Xandy Novaski entrevista Alex Evans, que fala sobre seu amor pelos palcos e estúdios

Alex Evans. Crédito: Michele Silva

Jornalista, ator e apresentador, Alex Evans iniciou ainda pequeno na carreira artística. Atuou em diversos espetáculos, sendo reconhecido também pelos papéis importantes vividos em grandes musicais. Há seis anos, entrou para a faculdade de jornalismo e segue firme levando seu carisma, talento e vocação no programa “Na Mira”. Entretanto, já foi âncora em outros projetos como o “Bastidores da Fama” na Rádio Clicaki e o “Programa ID” no Youtube. Acompanhe a entrevista que o mesmo concedeu ao nosso portal.

1 – Você já atuou em mais de 10 espetáculos teatrais, dentre eles alguns musicais. Podemos dizer que o Brasil é hoje uma rota importante do gênero ou ainda estamos engatinhando? Por quê?

Sim, podemos afirmar que o Brasil é e sempre será uma rota importante desse gênero, porque o teatro faz parte da cultura popular desde antes da chegada do rádio e da TV que temos hoje em dia. Para se ter uma ideia, o teatro foi tão importante para a formação da nossa cultura atual que as atrizes que faziam sucesso no teatro começaram a ser levadas para o rádio e posteriormente até a TV, onde algumas estão até hoje. Claudia Raia, por exemplo, começou seu sucesso nos palcos e hoje é uma excelente atriz de telenovelas também.

2 – Ainda falando sobre os musicais, você viveu o Eric em “O Fantasma da Ópera” e o cantor Ney Matogrosso em “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz”. Qual deles ainda o acompanha em sua memória? Por qual motivo?

Essa pergunta é muito difícil, porque cada personagem que ganho para dar vida é diferente e cada qual deixa sua marca no ator. Apesar de o personagem Eric do musical “O Fantasma da Ópera” ter sido muito importante para mim e ter sido o mais recente, eu acho que o personagem de Ney Matogrosso é o que me marca mais até hoje. Talvez pelo fato de eu curtir a vida da mesma forma como ele fazia no passado quando tinha minha idade, por exemplo [Risos].

Alex Evans por Caroline Alves

3 – Por falar em ‘personagens que nos perseguem’, como é o processo de desmontar cada um deles em sua vida?

Desmontar cada personagem não é tão difícil, mas leva um tempo. Eu fiquei três meses em cartaz interpretando o Ney Matogrosso no musical “Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz” e acredite, até hoje me pego cantando algumas músicas dele como se eu tivesse interpretando ele novamente. Mas isso, com o tempo, vai sumindo!

4 – O teatro faz parte da sua vida desde a infância. Porém, você também se formou em Jornalismo. O que te levou a buscar por mais uma formação?

Olha, eu escolhi me formar em jornalismo porque eu sentia que queria levar mais informação para o povo brasileiro, mas eu queria levar informação da minha forma. Eu gosto de informação com entretenimento, uma informação mais leve. E também, sempre gostei muito de ler e escrever e aí vi que no jornalismo eu teria de exercer muito a leitura e a escrita, e achei perfeito pra mim!

Alex Evans por Heloísa Rodrigues

5 – Como apresentador, suas pautas geralmente passeiam pelo mundo artístico o e das celebridades. Isso tem a ver com sua atuação no teatro?

Como apresentador, eu faço do teatro muitas vezes a pauta das entrevistas que faço, mas nem sempre tem a ver com teatro, apesar de serem entrevistas com pessoas do meio artístico. A arte também é bem relativa, porque já recebi chefs de cozinha e considero que na gastronomia eles também exercem uma arte, cada prato que eles produzem é uma obra de arte única. Então, o artista nem sempre tem relação com teatro.

6 – O ator briga com o jornalista e apresentador e vice-versa? Por quê?

