Douglas Delmar apresenta Eunice Muñoz, a dama lusitana dos palcos e cinema

EUNICE MUÑOZ, pintura de Botelho - 2011 - Crédito Wikipédia

Eunice do Carmo Muñoz, nascida em Amareleja, Portugal, tornou-se uma afamada atriz. Com mais de 70 anos de carreira, é uma referência no teatro, televisão e cinema português.

Vinda de uma família de atores (a mãe possuía um teatro desmontável e o pai era artista de circo) Eunice já vivenciava a arte dos palcos. A grandiosa carreira da atriz iniciou-se em 1941, mais precisamente, na peça Vendaval de Virgínia Vitorino com a Companhia Rey Colaço/Robles Monteiro sediada no Teatro Nacional D. Maria II. Aos 13 anos, seu talento artístico foi instantaneamente reconhecido por personalidades conceituadas como João Villaret e a atriz Palmira Bastos, tornando-a um rosto frequente da Companhia.

Em 1943, obteve mais reconhecimento ao contracenar com de Palmira Bastos na comédia espanhola Riquezas de Sua Avó, que foi adaptada à realidade portuguesa. O ano de 1944 foi agitado para a jovem atriz, que participou de Labirinto, de Manuel Pressler e protagonizou a opereta João Ratão juntamente com o ator Estêvão Amarante. Em 1945 matriculou-se na Escola de Teatro do Conservatório Nacional, ao mesmo tempo que participava da peça A Casta Suzana.

Ao final desse ano, tendo então 17 anos, Eunice Muñoz concluiu o Conservatório muito bem classificada. Nessa altura, estava envolvida nas rodagens do filme Camões, dirigido por Leitão de Barros. O filme concorreu à primeira edição do Festival de Cannes em 1946. Eunice foi premiada como melhor atriz cinematográfica do ano pelo Secretário Nacional de Informação.

Sua popularidade foi crescendo através de peças comerciais e participações em dois filmes: Um Homem do Ribatejo (1946) e Os Vizinhos do Rés-do-Chão (1947). Em 1947 ingressou na Companhia de Comediantes e no ano seguinte retornou ao Teatro Nacional para protagonizar Outono em Flor. Na peça Espada de Fogo, reencontrou-se com Palmira de Bastos que desta vez trabalhava como encenadora. Nesse mesmo ano, a atriz casou-se pela primeira vez com Ângelo de Oliveira do Couto, com quem teve Susana Muñoz do Couto, sua primeira filha. Ao fim de alguns anos, o casamento acabou em divórcio.

Em 1949, protagonizou o filme A Morgadinha dos Canaviais, ambientado no século XIX e inspirado no romance homônimo de Júlio Dinis e também fez parte do elenco de Ribatejo, filme de Henrique Campos. Em 1950 regressou aos palcos com a comédia Ninotchka. No ano seguinte, fundou sua própria companhia ingressando ao mesmo tempo na Companhia de Teatro Ginásio, onde destacou-se na peça A Loja da Esquina.

Após um breve período no Teatro da Trindade, Eunice anunciou que faria uma pausa na atividade teatral, surpreendendo o público em geral. Segundo a atriz, a razão se deu por “ter necessidade de obter novas experiências”. Chegou a trabalhar numa loja de cortiças e numa empresa de eletricidade. Foi durante este tempo que conheceu seu segundo marido, com quem teve mais quatro filhos. O marido foi apontado como influência para o retorno da atriz aos palcos, em 1955, na peça Joana D’Arc, causando alegria no público, que rapidamente correu ao teatro para prestigiar a atriz.

Em 1957, após a peça A Desconhecida, ingressou no Teatro Nacional Popular, onde interpretou textos de Shakespeare, Dantas e Luiz Francisco Rebello. Nos anos 60, volta a atuar em comédias e em 1963 entra na peça O Milagre de Anna Sullivan. Foi nesta década que a atriz iniciou seus trabalhos em séries televisivas como Cenas da Vida de Uma Atriz.

Eunice Muñoz galardoada com o prêmio Mérito e Excelência - 2008 - Crédito Revista Caras

Eunice Muñoz coexistiu com a política do Estado Novo. Em 1971, estava destinada a protagonizar a peça A Mãe de Stanislaw Witkiewicz. No entanto, a censura da época cancelou o espetáculo, alegando tratar-se de uma apologia à droga. Após algum tempo de afastamentoEunice voltará ao cinema com interpretações fortíssimas em filmes como Manhã Submersa de Lauro Antônio (1980) e Tempos Difíceis em 1987. Entretanto continuava a construir a lendária carreira no teatro.

Em 1996Eunice recebe um Globo de Ouro que a destaca como Personalidade do Ano em Teatro. A partir daí segue-se uma nova interrupção que só terminará em 2006 com Miss Daisy. O ano seguinte vem Dúvida, famosa peça que protagonizou no Teatro Maria Matos. Por esta prestação a Universidade de Évora presenteia-a com o grau de Doutor Honoris Causa. A atriz também se dedicou a uma outra paixão: a poesia. Recitou inúmeros poemas, desde Antônio Nobre a Florbela Espanca. Pouco tempo depois atuou na peça As Criadas e realizou uma extensa turnê por terras africanas apresentando As Maluquinhas de Arroios. Em 1993 estreou na telenovela A Barqueira do Povo

Alguns anos mais tarde, Eunice também esteve presente em um grande número de novelas como Olhos de Água (2001), Sonhos Traídos (2002), Mistura Fina (2004), A Ilha dos Amores (2007), Equador (2008) Destinos Cruzados (2013), entre outras.

Em 2008 recebeu um Globo de Ouro por Mérito e Excelência. Em 2013, foi submetida a uma cirurgia para retirar um tumor da tireóide que quase lhe roubou a voz.

Em 2019, Eunice Muñoz passou pela dor de perder sua filha Maria, que faleceu em decorrência de um cancro no pulmão. A atriz declarou que foi um momento difícil, mas que já passou e em 2020, mostrou que ainda guarda muita energia, aceitando o convite para integrar o elenco da novela portuguesa Quer o Destino, exibida pela TVI.

Com uma grandiosa e inspiradora carreira construída ao longo dos anos, Eunice tornou-se um exemplo de longevidade artística, com um talento incrível, proclamadora de inúmeros personagens e garante que enquanto puder, tão cedo não deixará de trabalhar.

Eunice Muñoz após o tratamento - 2013 - Crédito Revista Caras
Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Flavio Santos e a Casa da Vila da Feira e das Terras de Santa Maria

Próxima Publicação

Grupo Fasano lança Emporio e linha exclusiva para casa

12 Comentários

  • … [Trackback]

    […] There you will find 83393 more Information on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] Info on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] Info to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] Here you can find 2814 additional Info on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] There you can find 49359 more Information to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] Find More on to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] There you will find 68633 additional Info to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] Read More on on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] Find More Info here to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] Read More to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] Information on that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

  • … [Trackback]

    […] There you will find 97638 additional Info to that Topic: revistadovilla.com.br/2020/09/28/douglas-delmar-apresenta-eunice-munoz-a-dama-lusitana-dos-palcos-e-cinema/ […]

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.