Xandy Novaski entrevista o produtor e baterista Matheus Rodrigues

MATHEUS RODRIGUES - Crédito @vivi_fotografia - @vivi_design

MATHEUS RODRIGUES iniciou no universo da música com apenas 03 anos de idade, e aos 09, fez sua primeira apresentação solo. Produtor musical de diversos artistas de renome, ele, que também é baterista, se prepara para alçar um novo voo como percussionista na orquestra que acompanhará Marcus Viana em Pedro Leopoldo/MG, quando o tempo de isolamento social se findar. Acompanhe a trajetória de um profissional de múltiplas aptidões na música e com o ouvido afinado para reconhecer outros talentos na área!

1 – Você começou a estudar música com apenas 03 anos de idade em Conselheiro Lafaiete/MG. Ainda guarda alguma memória daqueles tempos?

Sempre guardamos (risos). Me lembro como se fosse ontem, meu pai me levando para as aulas na casa do meu professor, onde eu ficava em média 02 horas estudando. Uma hora de teoria e uma hora de prática. Nessa época eu estudava trompete. Foi onde tudo começou e foi quando dei meus primeiros passos para a construção de minha carreira. Antes de ganhar meu primeiro trompete, eu já tentava acompanhar músicas em um saxofone de plástico ouvindo o famoso solo de sax da música “I Will Always Love You” (Whitney Houston). São lembranças que jamais serão esquecidas.

2 – Com apenas 04 anos você ingressou numa orquestra de sopro. Tocava trompete e inclusive viajava. E isso se prevaleceu até os 08 anos quando conheceu a bateria. Como era o mundo da música para o pequeno Rodrigues? Via tudo como uma grande brincadeira?

Apesar de ainda ter 04 anos, eu nunca via a música como uma brincadeira. Sempre tive em mente o lado profissional mesmo ainda sendo criança. Me esforçava muito, ia em todos os ensaios e em todos os concertos, levava muito a sério e isso que fez com que eu me tornasse quem sou hoje. Claro que me divertia muito, mas já sabia separar o lado profissional da diversão. Em cima do palco eu me transformava.

 

MATHEUS RODRIGUES - Crédito @vivi_fotografia - @vivi_design

3 – Com 09 anos você fez sua primeira apresentação solo. Qual foi o concerto exibido e como foi enfrentar o público sozinho com tão pouca idade?

Aos 09 anos comecei meus estudos na bateria. Me lembro que eu tinha apenas uns 06 meses estudando na escola de música quando meu professor disse que eu já teria uma apresentação solo ao final do ano. Estudei bastante o que foi exigido, era um ritmo de samba com algumas frases em colcheias e semicolcheias. Estava muito nervoso, mas confiante na apresentação. Sabia que todo o esforço valeria a pena. Amigos de escola, familiares, todos estavam presentes nesse dia. O nervosismo era cada vez mais nítido, mas no final tudo deu certo e a apresentação foi incrível.

4 – Em sua opinião, quanto mais cedo melhor para desenvolver aptidões na área ou não?

Sim, por ter mais tempo para estudar e por estar com uma mente fresca e saudável, cheia de energia e disposição. Mas é como se diz: Nunca é tarde para seguir e conquistar seus sonhos. Se há dedicação e força de vontade, não será a idade que irá atrapalhar.

5 – Você teve uma banda de rock de escola, a conhecida banda de garagem. Eu vejo algumas ‘torcidas de nariz’ dos adultos quando adolescentes partem para essa iniciação. O que tem a dizer sobre a música na adolescência e o desenvolvimento no processo criativo de um jovem?

Está aí uma conversa interessante (risos). Quando se fala em: Rock, adolescência e banda, automaticamente a primeira coisa que os pais pensam é: drogas e farra. Como eu disse: a música na minha vida sempre foi com o intuito e âmbito profissional, as bandas de garagem serviram como uma grande escola para mim. Através delas que coloquei em prática o que eu sempre estudei nas aulas, e claro, atrás delas onde comecei a enfrentar o público. A música não leva ninguém ao mal caminho, basta você escolher o caminho certo.

 

MATHEUS RODRIGUES - Crédito @vivi_fotografia - @vivi_design

6 – O sertanejo é o gênero que você gosta, porém, sua banda era de rock. O que essa abertura de leque na música lhe trouxe como pessoa?

Acho que sempre devemos começar de algum lugar, não é mesmo? Eu amo sertanejo, mas foi o rock que abriu as portas para mim na época em que comecei a tocar. Todo músico deve entender que para ser um grande profissional, deve-se tocar e estudar os mais diversos estilos, sem ter preconceitos. Eu sempre aprendo muito tocando novos estilos, e gosto de misturar as essências. O que aprendo no rock levo pro sertanejo, o que aprendo no sertanejo levo pro rock e assim com todos os estilos e gêneros.

7 – A História da Música também está grifada em seu currículo. Você a estudou no conservatório mineiro, quando fez uma prova para ingressar para a Orquestra do Tribunal de Justiça. Está se formando em Música na UFMG e é membro da Orquestra Sinfônica de Pedro Leopoldo. Podemos dizer que o músico é um eterno estudante?

Com toda certeza! Não sabemos tudo e nunca saberemos. À medida que se vai estudando você percebe o quanto precisa estudar ainda mais. A música é uma imensidão de coisas, 12 anos de faculdade e ainda precisará continuar estudando. As possibilidades são gigantescas dentro da música. Por isso deixar de estudar, jamais.

8 – Você tocou com as principais duplas e bandas da região. Podemos contabilizar mais de 20 duplas sertanejas no currículo. Então você gravou com a Talita Passos e passa a ter gosto pela produção musical quando entra para a banda Monster (cover do Michael Jackson). Qual é a principal diferença entre o palco e os bastidores da música?

