André Conrado: Belém do Pará, a alegria e beleza da cidade morena! Parte Final

Ilha de Marajó séc XVIII - credito Jose Joaquim Freire - Braziliana Fotografica

A exótica Ilha de Marajó

Ilha de marajó - séc XX - Arquivo Narcional

No último capítulo desta rica viagem, convido a todos a embarcarem rumo a uma bela e exótica ilha.

De clima ameno e ventilado, a gigantesca Ilha de Marajó esconde mistérios que vão além da paisagem. Situada no extremo norte do Brasil entre as cidades de Belém e Macapá, a ilha é cercada pelas águas dos rios Amazonas, Tocantins e pelo oceano Atlântico, o que torna a viagem até a ilha uma extraordinária aventura.

Marajó é a maior ilha fluviomarinha do mundo e um dos santuários ecológicos mais preservados da Amazônia. Com paisagens exóticas, centenas de praias desertas, pântanos, igarapés e muitos búfalos em toda parte, a ilha faz parte de um arquipélago que compreende 2.500 ilhas e ilhotas espalhadas na foz do rio Amazonas. É um cenário perfeito para quem deseja desvendar um pedaço quase intacto da Amazônia. 

Das proximidades de Belém, saem barcos e balsas rumo à ilha. Devido à enorme dimensão da ilha, superior a 40.000 km2, há muitas cidades além de pequenos vilarejos entre as matas, rios, campos, mangues e igarapés. O lado leste a ilha é coberta por savanas e o lado oeste pelas florestas.

Salvaterra é o porto de chegada e Soure é considerada como capital por ser onde vive a maior parte da população e onde estão os melhores hotéis e restaurantes. Há outras cidades, como Cachoeira do Arari, Ponta de Pedras, Muaná, dentre várias outras, cada uma com seu encanto.

Foto da Praia Grande da Salvaterra - atual - Domínio Público
Foto cidade Soure - entrada atual - Domínio Público

O belo cenário natural da ilha serviu de inspiração para músicos, poetas e cineastas que se encantaram com suas paisagens. É impressionante a extensão de algumas praias, como a Praia do Pesqueiro em Soure que possui muitas dunas e coqueiros sendo a preferida por moradores e turistas. Na maré baixa a faixa de areia até o mar chega a 1 km.

A Praia do Goiabal é onde as garças solitárias pescam à beira-mar. Situada dentro da Fazenda São Jerônimo, o lugar é tão paradisíaco que ali foram gravadas cenas de uma novela. Passando pela Fazenda Araruna, depois de atravessar um rio chega-se à praia de Barra Velha. No caminho desfilam búfalos, garças e guarás. 

A Praia Grande em Salvaterra é uma das mais procuradas durante o verão. Cercada por coqueiros, uma atração do lugar é o farol. Há também as praias Água Boa e Joanes, também conhecida como Monsarás, que atrai muitos turistas devido às ruínas de uma igreja construída pelos jesuítas no século 17.

A pororoca

magem da Pororoca - Domínio Publico

Soure e Salvaterra são as cidades mais conhecidas por estarem mais próximas de Belém, mas a Ilha de Marajó oferece muito mais. A ilha é um local excelente para pescar e também é um lugar de muitas emoções para quem gosta de praticar esportes radicais.

O surf na pororoca atrai muitos esportistas, que vão até Marajó para deslizar sobre as ondas que se formam quando o rio enfrenta o mar. Considerada como um dos maiores espetáculos da natureza, dizem que alguns minutos antes da pororoca chegar há uma calmaria, um momento de silêncio. As aves se aquietam e até o vento parece parar de soprar.

Quando a pororoca se aproxima com seu barulho ensurdecedor; os caboclos já sabem e rapidamente procuram um lugar seguro como enseadas ou mesmo os pontos mais profundos dos rios para aportar suas embarcações. Se a canoa estiver na “baixa-mar” onde a pororoca bate furiosa e barulhenta, destrói a canoa e leva tudo consigo junto com as árvores das margens do rio.

