Trilhas em Esposende: um privilégio da natureza!

O concelho de Esposende é bem conhecido pelos famosos moinhos de vento na Praia da Apúlia e está intimamente relacionado com a prática dos esportes náuticos, sendo um local privilegiado para a prática do Kite Surf. Mas há ainda muito mais para descobrir em terra.

A riqueza natural que Esposende faz com que este pequeno concelho se apresente como um verdadeiro Privilégio da Natureza. Longe da agitação urbana, ao longo de 18 Km de costa há todo um território para descobrir e usufruir, entre mar, rios e monte. Seja no litoral, de belas praias e mar azul, ou no interior, verde e intenso, as paisagens são encantadoras, ora convidando ao descanso, ora desafiando à descoberta.

Esposende apresenta-se como um dos mais interessantes locais da zona norte do país para descobrir trilhas e percursos pedestres. A Rede Municipal de Percursos Pedestres de Esposende inclui trilhas que se adaptam às condições e interesses de todos, levando os caminhantes a explorar o concelho desde o Atlântico até às zonas agrícolas e vales do concelho. 

Separamos algumas trilhas especiais que Esposende tem para descobrir! 

PR4 – Trilha das azenhas de Antas

Este percurso tem início junto ao parque de merendas de Azevedo, na Freguesia de Antas, no Concelho de Esposende. É um itinerário cheio de património, seja ele, arquitetónico, religioso, arqueológico, cultural, etnográfico e natural. O nome surge pelos diversos engenhos que se vão encontrando ao longo do Rio Neiva.

PR6 – Trilha do Castro de S. Lourenço

Este percurso tem início no castro de S. Lourenço e segue para a descoberta de outros monumentos milenares, marcas da presença do homem em tempos anteriores aos castros, que se encontram localizados no planalto de Vila Chã.

Há muito mais que apreciar, em termos paisagísticos, naturais e etnográficos. Seguindo em qualquer direção, este percurso sinalizado nos dois sentidos irá permitir a passagem por diferentes paisagens que se encontram ao redor da freguesia de Vila Chã. Por entre as matas e florestas de pinheiro-bravo, giestas e urzes, campos agrícolas e vinhedos, e também há a diversidade da fauna, onde coexistem a raposa, o gato-bravo e o javali, o gaio, a águia redonda, a lebre e o esquilo, que fazem o deleite de quem percorre os seus 10km. O segredo será fazer este trilho no tempo que a sua observação e a sorte o ditarem.

PR10 – Margens do Neiva

Este percurso Inicia-se junto à antiga Escola Rodrigues de Faria, hoje junta de Freguesia e Centro Cultural, onde podemos apreciar no seu interior as belas pinturas sobre azulejo, saídas das mãos de Jorge Colaço. Depois, será errar por entre campos até ao rio Neiva, onde iremos ouvir sempre os sons das suas águas e de todo ambiente que este criou, ao rasgar os xistos e granitos que hoje servem-lhe de berço. Pontualmente somos brindados por antigas azenhas e moinhos, que outrora laboravam e geravam a economia local.

Retratos de outros tempos também, onde a religiosidade movia o calendário popular, as capelas, alminhas, nichos e igrejas, são sempre bonitos locais, alguns cheios de histórias, lendas e tradições, que nos fazem parar para respirar e retemperar forças, num trilho suave mas ligeiramente longo.

Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Sem turismo religioso, Abadiânia (GO) investe em atrações ao ar livre

Próxima Publicação

Xandy Novaski: cantor Thalles Luna lança o EP ‘Movimento’

2 Comentários

  • I think other site proprietors should take this web site as an model, very clean and great user friendly style and design, let alone the content. You’re an expert in this topic!

  • I do consider all the concepts you’ve presented on your post.
    They are very convincing and can definitely work.
    Nonetheless, the posts are too quick for starters.
    May you please prolong them a little from subsequent time?

    Thanks for the post.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.