sido maravilhosa. Gostaria de conhecer esse cemitério, a energia desse lugar, tudo fascinante. Uma viagem no passado

  • Uma matéria enriquecedora estou adorando ter conhecimento

  • Que trabalha lindo!!

  • Parabéns pela matéria Roberto, sempre nos presenteando com cultura e um olhar que nos faz perceber o quanto esse mundo é diverso e rico em detalhes.

    São poucos os que possuem a chance de conhecer de perto toda essa história, mas graça a trabalhos como este, muitos conseguem ter acesso a informação e cultura de qualidade. Grato!

  • Parabéns pelo trabalho, Roberto. Imagens lindas e conteúdo raro de se ver na internet. Abcao! Aho!

  • Acompanhando algumas postagens, parei aqui para ler e aprender um pouco sobre a cultura xamânica…

  • Amei a matéria …deu até vontade de estar la

    • É sempre muito bom e enriquedora suas matérias , amigo.Mas tenho que declarar um comentário especial para essa qsobte o Xamanismo . Você tem se superado e nos surpreendido com seu talento e dedicação.

  • Parabéns meu menino.
    Sempre muito esclarecedora suas matérias.
    Gratidão por dividir conosco tanta informação maravilhosa.

  • Maravilhosa matéria, o local pitoresco e cultural

  • Parabéns pela matéria, fantástica!

  • Documentário incrível. ..Você nos possibilita viajar com você e através dos seus olhos conhecemos outros mundos, outros povos, outras culturas. Gratidão e parabéns.

  • Ótima matéria!

  • Estou sempre acompanhando o
    Roberto pelo face e Instagram,conhecendo muito sobre diferente culturas e países! Acompanha-lo nas redes sociais nos enriquece culturalmente como ser humano,além de sempre ter uma palavra de incentivo quando precisamos! Parabéns Roberto,continue sendo a pessoa maravilhosa que vc é!

    • Vc e demais meu lindo amigo parabéns

  • Gostaria muito de ganhar você é super

  • Matéria muito esclarecedora e pertinente.Parabéns Roberto Martini pelas colocacões e conhecimento..Viajamos atraves sedus textos

  • Magnífica entrevista

  • Que lugar lindo meu Rei.São lugares mágicos,com suas histórias e costumes.Deve ser magnífico conhecer a cultura dos nossos índios,pois ao tempo de ser tão simples,é tão rica em rituais matavilhosos e cheios de mistérios. Bjs.

  • …como viajo tudo muito bem detalhado fecho os olhos e me vejo lá….

  • Fantastica a narrativa. Muito bom conhecer um pouco sobre a estoria dos indios norte americanos

  • Glóriosa matéria meu amigo, meus parabéns, E sucesso sempre! Um forte abraço!

  • Matéria muito bem escrita, grata por dividir o seu conhecimento, aprendizagem muito grande.
    Parabéns!!!!

  • A cada matéria aprendo mais com você. Forte abraço.

  • Muito lindo! Parabéns

  • Parabéns amigo.

  • Obrigado por dividir suas experiências com todos que precisam de conhecimento.
    Gratidão

  • Uau..adoraria estar Pow How, onde os nativos americanos cantam e dançam ao som dos tambores, chocalhos e flautas. Durante as festas do Pow How, diversos quesitos são julgados tais como vestuário, passos simétricos, adereços, dança, harmonia e conjunto….deve ser o máximo! Parabéns pelo lindo texto

  • Grande amigo e acima tudo grande mestre. Meu respeito pela sua espiritualidade. Saiba que vc soma muito na vida de muitas pessoas. Te amo primo

  • O Roberto Martinni sempre nos levando em sua viagens, obrigada por nos trazer os seus conhecimentos.
    E mostrar a história do Povo que merece ser chamado de dono dessas Terras. Os pioneiros e grandes guardiões de sabedorias .

    • O Roberto Martinni sempre nos levando em sua viagens, obrigada por nos trazer os seus conhecimentos.
      E mostrar a história do Povo que merece ser chamado de dono dessas Terras. Os pioneiros e grandes guardiões de sabedorias .

  • Bem o que você falou Roberto. Os filmes de nossa infância que tanto retrataram os Estados Unidos na era dos pioneiros. Inclusive essa imagem da guerra foi retratada tbm em um filme que não lembro qual. Maravilhosa matéria e lindas fotos.