Existem várias explicações para o fenômeno, porém a principal consiste na mudança das fases da Lua Nova e da Lua Cheia, principalmente nos equinócios quando o Sol está alinhado ao Equador. O surdo ruído semelhante a um trovão e ouvido a quilômetros de distância, deu origem ao nome Pororoca definido pelos índios da região com a expressão onomatopaica: poroc-poroc…

O fenômeno natural, que conjuga beleza e violência no encontro das águas do mar e do rio, acontece nos estuários rasos de todos rios que desembocam no golfo amazônico, mas principalmente na foz do grandioso e imponente rio Amazonas. Dizem que as ondas mais fortes ocorrem entre setembro e março.

Ponta das Pedras

Em uma viagem de barco pelos rios podem ser apreciados os encantos da região com suas trilhas misteriosas que convidam a um passeio inesquecível. A Baia de Marajó concentra uma intensa navegação de barcos grandes e pequenos que seguem para diversos locais da ilha. Um desses lugares Ponta das Pedras, que tem uma bela praia margeada por coqueiros e um calçadão com desenhos marajoaras.

Foto do calçadão Marajoara - atual - Domínio Público

Cachoeira do Arari

Na antiguidade Marajó foi habitada por nações indígenas de cultura bem avançada que produziram uma arte de considerável beleza plástica e renome chamada genericamente de arte marajoara. A argila em abundância era usada pelos indígenas na produção de cerâmicas deixando registradas suas inconfundíveis características em desenhos simétricos.

Os índios marajoaras, também conhecidos por nheengaíbas, desapareceram antes da chegada dos colonos portugueses. Em 1871 dois pesquisadores descobriram antigos artefatos e publicaram um artigo numa revista científica, revelando ao mundo a então desconhecida cultura marajoara. Através de outras pesquisas descobriu-se que os índios marajoaras construíam suas casas sobre morros artificiais para se proteger das inundações.

Foto das antigas ceramicas Marajoaras - Museu de Marajó

Escavando esses morros, os arqueólogos encontraram vasos, urnas, tigelas e outras peças de cerâmica feitas com argila cozida e envernizada dando-lhe um aspecto lustroso. O acervo marajoara pode ser visto no Museu do Marajó situado na pequena cidade de Cachoeira do Arari, onde os grafismos marajoara estão presentes em toda cidade.

Fazendas de Marajó 

Os passeios pelas inúmeras fazendas abertas aos turistas levam ao contato com a natureza. A riqueza da fauna nessa região é inacreditável e as encantadoras revoadas de pássaros contrastam com a paisagem. As mais visitadas são: Fazenda Araruna, Fazenda Bom Jesus, Fazenda São Jerônimo, Fazenda Sanjo, Fazenda Camburupy. 

Nas fazendas há trilhas com pontes sobre os manguezais, passeios de canoa, passeios de búfalos, caminhadas, cavalgada na praia, percursos de charrete, banhos nos igarapés, focagem de jacarés e pesca de piranhas. O tipo de passeio é definido pela época dos campos secos ou pelas terras alagadas. 

Foto fazendas Turisticas Ilha de Marajó - Soure - Fazenda São Jerônimo

Também pode-se hospedar em algumas fazendas. Com uma grande variedade de pássaros, é interessante observar os guarás, uma ave típica que tem as penas vermelhas por alimentar-se do crustáceo sarará que contém alto teor de de betacaroteno. Também pode-se ver as magníficas garças azuis que estão em extinção, encontrar macacos, jacarés, bichos-preguiça e é claro, búfalos.

Mauná 

Bem próximo de Ponta das Pedras, está Mauná.  A cidade conserva uma autêntica essência cultural da Amazônia. Perto da orla de Mauná está a Ilha da Pescada e outras duas ilhas paradisíacas e selvagens: a Ilha Palheta e a Ilha do Mandií. Na misteriosa Ilha da Palheta há um palacete e um engenho centenário onde os escravos do século 19 produziam açúcar, álcool e cachaça.

Foto do antigo Palacete da Ilha de Palheta - Domínio Público

Durante o Festival do Camarão de Muaná os turistas lotam o Camaródromo para assistir as apresentações de várias bandas, mas principalmente para degustar o sabor único da culinária muanense, como o camarão no bafo e as muquecas de camarão ao som dos ritmos de Marajó….

