Kênia Esteves entrevista Marcelo Miranda, diretor executivo da M.M. Produções, pioneira no Sul da Bahia no segmento Audiovisual

Marcelo Miranda durante o projeto de Benchmarking, "Aprendendo com as melhores experiências internacionais", na Espanha representando a Bahia.

Olá amigos! Costumo brincar que Marcelo Miranda, é meu número! Pois, está aí uma pessoa discreta por natureza e com um lifestyle leve e elegante. A seguir, um pouco da história desse empresário carioca , nascido no Flamengo e criado em nossa “PRINCESINHA do MAR, ou seja, COPACABANA.

Há 30 anos morando em Porto Seguro, Marcelo com o seu Fair Play admirável, circula com muito AMOR, FÉ e ALEGRIA por diversos grupos sociais e curte, assim, essa MA-RA-VI-LHO-SA VIDA, e, ainda colabora para que nossa linda cidade esteja no patamar de um dos lugares mais procurados do mundo. Seja para morar ou passear.

A seguir, Marcelo MIRANDA em sua própria ESSÊNCIA.

K.E. 1:  Marcelo, com 30 anos de Sul da Bahia , como você define PORTO SEGURO? 

M.M.-  Uma cidade mais alinhada e harmonizada com sua vocação natural ; o turismo.

Hoje Porto Seguro conta com uma estrutura sólida e uma gama de atrações e atividades com vasta diversidade de  produtos como história, cultura, ecologia, lazer, gastronomia, esportes em único destino.

A cidade está apta para receber e encantar turistas de todos os lugares do país e do mundo. 

K.E. 2 -Através de sua empresa M.M.PRODUÇÕES, você presta serviços exclusivos a eventos corporativos. Conta para nós como é conseguir uma infra estrutura de primeira linha tendo que superar, por exemplo, as altas taxas de transportes? 

M.M.- A MM Produções foi a empresa pioneira no segmento de eventos na região Sul da Bahia, com um crescimento significativo a partir  do ano 2000 quando Porto Seguro tornou-se a bola da vez no cenário nacional ganhando grande destaque e visibilidade em virtude das comemorações dos 500 anos da descoberta do Brasil.

As empresas de todo país tinham anseios em realizar seus eventos em nossa região para aproveitar esse gancho.

Com aportes governamentais e privados criou-se estruturas para essa finalidade como a construção do Centro de Convenções do Descobrimento e a implantação de centro de Convenções em Resorts e espaços para eventos em hotéis da região. Nesse momento a fim de termos capacidade de atender focamos nossos investimentos na aquisição de equipamentos e a capacitação de mão de obra para suprir a demanda crescente desse novo segmento. 

K.E. 3- Você começou começou como Guia de Turismo de uma grande empresa. E hoje é diretor da MM Produções Filmagens e Telões. Conta para nós  como foi essa trajetória? 

M.M.- Como já trabalhava com turismo no RJ, meu irmão me motivou a fazer um curso de turismo nacional. A partir daí as portas se abriram e conheci pessoas influentes no mercado que me inspiraram a ter um “insight” durante as viagens com meu grupo de turismo. Ao ver que as pessoas levavam imagens estáticas para suas casas, (foto), pensei por que não vender imagens em movimento e com seus respectivos áudios. Porém como ainda não tinha condições de adquirir o equipamento , o projeto ficou apenas em minha mente. Foi quando em uma visita a uma fábrica de calçados em Santa Catarina, ganhei o cupom de um sorteio, o qual recebi o primeiro prêmio; um UNO MILLE. Vendi e investi na compra do material de VHS.  Assim me mudei com a família para um lugar onde o turismo só crescia, PORTO SEGURO. Foi assim que surgiu a MM Produções Filmagens e Telões. Produzimos o documentário “Porto Seguro Paraíso Tropical” no ano de 1994, em 4 anos comercializamos mais de 20 mil cópias. As fitas já vinham gravadas de Manaus na época onde ficava a fábrica da Videolar/ Basf, fomos citados numa matéria de duas páginas da Revista “Pequenas Empresas Grandes Negócios”, na edição comemorativa no ano 2000,  como “Os Novos Descobridores de Porto Seguro”, dois anos depois abrimos uma filial em Maceió / Alagoas, mas devido a evolução da empresa aqui e a migração para o segmento de eventos com a chegada da era digital passamos a nos dedicar integralmente à empresa local. 

 K.E 4- Seu público sempre exige e anseiam  pelo que há de mais inusitado ao lhe contratar. Qual o diferencial que você aplica neste momento? 

M.M.- Os anseios são muitos, hoje o maior empecilho é o budget.

Como dizem algumas agências em SP, se o cliente quiser somos capazes de colocar um navio dentro do evento, mas vai custar caro. Ou seja nada é impossível dependendo da verba. Pode voar alto.

K.E.  5: O mercado passa por uma EVOLUÇÃO, mediante os últimos acontecimentos. Qual a sua visão para os próximos eventos? 

M.M. –  Eventos menores e com menos interação até que as coisas voltem ao novo normal. 

K.E. 6: Você veio do RJ, onde o vocabulário e atitudes são bem mais espontâneas e extrovertidas. Como foi se adequar a Bahia? 

M.M. Tranquilo, me adaptei muito bem, ainda não perdi o sotaque completamente e acho que nunca vou perder, falo menos gírias, e hoje brinco que não sou mais Carioca sou Baioca. 

K.E. 8: O que te inspira a fazer o seu melhor todos os dias?

M.M.- A lembrança de como tudo começou…que nada foi fácil, que tudo que conquistei foi com muito esforço, seriedade e dedicação e que o caminho é esse. 

K.E. 9:  Como eu disse logo no início seu lifestyle é leve e elegante. Isso reflete nas suas inspirações? 

M.M. Hoje minha maior inspiração é viver com mais tranquilidade e leveza o dia a dia, prezo a saúde e o meu bem estar emocional. Quanto ao elegante, agradeço a sua visão generosa ao meu respeito. 

K.E.  10: Viver a Vida com alegria e gratidão. Vejo que esse lema é ponto pacífico em sua real ESSÊNCIA. Concorda? 

M.M.  100%, Tenho o hábito de agradecer diariamente minha saúde, meu alimento, minha paz e de meus entes queridos. Li isso uma vez e nunca esqueci, trago meio que como um lema: “ O hábito de agradecer libera o fluxo de receber.”

Agradeço ao meu entrevistado a gentileza em me receber e para finalizar nossa entrevista ele deixa aqui uma dica especial para nossos leitores: 

“Viva a vida com intensidade, pois o mundo está estranho e o amanhã pode ser tarde, não deixe de fazer o que tiver vontade, procure ser feliz e melhor a cada dia. Acho que esse é o legado que podemos deixar na nossa caminhada. Aproveite as coisas boas e tenha sabedoria e jogo de cintura para driblar as adversidades que cruzarem o seu caminho.”

Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Cláudio Vaz entrevista Érika Santos – grande influenciadora digital brasileira

Próxima Publicação

Seen São Paulo comemora aniversário com evento musical e dança

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.