Exposição em Roma celebra o gênio Rafael

Raffaello Sanzio (1483 - 1520), Madonna Tempi, 1508, Óleo sobre tela, 75,3 x 51,6 cm, Munique, Alte Pinakothek | Foto: José Luiz via Wikimedia Creative Commons

Celebrando o gênio de Rafael, reabre em Roma a maior exposição já feita sobre o artista renascentista, nas Scuderie del Quirinale, em Roma. 

Inaugurada no dia 5 de março, a mostra foi fechada poucos dias depois devido à quarentena imposta pelo governo para combater a pandemia e ficaria em cartaz até 2 de junho, mas o prazo foi prorrogado para 30 de agosto para recuperar o tempo perdido.

A exposição percorre a carreira de Rafael (Raffaello Sanzio – 1483-1520) em ordem cronológica, porém do fim para o começo; de Roma, onde ele morreu, deixando incompleto um ambicioso projeto de renovação urbana, até sua cidade natal, Urbino.

São mais de 100 obras reunidas (número inédito para uma mostra sobre o artista), graças principalmente às Gallerie degli Uffizi, em Florença, que emprestaram cerca de 50 telas. Para visitar a exposição, é preciso comprar ingresso com horário marcado online e usar máscaras de proteção. 

A visita percorre um itinerário pré-definido pelo museu e dura 80 minutos, com tempo máximo de cinco minutos para cada sala. 

Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Petro Pupe: a icônica marca de luxo Burberry

Próxima Publicação

Simone realiza lives aos domingos

76 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.