Xandy Novaski entrevista a premiada atriz e cantora Jeanne Viterbo, protagonista do longa 'Quando chega a hora de esquecer'

JEANNE VITERBO - Crédito Arquivo Pessoal

São 80 anos de puro carisma. Jeanne Viterbo sente-se feliz com a idade, mas confessa que sua cabeça é de uma mulher de 30. Forte, corajosa, a atriz e cantora, que iniciou a carreira no circo antes mesmo de completar a maioridade, tem muita história para nos contar. São narrativas de lutas e conquistas. Um exemplo para todos nós. Confira!

1 – Você começou a carreira no circo. Como era a vida do artista naqueles tempos?

O mundo da arte é parte de minha vida desde os tempos de criança. Meu pai tocava violão e eu fazia segunda voz numa dupla com minha irmã. Desde pequena participava de eventos de músicas, teatrinhos. Casei cedo, com 17 anos. E é aí que entra minha história no circo. Parte da família de meu primeiro marido era circense. Ele, porém, não trabalhava no circo. Entretanto, perdeu o emprego e fomos parar no “Circo Teatro de Alumínio”, um circo fixo na Grande São Paulo. Quando o circo rumou para a capital, meu marido não deixou que eu fosse. Só que meu cunhado, depois de algum tempo, chegou a São Paulo com um circo de lona, o “Gran Circo Norte Africano”, com dois picadeiros, globo da morte, animais que na época eram permitidos. Eu passei a fazer esquetes com os palhaços e fui clooner da banda desse circo.

CARTAZ DO LONGA-METRAGEM QUANDO CHEGA A HORA DE ESQUECER - Crédito Arquivo Pessoal

2 – Por falar nos anos dourados e música, nessa época, além de ser muito parecida com a saudosa cantora Maysa, vocês moraram no mesmo prédio e foram próximas. É verdade que te confundiam com ela?

Com 7 anos de casada, fui uma das primeiras mulheres brasileiras a se desquitar. Anos depois, quando veio o divórcio, também o fiz. Bem, estando só e com dois filhos pequenos, fui trabalhar na FENIT (Feira Internacional da Indústria Têxtil), onde desfilei para duas empresas: Parislan e O Mundo das Noivas. Conheci o segundo marido nesse meio tempo. Mudamos da capital paulista para o Rio de Janeiro. Residi por 10 anos em Copacabana. Por que falo de Copa? Porque foi nesse bairro que uma pessoa que, indiretamente participou da minha infância, entrou para minha vida. Sou de Lins, no interior de São Paulo, considerada a cidade das escolas, e ali existia o Colégio Americano, que funcionava também como internato. Havia alunas do Brasil inteiro e eu era aluna externa. Então, certa vez, me falaram que havia uma aluna interna que era muito parecida comigo. Fiquei curiosa e vi a menina. Só que não conversamos. Ela foi embora, pois o pai Dr. Alcebíades viajava muito. O tempo passou, casei e fui para São Paulo como já mencionei, desquitei e casei de novo. Certa vez, meu falecido irmão, que era poeta, comprou uma revista e botou na minha penteadeira. Meus filhos entraram no quarto, viram e vieram me perguntar onde eu havia tirado aquela fotografia. Eu já era fã da Maysa, ela havia estourado com a música ‘Ouça’. Quando cheguei ao Rio, meu segundo marido alugou um apartamento no décimo andar na Rua Almirante Gonçalves. Eu tinha um cabelo no mesmo comprimento da Maysa. Quando eu entrava no prédio, no elevador era muito observada pelas pessoas. Eu queria entender o motivo delas me olharem tanto. Tem coisas escritas por Deus. Fui morar no mesmo prédio que a Maysa! O filho dela, o Jayme Monjardim, morava na Espanha. Meu filho caçula, o Marcelo, era muito comunicativo e fez amizade com ela. Eu me encontrava com ela no lance de escada e ficávamos nos olhando. Quando ela faleceu, eu tinha uma loja em São Paulo de artigos de perfumarias. Tivemos que fechar o comércio. O meu filho Marcelo foi com a gente e quis trazer um perfume pra Maysa. No caminho de volta, na Dutra, ouvimos uma música dela na rádio e depois entrou o locutor dizendo ‘A voz imortal de Maysa’. Como imortal? Então veio a reportagem do acidente. Tenho o espelho de maquiagem dela, que a mãe da mesma me deu. Mantivemos contato com a mãe e o Dr. Alcebíades até voltarmos pra São Paulo. 

JEANNE VITERBO - DANÇA DO VENTRE - Crédito Arquivo Pessoal

3 – Jeanne Viterbo, 80 anos de vida. A idade não lhe impediu de continuar dançando. Você faz show de Dança do Ventre. O que te impulsiona nessa alegria?