Não, eles não brigam, não! Muito pelo contrário, eu acredito que eles se complementam. Porque o ator precisa ser um pouco jornalista na hora de apurar o estudo da vida de um personagem que ele vai interpretar, e o jornalista muitas vezes também precisa ser um pouco ator na frente das câmeras principalmente quando ele está na bancada de um telejornal.

7 – Se você pudesse escolher: o estúdio ou os palcos? Por quê?

Nossaaa! Muito difícil escolher entre um e outro. Mas eu escolheria os estúdios, no caso o jornalismo! Porque o teatro eu me apaixonei pela arte, mas não fui eu que escolhi fazer, já o jornalismo eu mesmo escolhi por livre e espontânea vontade. Foi a primeira grande decisão que tomei na minha vida!

Alex Evans por Denise Dias

8 – Você é engajado em assuntos sociais, como a luta pelas causas LGBTs, ambientais e maus tratos aos animais. O que te move a levantar tais bandeiras?

O que me move a levantar essas bandeiras é a vontade de fazer com que o mundo se torne um lugar melhor para todos.

9 – O que diria para os iniciantes (atores e também jornalistas) que buscam um lugar ao sol?

Eu diria para nunca desistirem daquilo que eles realmente querem e amam. E que tenham responsabilidade acima de tudo para exercerem aquilo que escolherem fazer, principalmente se escolherem jornalismo. Responsabilidade no jornalismo é coisa séria.

10 – Quais são seus projetos para depois da quarentena?

Para depois que passar a quarentena, tenho alguns projetos em vista já! Vou lançar o meu canal no YouTube, o “Abacaxi Pop” para abordar cultura pop como cinema, música, teatro, além de opinar sobre alguns temas de destaque na mídia. O canal também vai ter um quadro em que vou acompanhar um determinado artista por durante um dia para conhecer e mostrar um pouco mais do trabalho dele. E o objetivo desse quadro é mostrar a quantidade de bons artistas que temos e que precisam de visibilidade.

Alex Evans by Caio Ggutz
Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Petro Pupe e o desapego de uma roupa

Próxima Publicação

Gisele Bündchen estrela comercial de maison francesa ao lado da mãe, Vânia Nonnenmacher

9 Comentários

  • I need to to thank you for this excellent read!!
    I definitely enjoyed every little bit of it.

    I’ve got you book marked to check out new stuff you post…

  • Hi there! I just wanted to ask if you ever have any problems with hackers?
    My last blog (wordpress) was hacked and I ended up losing a few months
    of hard work due to no backup. Do you have any solutions to prevent hackers?
    adreamoftrains web hosting company

  • The other day, while I was at work, my sister stole my iPad and tested to
    see if it can survive a 25 foot drop, just so she
    can be a youtube sensation. My iPad is now destroyed and she has 83 views.
    I know this is totally off topic but I had to share it with
    someone! cheap flights yynxznuh

  • Greetings from Idaho! I’m bored to death at work so I decided to check out your website on my iphone during lunch
    break. I enjoy the knowledge you provide here and can’t wait to
    take a look when I get home. I’m amazed at how quick your
    blog loaded on my cell phone .. I’m not even using WIFI, just 3G ..

    Anyways, wonderful site! y2yxvvfw cheap flights

  • online canadian pharmacy best drugstore eyeshadow global pharmacy canada

  • online pharmacy no prescription drug store best online canadian pharmacy

  • … [Trackback]

    […] Read More Information here to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/10/xandy-novaski-entrevista-alex-evans-que-fala-sobre-seu-amor-pelos-palcos-e-estudios/ […]

  • … [Trackback]

    […] Read More on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/10/xandy-novaski-entrevista-alex-evans-que-fala-sobre-seu-amor-pelos-palcos-e-estudios/ […]

  • … [Trackback]

    […] Information on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/10/xandy-novaski-entrevista-alex-evans-que-fala-sobre-seu-amor-pelos-palcos-e-estudios/ […]

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.