Conheça algumas curiosidades sobre a Estátua da Liberdade

A Estátua da Liberdade é, sem dúvida, o maior símbolo dos Estados Unidos. Apesar de ser um dos monumentos mais famosos do mundo, muitas pessoas não sabem maiores detalhes sobre a história da estátua.

Construída ainda no século 19, no ano de 1884. Ela representa a Deusa Romana da Liberdade, conhecida como Libertas, e segura uma tocha e uma tábua de leis com o dia 4 de julho gravado, dia da Independência dos Estados Unidos.

Presente que os franceses deram aos americanos por terem vencido uma batalha contra os ingleses, a Estátua da Liberdade foi projetada e construída na França pelo escultor Frederic-Auguste Bartholdi, com auxílio de outros engenheiros e arquitetos. Nos pés da estátua, um poema da americana Emma Lazarus mostra a angústia e ansiedade que os americanos ficaram durante a guerra contra os ingleses.

Para chegar aos Estados Unidos, ela foi separada em 350 peças diferentes e transportada por barco. Essa viagem levou mais de um ano para ser feita e os Estados Unidos só inauguraram a Estátua no ano de 1886.

Seu nome original é “Liberdade Iluminando o Mundo”.

A Estátua tem 93 metros de altura, sendo que o pedestal em que ela está tem quase metade disso, e pesa incríveis 160 toneladas. Ela ocupa uma área de 49 mil metros quadrados. Outros números curiosos: o nariz dela mede 1,37 metros e o dedo indicador 2,5 metros.

São 354 degraus que levam até o topo da Estátua. Simplesmente o que equivale a 22 andares. Pode parecer cansativo, mas vista recompensa.

A estátua e o fogo sempre aceso representa a liberdade do povo. A coroa tem 25 janelas, que significam as joias preciosas encontradas na terra. Os sete raios representam os sete continentes e os sete mares do mundo. Nos pés da estátua, um poema da americana Emma Lazarus mostra a angústia e ansiedade que os americanos ficaram durante a guerra contra os ingleses.

A Estátua recebe entre 3 ou 4 milhões de visitas por ano. Importante para os norte-americanos, a Estátua da Liberdade é também considerada um Património Mundial da UNESCO. Desde 2007, é considerada uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo.

Publicação Anterior

Metéora: os impressionantes mosteiros em cima de penhascos na Grécia

Próxima Publicação

André Conrado: Manaus, a capital da riqueza sem fim! Parte 2

116 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.