Palácio dos Esportes, em Salvador, vai virar hotel

Ao lado da estátua de Castro Alves, no Centro Histórico de Salvador, e de frente para a Baía de Todos-os-Santos, o Palácio dos Esportes, pertencente ao Estado da Bahia, será vendido para dar lugar a um novo empreendimento turístico. O projeto de lei, que prevê a alienação do imóvel, foi aprovado na Assembleia Legislativa, em sessão realizada ontem (11), e segue para a sanção do governador Rui Costa.

De acordo com o secretário de Turismo do Estado, Fausto Franco, após a publicação da anuência do governador, o prédio passará por licitação pública nos moldes da Lei Estadual de Licitações (9.433). Somente devem participar do certame empresas interessadas na aquisição do imóvel para a criação de empreendimento turístico. “Isso vai colaborar com a implantação de um polo de luxo na área central de Salvador, juntando-se aos vizinhos Fera Palace e Fasano e valorizando o conjunto arquitetônico e cultural do Centro Histórico”, explicou Franco.

Exemplar da art déco, o Palácio dos Esportes foi inaugurado em 1930, no lugar do Theatro São João (incendiado em 1923), e ocupa área de mais de 1,6 mil metros quadrados, em uma das regiões mais visitadas da capital baiana.

Publicação Anterior

No verão de 2021, o novo museu Hans Christian Andersen será inaugurado na Dinamarca

Próxima Publicação

A advogada Milena Wydra e a nova lei contra maus tratos dos animais

181 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.