Renata Sardinha entrevista Marcos Lucena, empresário entusiasta que ganhou a América

O empresário Marco Lucena na Pac Brazilian Pizzeria, em Orlando.

Marcos Lucena é um empresário de sucesso. Em todos os sentidos. Depois de tocar por anos a empresa da família, a Lucena Convites, que por 60 anos fez sucesso no ramo de convites em todo o Brasil e se tornando uma das mais conhecidas do Rio de Janeiro, o carioca ganhou a América. Hoje, ele comanda, ao lado da família, a Pac Brazilian Pizzeria, em Orlando. E está muito feliz com sua escolha.

Confira a entrevista!

Renata Sardinha – Como surgiu a ideia de morar nos Estados Unidos?

Marcos Lucena – Primeiro deixei minha filha, que era super caseira, morar em Orlando. Foi por acaso! Depois, perdi a alegria que me movia a fazer meu trabalho, à frente da Lucena Convites, isso depois de ter chegado ao topo. Aí veio essa possibilidade de morar nos Estados Unidos. E já estou aqui há dois anos e meio.

Renata Sardinha – Foi difícil largar a sua empresa para morar fora?

Marcos Lucena – Não, pois acredito que, mesmo sendo uma empresa de tradição familiar, notei que já era hora de mudar o ciclo e me reinventar.

Renata Sardinha – Já tinha essa vontade há muito tempo? O que o motivou?

Marcos Lucena – Nunca passou pela minha cabeça. O que me motivou foi o fato de não ver mais colorido na minha vida no Brasil. Então, achei que com meus 50 anos dava tempo de recomeçar, assim como um jovem. O tempo não pode me limitar em nada, mas sim o que me move.

Renata Sardinha – Como tem sido sua experiência aí? Começou a trabalhar em que área?

Marcos Lucena – Tudo é novo, eu sempre digo que se trata de um recomeço a cada dia. Assim que cheguei, fiquei dois anos e meio parado. Foi quando Deus me deu uma visão de fazer algo completamente diferente de tudo: uma pizzeria.

Sabores da marca. Crédito Léo Queiroz
Crédito Léo Queiroz

Renata Sardinha – Quais as principais dificuldades que encontrou?

Marcos Lucena – Olha, as maiores dificuldades são os obstáculos que carrega dentro de você que aqui, se potencializam. Mas com certeza a falta de domínio na língua e estar longe de seus parentes podem ser as dificuldades principais. Estar no seu país te dá mais segurança.

Renata Sardinha – Você se sente feliz com sua escolha?

Marcos Lucena – Muito! Na verdade, nunca me decepcionei com nada que fiz porque sempre acreditei que, mesmo errando, eu teria que tentar. Só assim saberia como funcionaria.

Renata Sardinha – O que pesa na balança: o dinheiro ou a experiência de morar fora? O que ganha aí dá pra ter uma vida melhor do que no Brasil?

Marcos Lucena – Não vim para cá em busca do dinheiro, porque acredito que é ele quem me acompanha. Então, onde eu for, ele vem… Mas óbvio que o valor aqui é maior sem dúvida, isso se comparado ao Brasil. E ainda tem a qualidade de vida, que é insuperável!

Interior da Pac Pizzeria

Renata Sardinha – Como surgiu a ideia de montar a pizzaria? Qual o público que frequenta e o que tem de diferencial?

Marcos Lucena – Fiz uns frilas como motorista. E foi assim que percebi uma oportunidade de fazer algo diferente.  Meu filho, que era DJ no Brasil e também trabalhava em uma pizzaria, teve a ideia de montar uma. Daí, você imagina no que deu….Foi, sem dúvida, um desafio. Sei que tanto aqui como em qualquer lugar do mundo você precisa escolher o público e fazer algo diferente.  Assim fizemos! Hoje, estamos no roteiro dos melhores pontos gastronômicos de Orlando. Nosso público é amplo, mas recebemos muitas famílias.

Renata Sardinha – Quais os próximos planos? E quais os conselhos que daria para os brasileiros que querem morar fora, mas tem receio?

Marcos Lucena – Conquistar o mundo! Penso em ter muitas franquias em todo o planeta. Acredite em Deus e em você! Nunca desista de sua família e siga adiante!

 

Publicação Anterior

O Paço dos Duques é um dos pontos turísticos mais interessantes de Guimarães, em Portugal. Confira!

Próxima Publicação

Chef Emanuel Wollz: ‘desvendando o tiramisù’

104 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.