Participei de aulas de Dança do Ventre com a professora Eluana e há 09 anos faço apresentações em teatro, eventos como o Rotary, show beneficentes para ajudar casas de idosos, orfanatos, etc. Tem muita gente que dança melhor que eu, mas são pessoas com idade de 15 anos, no máximo com 40 anos. Ou seja, o que me impulsa é saber que danço bem com 80 anos, e nessa idade sou destaque.

4 – Você é uma artista versátil. Tanto que participa, há mais de 10 anos, da Cia Vocal Musicanto. Como é a rotina na companhia e o que você tem a dizer aos colegas?

Em 1994, depois que fui morar sozinha, minha neta mais velha já tinha 05 anos, fiz meu primeiro evento em Campos dos Goytacazes: “Garota Marketing de Campos”, que repercutiu muito na cidade. Comecei a cantar em eventos, fiz dois cursos de teatro no Procópio Ferreira. Então, entrei para a Cia Vocal Musicanto com direção do Fabiano Domingues. É um grupo muito respeitado, com 50 integrantes. Temos os sopranos, contraltos, barítonos. Temos um ótimo guarda-roupa com lindo cenário. Digo que estamos diante de um musical completo. Faço solo no final e nas trocas de roupa, eu e minha amiga Samila Jabor divertimos o público com esquetes.

ÉPOCA DO CIRCO - Crédito Arquivo Pessoal

5 – Você ocupa a cadeira 38 da Academia Pedralva Letras e Artes, que existe há 72 anos. O que te levou para o mundo das letras? 

A academia foi fundada em 20 de Fevereiro de 1947. Lá declamo poesias, canto, escrevo também, e inclusive sou convidada para participar de outros eventos, como os da Academia Campista de Letras. Eu sempre gostei de ler. Meu irmão era poeta, então me espelhei nele. 

6 – Você também teve seu espaço na Rádio Campos Difusora. Lá, cantava num programa de domingo. Qual é a lembrança que você traz?

Participava do programa Era Isso Que Eu Queria Dizer, do José Salles, na época o locutor vivo mais antigo do país, isso há 04 anos. Eu cantava ao vivo e tive a honra de trabalhar com ele. Recentemente fui convidada para participar de outro programa na mesma emissora, aos sábados. O nome do projeto é Roberval Souza Lima Especial, onde eu abro ou fecho o programa, com poesia temática ou cantando. No momento não estou indo devido à quarentena.

JEANNE VITERBO E XANDY NOVASKI - Crédito Arquivo Pessoal

7 – No cinema, você viveu a protagonista Martha no longa-metragem Quando Chega a Hora de Esquecer, filme que inclusive teve destaque na Alemanha e encheu sala de cinema, sendo ainda notícia em revistas e capa em um dos jornais mais importantes do Estado do Rio. Como foi essa experiência?

Fiz pontas em alguns filmes, mas foram participações pequenas. Mas o que marcou minha vida na sétima arte foi o longa-metragem Quando Chega a Hora de Esquecer, do qual fui protagonista. Tive o prazer de hospedar em casa o roteirista e diretor geral da obra, que hoje me entrevista, o Xandy Novaski. Aprendi com o Xandy muito sobre a experiência no cinema. Contracenei com a Cristiane Machado e a Sonia Zagury, grandes atrizes de televisão. Trabalhei com o diretor Johel Alvez Bright, o ator e produtor Edivaldo Azevedo. O projeto foi um sucesso, lotou o cinema aqui na cidade, foi comentado até num programa de TV na Alemanha. Com a obra, recebi uma Moção de Aplausos na Câmara dos Vereadores da cidade. O maior prêmio que pude receber foi esse, o reconhecimento do povo de Campos.

OUTDOOR DO FILME QUANDO CHEGA A HORA DE ESQUECER - Crédito Arquivo Pessoal

8 – Diante de tantos compromissos artísticos, você agora é Secretária de Cultura da ONG Mundo das Crianças, que existe há 65 anos. Como é o trabalho que você realiza lá?

Fui convidada a fazer parte da diretoria da ONG presidida pelo Eduardo Ferré, um lugar feito para crianças de 0 a 100 anos. Lá eu escrevo prosa e poesias. Um lugar que amo!

 

CIA VOCAL MUSICANTO - Crédito Cia Vocal Musicanto

9 – Jeanne, o que você tem a dizer aos jovens idosos que se espelham em ti, nessa sua garra, alegria e disposição para a vida?

