Xandy Novaski entrevista o modelo Vitor Lacerda

VITOR LACERDA - Crédito @leo_ornelas

VITOR LACERDA seguia firme no futebol quando teve que parar devido a um problema de coluna. Essa mudança de trajetória o levou para as passarelas. E hoje, modelo na renomada “40 Graus”, o jovem vem se preparando para outras conquistas no meio artístico. Conheça a história comovente de um rapaz que entende os códigos que a vida lhe apresenta!

1 – Você sempre teve uma paixão: o futebol. Tanto que, em 2014 iniciou a carreira na área com grandes chances de desbravar o esporte. Acontece que uma dor de coluna que o acometia desde os tempos de infância o fez deixar de lado a profissão de jogador. Ou seja, você ainda novo teve um sonho interrompido. O que passou pela sua cabeça naquele momento?

No início não nego: sofri muito e tive que ser muito forte para entender que eu não poderia mais jogar futebol, pois era tão jovem e estava conquistando meu espaço. Nunca fui o melhor, mas eu sempre era o que tinha mais vontade, tudo estava se encaminhando, as portas estavam se abrindo. Foi na melhor fase do meu futebol, tive que simplesmente abandonar e não tratar mais o futebol como um dos meus maiores sonhos. Mas isso me fez crescer muito e ser muito forte. Aprendi e evoluí muito como homem, e isso eu vejo como um “impulsor” que me deu mais forças para chegar aonde cheguei hoje.

VITOR LACERDA - Crédito @leo_ornelas

2 – Apesar desse contratempo na saúde, você diz que sempre foi um menino sonhador e que corre atrás dos sonhos. De onde vem essa força?

Eu cresci sem pai, ele deixou eu e minha mãe quando eu tinha 02 anos. Minha mãe sempre foi uma verdadeira, guerreira, que batalhou muito para criar eu e meu irmão, que era de outro pai e que o pai também não esteve presente. Minha mãe é minha maior inspiração. Sempre me apoiou em tudo e acreditou no meu potencial, investiu em mim. Essa força e o homem que sou é sem dúvidas graças a ela.

3 – Quando ainda residia em Minas, você chegou a cursar Educação Física, que tem sua vertente na área esportiva. O que o fez desistir de vez?

Escolhi a Educação Física devido ser algo mais próximo do esporte, e eu vim dele. Sempre gostei de musculação também, mas eu não me via trabalhando e vivendo nessa área. Conheci e fiz amizades com pessoas maravilhosas, talentosas e muito inteligentes que me fizeram crescer mais. Porém, devido a não me ver nessa área, eu preferi abrir mão dos 03 anos já estudados para tentar algo maior. Mas ainda pretendo terminar esse curso, tanto mais para ter um curso superior concluído.

VITOR LACERDA - Crédito @leo_ornelas

4 – A arte é outra área que sempre esteve nos seus objetivos. Tanto que se mudou para o Rio de Janeiro no intuito de seguir a carreira de modelo e também cursar artes cênicas. Assim como o futebol, a arte trabalha com a expressão corporal e a criatividade. Em sua opinião, ela compensou, de certa forma, o adeus que você precisou dar ao esporte?

Não digo que ela compensou totalmente, pois eu sonhava em viver do esporte, mas a cada dia que estudo e leio, mais eu descubro um novo Vitor. Eu não sabia se realmente tinha talento para isso, se eu levaria jeito. Então, tinha um pé atrás, mas hoje posso dizer que depende de mim, de mais ninguém. Estou aprendendo e evoluindo muito. Não sinto falta do esporte como sentia antes.

 

VITOR LACERDA - Crédito @leo_ornelas

5 – Em seis meses de “40 Graus” você já tem conquistado um bom espaço na carreira de modelo. Quando você olha pra trás e vê o movimento no gramado dar espaço para o movimento na passarela da moda, o que desperta na sua memória emotiva?

Eu sempre tive muita fé. Sempre me considerei um menino abençoado. Tudo que sonhei, eu consegui lutar e ir atrás. Mesmo não conquistando eu sempre me emocionei muito, pois passei muita dificuldade no meio do futebol, ouvi muitas coisas más e só eu sei tudo que vivi. Não é fácil deixar família e amigos longe, caminhar somente com Deus muitas das vezes. Eu sou muito grato, me falta palavras pra falar sobre isso. Sei que é uma questão de tempo, minha hora vai chegar, vai valer a pena tudo que passei. Vejo tudo como aprendizado, nada foi em vão, seja na passarela, no teatro ou na TV. Mãe, eu vou vencer!

 

VITOR LACERDA - Crédito @leo_ornelas

6 – Diante das conquistas, seu foco continua sendo os estudos. Quais são seus planos nesse sentido?

Antes de me mudar pro Rio nunca me considerei uma pessoa estudiosa, mas assim que comecei eu tomei gosto por isso. Me sinto bem lendo, estudando. É muito aprendizado! Meus planos é continuar crescendo e evoluindo nessa área até conseguir entrar pra TV, fazer novelas, filmes e também teatro, que foi algo que chamou muito minha atenção e brilhou meus olhos.

7 – Relembrando a época do futebol, esse esporte o levou a São Paulo, Estados Unidos e Itália. Pensa em voltar a esses lugares, agora como modelo?

Sim, sem dúvida! Tenho sonho de viajar o mundo, agora nessa nova profissão, poder conhecer novos lugares, novas culturas, fazer novas amizades que é a melhor parte.

VITOR LACERDA - Crédito @pilottostudio

8 – E sobre os sonhos na televisão, quais são seus objetivos?

Desde pequeno assistia TV com minha mãe, ligado nas novelas. Nós assistíamos das 18h até às 22h todas as novelas. Admirava o talento de cada ator e atriz. Então, hoje tendo essa oportunidade, quero fazer parte e SIM, minha mãe me assistir lá! Os primeiros planos é focar nos estudos para assim que fizer os primeiros testes poder conseguir.

VITOR LACERDA - Crédito @pilottostudio

9 – O que tem a dizer aos jovens que, devido a algum problema, precisou desistir de um sonho? E qual é a dica para aqueles que querem seguir a carreira de modelo, marcando aquele golaço?

Sonhar, acreditar, ir atrás e nunca desistir. Cada um de nós está correndo a nossa própria maratona da vida. Cada um tem a hora certa para conquistar e realizar seus sonhos. Tenha fé acima de tudo, acredite mais em você. Todos nós temos talento. Basta lapidá-lo e mostrar para o mundo, seja qual área você sonha. As pessoas querem as coisas rápidas, não têm paciência, e não é bem assim. Talvez, algo não era pra ser, pois tem algo melhor te esperando lá na frente. Acredite que seu sonho é possível, o céu é o limite e você é imbatível. JAMAIS DESISTA! É isso, sua hora vai chegar!

VITOR LACERDA - Jogador - Crédito Arquivo Pessoal
VITOR LACERDA - Jogador - Crédito Arquivo Pessoal
Publicação Anterior

Trilhas no Brasil oferecem roteiros cercados por natureza

Próxima Publicação

Chico Vartulli e o renomado e querido cirurgião plástico carioca Rawlson De Thuin

159 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.