Viagem minimalista propõe mala menor e mais experiências

Para muita gente, fazer longas viagens é sinônimo de excesso de bagagem no aeroporto e horas passadas dentro de lojas para comprar lembrancinhas. 

Atualmente, porém, é grande o número de viajantes que buscam o oposto de tudo isso. São pessoas que gostam de fazer o chamado “turismo minimalista”, em que a leveza das bagagens é vista como algo libertador, a valorização do tempo é quase sagrada e no qual são mais importantes as experiências imateriais vividas na estrada do que o consumismo em shoppings, outlets, tendas de souvenires e afins.

Para falar sobre viagem minimalista, devemos primeiramente entender o conceito de minimalismo, que para mim se resume em uma frase: ‘eliminar todos os excessos e focar somente no essencial.

O foco é otimizar a mala para não ter que carregar nada desnecessário e conseguir ter uma mobilidade legal para curtir todos os passeios planejados. Entre os benefícios de uma viagem minimalista, é que, sem se preocupar com menos coisas para levar, a viagem será muito mais leve e libertadora.

Primeiramente, pense em uma mala ou mochila ideal para a quantidade de dias que você ficará fora. Depois, monte os ‘looks’ que irá utilizar antes mesmo da viagem, separando-os por dia e evento. Assim, fica mais fácil quando tiver que organizar as roupas no hotel ou local em que ficará hospedado. Se houver a opção de lavar as roupas durante a viagem, fica mais fácil ainda, pois isso possibilitará uma mala menor. E, por fim, otimize. Para que levar um vidro inteiro de perfume ou um kit completo de maquiagens na mala? Ou carregar, ao mesmo tempo, uma câmera digital e um celular?

Viajantes minimalistas também se preocupam, por exemplo, com o consumo sustentável no destino visitado e com os impactos que causam naquela comunidade. Muitas vezes, opta por conhecer um menor número de cidades ao longo do trajeto, para passar mais tempo em cada um dos locais e, assim, vivenciar experiências genuínas que levará para sempre consigo. Além disso, não compre lembrancinhas. Da viagem, traga fotos, memórias e histórias. Para isso, o ideal pesquisar o preço das refeições e passeios antes da viagem acontecer. E estudar antes sobre cada destino a ser visitado. 

Planeje com carinho cada viagem! 

Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Kênia Esteves entrevista Vinicius Parracho, o vereador raiz do Extremo Sul da Bahia

Próxima Publicação

Cap Amazon expande portfólio no Tahiti com novo resort de luxo

123 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.