Xandy Novaski entrevista o massoterapeuta Rogerio Ribeiro

ROGERIO RIBEIRO - Crédito Arquivo Pessoal

ROGERIO RIBEIRO é profissional da massagem terapêutica e já esteve em alguns países executando e se aperfeiçoando com as técnicas estudadas. Uma que ele desenvolve e é bastante solicitada pela clientela é a massagem Ayurvédica com óleos vegetais que, associada aos essenciais, pode trazer resultados surpreendentes para o bem-estar da pessoa. Conheça um pouco mais sobre o trabalho do massoterapeuta e os benefícios desses procedimentos! 

A massoterapia tem, como objetivo principal, o alívio de dores e o despertamento do bem-estar em geral através das massagens. Como esse conjunto de manobras manuais funciona no nosso corpo?

Massagem terapêutica é considerada uma terapia global, uma vez que reduz o ritmo cardíaco ajudando a relaxar todos os músculos do corpo. Ela também ajuda a reduzir a pressão arterial, melhora a circulação sanguínea, melhora o sistema linfático, e aumenta a liberação de analgésicos naturais do organismo (tais como endorfinas). Há muitos tipos diferentes de massagens terapêuticas disponíveis, cada um com seu próprio estilo e propósito. Algumas terapias ajudam a tonificar e manter o corpo saudável, enquanto outras trabalham para aliviar a diferentes tipos de dor e estresse. O meu trabalho, também possibilita canalizar energias renováveis ou desbloquear energias, que pelo ritmo de vida do nosso cotidiano moderno, tende a ficarem “oprimidas”.

Quando que a massoterapia entrou para sua vida?

Quando tive oportunidade de poder viajar por alguns países fantásticos, me permiti a experimentar as massagens terapêuticas oferecidas nos hotéis ou centro terapêuticos de cada país visitado.  Chamou-me muito a atenção o bem-estar que estas massagens terapêuticas me proporcionaram e a delicadeza como fui tratado. Então, no Brasil, comecei a pesquisar sobre o tema e fazer cursos, encontros sobre o assunto para poder me profissionalizar e cuidar das pessoas. Ressalto que esta oportunidade me ajudou a trocar energias e construir um novo modo de vida.

ROGERIO RIBEIRO - Crédito Arquivo Pessoal

Fazer massagens requer apenas técnica ou também é um dom?

Bem, eu acredito que além da técnica você tem que ter aptidão, boa vontade e respeito ao lidar com seus pacientes. Tudo isso faz parte de um processo de confiança, autoconhecimento, profissionalismo e sabedoria.

Os cursos pelos quais você se especializou possuem técnicas diferentes, inclusive o de massagem Ayurvédica trabalha com óleos. O que esses óleos ativam?

Além de nutrir a pele, os óleos vegetais podem ser misturados entre si, potencializando sua ação. São inúmeros os benefícios da massagem e, se associada ao uso de óleos vegetais e também essenciais, podem melhorar bastante as respostas imunológicas e a saúde em geral.

A formação como massagista profissional você adquiriu na Argentina. Cada país tem suas técnicas diferentes ou tudo se combina independente de onde estejamos no mundo?

Eu comecei no Brasil minha pesquisa e formação. Entretanto, em cada país que visitei para participar de algum curso sobre o tema, tive a sorte de encontrar excelentes mestres e profissionais na arte da massoterapia, onde procurei me dedicar e aprender todas as técnicas que me ensinaram. Na Argentina tive a honra de fazer o curso entre outros lugares também como: Índia, África do Sul, Portugal, e na Espanha fiz mais atualizações. E todos os cursos foram essenciais para a minha formação. Mas, a educação e a delicadeza que fui acolhido nestes países com suas culturas diferenciadas, foi encantador. Busco reproduzir essa sinergia com os meus pacientes no Brasil ou no Exterior.

Você atuou num cruzeiro que navegou pela Patagônia. Como é trabalhar num ambiente tão remoto?

Foi uma experiência muito incrível. Havia uma rotina própria na embarcação. 

Nesse processo eu fui professor e também aprendiz. Segui o planejamento das atividades diárias da navegação e existia uma troca de experiências entre os profissionais que também foi muito importante.

ROGERIO RIBEIRO - Crédito Arquivo Pessoal

Diversos Spas pelo mundo contaram com a sua presença. Você esteve em Portugal, Espanha, Índia e em hotéis na África do Sul. De todas as técnicas que você utiliza, qual foi a mais comum solicitada nesses lugares? Por quê?

Abhyanga ( oleação ou snehana) é a metodologia de utilização transdérmica do óleo vegetal através da massagem terapêutica. Abhyanga é feita em todo corpo do paciente com óleos vegetais medicados e com isso mostrando mais resultados em vários tipos de tratamentos de forma mais rápida e satisfatória.

Com a pandemia e o distanciamento social, como vocês massoterapeutas estão se virando?

Com a questão da chegada da pandemia em um primeiro momento impossibilitou os profissionais e, claro, os pacientes de se encontrarem. De fato, a pandemia foi um choque cultural e um grave caso de saúde em todo o mundo. A primeira coisa que fiz foi ligar para os meus pacientes e pedir cuidados básicos sobre a pandemia. Tive que adiar os tratamentos com os meus pacientes. Depois de me informar sobre a covid-19 com fontes seguras, fiz um planejamento estratégico de atendimentos depois do período de Lockdown. Evidente que a sensação de medo e insegurança tomou conta de todos nós. Conversei sobre a questão com meus pacientes, e com aqueles que se sentiram seguros, eu fui fazer meus atendimentos domiciliares.

Quais são seus planos para 2021?

Pretendo continuar com o meu processo de aperfeiçoamento pessoal e profissionalismo na área que amo e buscando sempre me atualizar com novas leituras e técnicas, com o objetivo de fazer o melhor para os meus pacientes.

ROGERIO RIBEIRO - Crédito Arquivo Pessoal
Publicação Anterior

Skyglass Canela (RS) reabre ao público

Próxima Publicação

Douglas Delmar apresenta Ester de Abreu, a estrela lusitana do Brasil

543 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.