Xandy Novaski apresenta o Calçadão da XV em Curitiba

CALÇADÃO DA XV - Crédito Arquivo Pessoal

Eu sei que muitos conhecem uma rua denominada XV de Novembro em alguma capital brasileira. Pois bem: a de Curitiba é um tanto especial, pois possui peculiaridades que nos encantam. Embarque comigo nessa viagem!

CALÇADÃO DA XV - CEREJEIRAS - Crédito Arquivo Pessoal

Via turística

Você sabia que a Rua XV de Novembro, no centro da capital paranaense, lá pelo início dos áureos anos 1970 foi o primeiro calçadão do Brasil, ou seja, a primeira rua para pedestres do nosso país?

CALÇADÃO DA XV - ÁREA DA BOCA MALDITA - Crédito Arquivo Pessoal

Pois é… Tudo começou em 1972, pelo então prefeito Jaime Lerner.  Preocupado com a invasão dos automóveis na região central, com congestionamentos e dificuldade de locomoção das pessoas, o arquiteto, ao invés de alargar ruas, abriu espaço para os pedestres circularem. 

CALÇADÃO DA XV - CANTEIROS DE FLORES - Crédito Arquivo Pessoal

É óbvio que a reação inicial dos comerciantes foi contrária. Alguns até programaram uma invasão com seus carros. Só que não deu certo. Quando chegaram, crianças ocupavam o chão da nova passagem para pedestres com seus desenhos. E não demorou muitos anos para que o movimento dos transeuntes começasse a aumentar, alavancando inclusive as vendas. Bom para todos.

PALÁCIO AVENIDA - REGIÃO DA BOCA MALDITA - Crédito Arquivo Pessoal

Com o tempo, outras cidades copiaram a ideia. Assim, pela primeira vez Curitiba passou a ser conhecida como ‘Cidade Modelo’.  Houve aumento de cafés na região, além de lojas. 

CALÇADÃO DA XV - CASARÕES ANTIGOS - Crédito Arquivo Pessoal

Rua das Flores

Sua extensão é de cerca de 3.300 metros e o pavimento em petit-pavê. A XV de Novembro também é conhecida como Rua das Flores. Muitos pensam que o título se dá aos canteiros que seguem floridos nas quatro estações do ano, além das árvores diversas como ipês e cerejeiras. Contudo, já no Século XIX, devido às floreiras que enchiam as varandas dos pequenos prédios e casas, ela ganhava tal denominação.

XANDY NOVASKI, APÓS AS COMPRAS, NO CALÇADÃO DA XV - Crédito Arquivo Pessoal

Outra atração do Calçadão da XV, além das lojas e cafés para relaxar, são os prédios centenários, parte da história da cidade. É na XV que também ficam o famoso Palácio Avenida e o Bondinho da Leitura, ambos na área chamada de Boca Maldita, onde termina a rua já de encontro com a bela Praça Osório. A via para pedestres tem seu início logo atrás do prédio antigo da Universidade Federal do Paraná (Praça Santos Andrade).

CEREJEIRAS EM MEIO AOS POSTES DE LUZ E CASARÕES ANTIGOS - CALÇADÃO DA XV - Crédito Arquivo Pessoal

Quando vier a Curitiba, não deixe de usar sua câmera fotográfica e registrar uma das ruas mais charmosas do Brasil!

XANDY NOVASKI CONTEMPLANDO O CALÇADÃO DA XV NUM FINAL DE TARDE - Crédito Arquivo Pessoal
Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Kênia Esteves entrevista o professor de educação física Lucas Oliveira

Próxima Publicação

Douglas Delmar entrevista o poeta português Alberto Cuddel

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.