Nos palcos você segue aquilo que é passado pra você: recebe o repertório, ensaia e sobe no palco. É fácil? Não é, mas ali você recebe as exigências do produtor e dos artistas. Quando você se torna um produtor já é o contrário, a responsabilidade se torna sua em montar os arranjos, cuidar da banda, selecionar o melhor repertório com o artista. Tudo precisa estar em perfeita sincronia. As gravações também ficam na responsabilidade do produtor.

MATHEUS RODRIGUES - Crédito @vivi_fotografia - @vivi_design

9 – O seu trabalho com produção tem no portfólio a cantora Pamela Rodrigues, as duplas Yuri e Iago, Henrique & Jéssica, dentre outros. Podemos dizer que o produtor musical precisa ter um tino de empresário?

Sim, na verdade quando se trata de grandes duplas e bandas nacionais existe toda uma equipe responsável por cuidar de cada detalhe. Eu tenho minha equipe, mas acabo que faço de tudo (risos). Vou atrás dos shows, contratantes, marco reuniões, faço toda a parte de produção musical e artística. Então, você ter esse lado empresarial ajuda bastante.

10 – Marcus Viana, responsável pela trilha sonora de novelas memoráveis como “O Clone” e “Pantanal”, é um dos grandes compositores brasileiros. E você foi convidado para participar da sua próxima turnê. A pandemia adiou um pouco o trabalho, mas conta pra gente: como é tocar com o mestre da ‘sinfonia que toca a alma’?

Olha, foi uma baita surpresa, confesso. Nós como músicos temos o sonho de acompanhar grandes artistas e uma hora ou outra esse sonho acaba se tornando realidade. Esse convite na verdade veio através de minha professora e maestrina Carol Malaquias (Atual regente da orquestra de Pedro Leopoldo). O Marcus convidou a orquestra para lhe acompanhar na sua próxima turnê e um dos shows aconteceria em Pedro Leopoldo. Com isso, Carol veio até mim, me convidando a fazer parte desse grande concerto como percussionista. Fiquei extremamente feliz, afinal seria um grande passo na minha carreira. E é maravilhoso estar tocando e executando cada peça desse grande músico e compositor.

 

MATHEUS RODRIGUES - Crédito @vivi_fotografia - @vivi_design
Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Fábio Dezze: Luxo ou Alto Padrão?

Próxima Publicação

A história e a receita (possível) do famoso Travesseiro de Sintra. Confira!

20 Comentários

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a game where you can do anything you want. sl is literally my second life (pun intended lol). If you want to see more you can see these sl articles and blogs

  • This was awesome! I would like you to clean up all this spam though

  • I don’t know about you guys but I love airplanes. I have a friend in highschool that loves airplanes, so here are some airplane related stuff I don’t know about you guys but I love airplanes. I had a friend in highschool that loved airplanes, so here are some airplane related stuff https://www.airlinereporter.com/2011/03/schiphol-airport-in-amsterdam-works-with-ibm-to-modernize-baggage-handling/

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a game where you can do anything you want. Second life is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these second life websites and blogs

  • I don’t know about you all but I infatuated with airplanes. I had a friend in highschool that loves airplanes, so here are some airplane related stuff I don’t know about you guys but I love airplanes. I had a friend in highschool that loved airplanes, so here are some airplane related stuff https://www.airlinereporter.com/2010/07/airline-doesnt-allow-men-to-sit-next-to-children/

  • I don’t know about you all but I infatuated with airplanes. I had a friend in highschool that loves airplanes, so here are some airplane related stuff I don’t know about you guys but I love airplanes. I had a friend in highschool that loved airplanes, so here are some airplane related stuff https://www.airlinereporter.com/2010/09/united-fined-for-three-hour-tarmac-rule-but-not-why-you-think/

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a online game where you can do anything you want. Second life is literally my second life (pun intended lol). If you want to see more you can see these sl articles and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a game where you can do anything you want. SL is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these sl websites and blogs

  • I don’t know about you all but I infatuated with airplanes. I had a friend in highschool that loves airplanes, so here are some airplane related stuff I don’t know about you guys but I love airplanes. I had a friend in highschool that loved airplanes, so here are some airplane related stuff https://www.airlinereporter.com/2011/02/win-a-trip-to-new-zealand-with-air-new-zealand/

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a video game where you can do anything you want. sl is literally my second life (pun intended lol). If you want to see more you can see these Second Life websites and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a game where you can do anything you want. sl is literally my second life (pun intended lol). If you want to see more you can see these second life websites and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is essentially a video game where you can do anything you want. sl is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these Second Life articles and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a game where you can do anything you want. Second life is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these sl articles and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is essentially a game where you can do anything you want. Second life is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these sl articles and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is essentially a game where you can do anything you want. sl is literally my second life (pun intended lol). If you want to see more you can see these second life articles and blogs

  • This was great! I would like you to clean up all this spam though

  • This was great! I would like you to clean up all this spam though

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a online game where you can do anything you want. sl is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these Second Life websites and blogs

  • Some people become unmotivated in the middle of their fitness journey (the most essential part) so here is a great article that explains how to push through those hardships https://fitprmomlife.com/2021/06/25/pushing-through-setbacks-on-your-fitness-journey/

  • Have you ever got a cramp while doing a workout? I have and man I remember sitting on the floor for like 5 minutes straight just look at this https://1bodybuildingfirst.blogspot.com/2017/05/avoid-injuries-exercising-and-working.html

Deixe uma resposta para Destiny Escorcia Cancel reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.