  • Amo sempre suas publicações informativas são sempre bem esclarecedoras e explicativas. Gratidão

  • No meio de tanta informação desqualificada surge um texto como o seu, que além de nos trazer cultura e reflexão, nos faz perceber que na verdade somos um. Se estivermos juntos e sensíveis às histórias de nossos ancestrais, mesmo que não sejam exatamente da nossa linhagem, podemos acessar reminiscências do nosso próprio ser. Gratidão!

  • Parabéns pelo belo trabalho., sucesso.

  • Linda matéria e as fotos top de linha. Sem falar no ensinamento. Parabéns

  • Maravilhoso, sempre acompanho!

  • Parabéns pelo lindo trabalho,Eu que

  • Maravilhas que só vc trás para esse mundo

  • Que lindo amigo!! ! Parabéns por cada experiência adquirida.. vc merece sempre o melhor. Te adoro

  • Que lindo amigo. Tudo de melhor em sua vida. Vc merece sempre tudo de bom. Beijão querido

  • Roberto Martini é um grande divulgador, estudioso e conhecedor das praticas xamânicas e dos povos ameríndios…parabéns por escolher tão conceituado profissional para a matéria.
    Excelente artigo

    • Roberto Marttini,é simplesmente fantástico…
      Um ícone, como ser Humano, em todos os aspectos, espiritual e profissional!
      GRATIDÃO por sua tremenda Luz e por nos proporcionar tantos aprendizados e conhecimentos!
      Beijo enorme!

    • Como sempre nos supreendo com seu talento , amigo.Mas desta vez superou-se
      Com excelência ao retratar
      As peculiaridades dessa Cultura riquíssima que encanta quem passa a conhecer.
      Deixo aqui meus parabéns!!

  • Maravilhosa a matéria. Parabéns!

  • Como sempre nos supreendo com seu talento , amigo.Mas desta vez superou-se
    Com excelência ao retratar
    As peculiaridades dessa Cultura riquíssima que encanta quem passa a conhecer.
    Deixo aqui meus parabéns!!

  • Sigo vc há algum tempo.
    Acho suas viagens fascinantes e demais vc é lindo.
    E se ganhasse a cesta então…..ficaria radiante.😘

  • Linda matéria parabéns 🎈

  • Maravilhosa história e fotos! Parabéns Roberto!

  • Nos seguimos desde a época doa encontros na Lj da Kamai no Mercadão de Madureira😂😂😂
    Suas viagens são fantásticas. Agradrcida por mostrar tantas belezas e conhecimentos espalhados neste mundo de Deus🙏💖

  • … [Trackback]

    […] Info on that Topic: revistadovilla.com.br/2019/12/06/roberto-marttini-e-o-desfiladeiro-do-diabo-na-reserva-indigena-crow/ […]

  • … [Trackback]

    […] Find More to that Topic: revistadovilla.com.br/2019/12/06/roberto-marttini-e-o-desfiladeiro-do-diabo-na-reserva-indigena-crow/ […]

  • … [Trackback]

    […] Here you can find 8543 additional Info to that Topic: revistadovilla.com.br/2019/12/06/roberto-marttini-e-o-desfiladeiro-do-diabo-na-reserva-indigena-crow/ […]

  • … [Trackback]

    […] Find More to that Topic: revistadovilla.com.br/2019/12/06/roberto-marttini-e-o-desfiladeiro-do-diabo-na-reserva-indigena-crow/ […]

  • … [Trackback]

    […] Information on that Topic: revistadovilla.com.br/2019/12/06/roberto-marttini-e-o-desfiladeiro-do-diabo-na-reserva-indigena-crow/ […]

  • … [Trackback]

    […] Read More Info here to that Topic: revistadovilla.com.br/2019/12/06/roberto-marttini-e-o-desfiladeiro-do-diabo-na-reserva-indigena-crow/ […]

  • I’m amazed, I must say. Rarely do I encounter
    a blog that’s both equally educative and amusing, and without a doubt, you’ve hit the nail on the head.

    The problem is an issue that not enough men and women are speaking intelligently about.
    Now i’m very happy that I stumbled across this during my hunt for something regarding this.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.