Minha cabeça é de uma mulher com 30 anos. Sou moderna, vaidosa. Quando danço a Dança do Ventre, lógico que tenho os limites da idade, mas me solto. Nunca fiz plástica. Sou aposentada como Chefe de Cozinha, que não deixa de ser uma arte. Cozinhar é uma arte! Ninguém chega aos 80 anos com pouca experiência de vida. Pois bem, sou de olhar muito para a plateia quando danço. E durante muito tempo percebi que algumas senhoras olhavam pra mim e para os maridos em seguida. Então passei a dizer a elas: “Vejo mulheres que chegam ao sessenta e perdem a vaidade, a vontade de viver. Somos bonitas em todas as idades. Carregamos dentro da gente uma vida. Volte a ser vaidosa, se olhe no espelho, dance para seu marido. Diga que é linda. Ame-se!”

CDs DA CARREIRA DE JEANNE VITERBO - Crédito Arquivo Pessoal
Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher reforça importância dos cuidados com a pele

Próxima Publicação

‘We Are One’: YouTube promove festival de cinema gratuito

39 Comentários

  • Passei a ter contato com a Jeanne quando entrei para. CiaVocal Musicanto. Fico encantada com sua alegria, energia , está sempre disposta pra participar dos eventos. Parabéns Jeanne, por toda essa trajetória de vida e sucesso sempre.👏👏👏👏👏😘🌻

  • Jeane é uma bela mulher alegre Meiga amiga sempre pronta para alegrar nossa vidas tive o prazer de Dançar a Dança do ventre com ela foi maravilhoso que continue assim maravilhosa e alegre em nossas vidas te amo Deus te ABENÇOE grandemente!

    • Essa mulher é espetacular, minha inspiração de vida!!! Parabéns minha eterna namorada! Te amo e você sabe disso!! Bjs lindona.

    • Parabéns minha amiga. Vc é um exemplo de mulher, uma guerreira, batalhadora que sempre correu atrás dos seus sonhos. Tenho o prazer em ser sua amiga e ver a mulher incrível que vc é de perto. Te desejo toda a felicidade do mundo. Amo vc e tenho muito orgulho 🥰🥰❤❤

  • Oi minha linda você é Exemplo de vida lembro muito , muito ! De você Adorei tudo que li Maravilhosa !! Deus te ilumine sempre bolinhos de chuva 👋👋👋♥️♥️🤗

  • Tive o prazer de contracenar com Jeanne Viterbo no longa Quando Chega a Hora de esquecer e o convívio com esta mulher forte e de fibra que é um exemplo de vida fez com que nos tornássemos amigas. Deus te ilumine Jeanne, vocé merece.

  • Amiga vc sempre foi uma inspiração de vida pra todas nós mulheres…sempre indo atrás de seus objetivos…nós conhecemos a muitos anos….trabalhei com vc qdo.montou um comércio de alimentação…como sempre criativa…comidas maravilhosas…mas essa não era o que vc queria…abri abriu asas e partiu pra seu sonho,cantar, dançar e teatro…essa e minha amiga guerreira,amiga e famosa…..mesmo distante nunca te esqueço e amo nossa amizade…bjs minha amiga …

  • Quanto orgulho dessa mulher que tenho o privilégio de chamar de vovó Jane. Mulher talentosa, amável, cheia de talentos e histórias para contar.. te amo, vó!

  • Ela é maravilhosa , tenho orgulho de ter uma tia linda jovem, minha musa, minha diva, minha inspiração, amo muito , queria ter o terço da sua força da sua alegria de viver e continuar aprendendo . Ela é maravilhosa .

  • Simplesmente linda e incrível Jane Viterbo

  • O que dizer de dona Jane?Não dá para descrever em poucas palavras mas o que posso resumir tem um talento incrível , garra e determinação.Uma mulher além do seu tempo, doce e forte tem uma presença que magnetiza .Que sua luz brilhe cada dia mais !O mundo precisa conhecer você.

  • Muito orgulho dessa mulher linda, guerreira, alto astral a quem tive a honra e o privilégio de conhecer e ter em minha vida. Faz tudo com muito empenho e dedicação e, por isso, faz tanto sucesso em tudo a que se dedica. Que a senhora possa continuar brilhando e nos encantando com seu talento!

    • Jeanne é uma mulher incrível, a frente do seu tempo, uma fênix que renasce das cinzas …faz e refaz sua história ao longo da trajetória da sua vida . Parabéns por representar nossa cidade de Campos dos Goytacazes, trazendo o encantamento por meio da arte e cultura!!

  • Quase tive o prazer de trabalhar com a minha querida amiga e excelente atriz Jeanne Viterbo. Que é uma pessoa totalmente ligada às artes. O seu comprometimento, seriedade profissionalismo e amor as artes faz dela essa pessoa fantástica. É uma atriz completa. Sucesso sempre Jeanne!

  • Nossa. Arrasou. Parabéns. Amei !🥰👏👏👏👏👏👏👏❤

  • Nossa eterna musa do Café Literário Antônio Roberto Fernandes!
    Parabéns amiga, sua vida é mesmo de uma artista, pois representa, canta, dança e declama muito bem!!
    Orgulho de ser sua amiga!!