A alegria dos ritmos

Dança Tipica do carimbó - Domínio Público

Os ritmos de Marajó são contagiantes e uma das tradições da cultura marajoara é o Carimbó e o Lundu, uma dança autêntica da região cujos passos foram inspirados em manifestações de origem africana e indígena. Com um batuque vibrante, as moças com suas saias amplas e acompanhadas de seus pares promovem um espetáculo de dança chamando todos para a roda do Carimbó.

Carimbó na língua indígena significa pau ôco, ou seja, um pau que produz som. A dança e o ritmo teve início com os antigos escravos da época colonial, que se divertiam nas fazendas buscando sons nos tambores e instrumentos feitos de material natural da floresta. Com o tempo foram sendo adicionados outros instrumentos ganhando influências do merengue.

Fontes: 

UFPA

Arquivo Nacional

Museu do Marajó

Instituto Moreira Salles

Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Rio de Janeiro reabre palácios para visitação aos sábados

Próxima Publicação

Aquabeat: maior parque aquático de Minas Gerais será inaugurado em 2022

21 Comentários

  • ANDRÉ!!! MUITO BONITA A ILHA DE MARAJÓ!!!! GOSTEI MUITO DA REPORTAGEM!!! PARABÉNS!!!!!!

  • Hi there very cool web site!! Guy .. Excellent .. Amazing .. I will bookmark your blog and take the feeds also…I am satisfied to find a lot of helpful info right here within the put up, we need develop extra techniques on this regard, thanks for sharing. . . . . .

  • I am really enjoying the theme/design of your blog. Do you ever run into any browser compatibility problems? A number of my blog readers have complained about my site not operating correctly in Explorer but looks great in Safari. Do you have any ideas to help fix this problem?

  • Adorei a reportagem me deu até vontade de conhecer. Beijos

  • Hello all, here every perszon is sharing such
    know-how, so it’s pleasant to read this website, and
    I used too ggo to see this website daily.

  • Que riqueza esta matéria!! Marajó é um sonho que pretendo realizar! Que presente lindo estas semanas sobre Belém e entorno!

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is essentially a online game where you can do anything you want. SL is literally my second life (pun intended lol). If you want to see more you can see these second life websites and blogs

  • This was awesome! I would like you to clean up all this spam though

  • I don’t know about you people but I love airplanes. I had a friend in highschool that loves airplanes, so here are some airplane related stuff I don’t know about you guys but I love airplanes. I had a friend in highschool that loved airplanes, so here are some airplane related stuff https://www.airlinereporter.com/2008/08/tsa-grounds-9-planes-but-not-for-the-reasons-you-might-think/

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a video game where you can do anything you want. Second life is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these Second Life authors and blogs

  • I don’t know about you guys but I love airplanes. I have a friend in highschool that loved airplanes, so here are some airplane related stuff I don’t know about you guys but I love airplanes. I had a friend in highschool that loved airplanes, so here are some airplane related stuff https://www.airlinereporter.com/2010/06/video-and-pictures-of-boeing-787-dreamliner-za005-first-flight/

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is essentially a online game where you can do anything you want. Second life is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these Second Life authors and blogs

  • I don’t know about you all but I am obsessed with airplanes. I have a friend in highschool that loved airplanes, so here are some airplane related stuff I don’t know about you guys but I love airplanes. I had a friend in highschool that loved airplanes, so here are some airplane related stuff https://www.airlinereporter.com/2009/08/exclusive-interview-flight-attendent-on-crashpads/

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a video game where you can do anything you want. SL is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these second life websites and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a online game where you can do anything you want. SL is literally my second life (pun intended lol). If you want to see more you can see these Second Life articles and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a online game where you can do anything you want. SL is literally my second life (pun intended lol). If you want to see more you can see these sl authors and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is essentially a online game where you can do anything you want. sl is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these sl authors and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is essentially a video game where you can do anything you want. sl is literally my second life (pun intended lol). If you want to see more you can see these sl websites and blogs

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a game where you can do anything you want. Second life is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these Second Life authors and blogs

  • This was awesome! I would like you to clean up all this spam though

  • Have you ever heard of second life (sl for short). It is basically a video game where you can do anything you want. Second life is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these Second Life articles and blogs

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.