    • Não há muito o que falar dessa moça!Ela é única!E sou muito grata de ter conhecido todo o Café Literário Antônio Roberto Fernandes pelas mãos dela.Uma “ARTISTA INCOMPARAVEL.Sou eterna fã.

  • Parabéns minha linda,tenho muito orgulho de vc, de lutar uma vida com a mesma energia e vitalidade , incansável nos seus objetivos ,te amo muito e lhe desejo tudo o que há de melhor nessa vida,sucesso hj e sempre bjsssssssss.

  • Excelente filme, com grande conteúdo atual e ótima interpretação da já consagrada atriz Jeanne Viterbo. Parabéns pela produção.

  • Essa mulher é muito linda tenho muito orgulho de ser neto dela , te amo muito, já me ajudou muito , sou muito grato.

  • Parabéns adimiro muito o trabalho.

  • Parabéns cara confreira Jeanne Viterbo por essa entrevista que mostra um pouco de sua vida dedicada a arte. Nós, seus confrades e confreiras da Academia Pedralva Letras e Artes, te aplaudimos sempre. .Saudações fraternas.

  • Parabéns!! Eu adorei a sua história, é um exemplo de vida 💖😊

  • Que linda história de vida!

    • Quando conheci Jeanne logo percebi que eu estava diante de uma grande estrela uma pessoa doce inteligente e culta, com a vitalidade impressionante para terceira idade

  • Desde que cinheci a Jeane fiquei encantada com a força e a inteligência dessa mulher…desejo que vc faça mais e mais sucesso em sua vida minha amuga…bjs

  • Ilustre, talentosa e sem duvidas uma fonte de inspiração..
    Eu tive a oportunidade de ver o filme e a conhecer essa pessoa esplêndida que exala arte, cultura e muito amor pelo que faz, pessoa de uma simplicidade e ao mesmo tempo dona de um imenso coração imbuído de empatia e amor ao próximo..
    PARABÉNS Gianne, o mundo precisa de mais pessoas como vc!!!

  • … [Trackback]

    […] Info on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/28/xandy-novaski-entrevista-a-premiada-atriz-e-cantora-jeanne-viterbo-protagonista-do-longa-quando-chega-a-hora-de-esquecer/ […]

  • … [Trackback]

    […] Read More on on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/28/xandy-novaski-entrevista-a-premiada-atriz-e-cantora-jeanne-viterbo-protagonista-do-longa-quando-chega-a-hora-de-esquecer/ […]

  • … [Trackback]

    […] Here you will find 19389 additional Information to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/28/xandy-novaski-entrevista-a-premiada-atriz-e-cantora-jeanne-viterbo-protagonista-do-longa-quando-chega-a-hora-de-esquecer/ […]

    • Emocionante a história de vida , força,coragem, sabedoria foram essenciais para essa longa trajetória!!! Além de Linda a Jeanny é inteligente 🌹

  • … [Trackback]

    […] Read More on on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/28/xandy-novaski-entrevista-a-premiada-atriz-e-cantora-jeanne-viterbo-protagonista-do-longa-quando-chega-a-hora-de-esquecer/ […]

  • … [Trackback]

    […] Here you can find 17190 more Info to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/28/xandy-novaski-entrevista-a-premiada-atriz-e-cantora-jeanne-viterbo-protagonista-do-longa-quando-chega-a-hora-de-esquecer/ […]

  • … [Trackback]

    […] There you will find 57083 additional Info on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/28/xandy-novaski-entrevista-a-premiada-atriz-e-cantora-jeanne-viterbo-protagonista-do-longa-quando-chega-a-hora-de-esquecer/ […]

  • … [Trackback]

    […] Find More Information here on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/28/xandy-novaski-entrevista-a-premiada-atriz-e-cantora-jeanne-viterbo-protagonista-do-longa-quando-chega-a-hora-de-esquecer/ […]

  • … [Trackback]

    […] Find More Information here to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/28/xandy-novaski-entrevista-a-premiada-atriz-e-cantora-jeanne-viterbo-protagonista-do-longa-quando-chega-a-hora-de-esquecer/ […]

  • Adorei a entrevista e com certeza ficou muita coisa por dizer bravo parabens pelo excelente trabalho feito pela arte

  • … [Trackback]

    […] Here you can find 84433 additional Info on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/05/28/xandy-novaski-entrevista-a-premiada-atriz-e-cantora-jeanne-viterbo-protagonista-do-longa-quando-chega-a-hora-de-esquecer/ […]

  • Minha tia Jeanne, linda, talentosa e com um carisma único!! Tenho muito orgulho!!!!! Meus parabéns

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.