Dois destinos surreais na Ásia. Confira!

Houtouwan Imagem: Chen Yongjian

A vila de Houtou Wan perdeu seus habitantes a partir dos anos 1990 e, após entrar em estado de abandono, foi literalmente engolida pela natureza. Por isso, as encostas da ilha chinesa de Chengshan poderia ganhar o título de cidade fantasma mais verde do mundo. 

No passado, o local abrigou uma comunidade de pescadores que somava milhares de pessoas e tirava seu sustento do mar que banha Chengshan. 

Há aproximadamente 30 anos, a atividade da pesca entrou em declínio econômico na ilha, fazendo com que Houtou Wan fosse abandonada por quase todos os seus moradores (que foram buscar sustento em centros urbanos maiores da China, como Xangai, que fica a cerca de 70 quilômetros de distância).

Sem quase nenhum humano restante para fazer a manutenção da área, a natureza tomou conta. Trepadeiras começaram a forrar as paredes e telhados das casas locais e, atualmente, muitas destas construções se encontram completamente cobertas por uma espessa camada verde. 

Do outro lado do mar, outro local fantasma 

Hashima Imagem: Getty Images

Também na Ásia, mais precisamente no Japão, existe mais um lugar fantasma rodeado pelo oceano e que é de interesse turístico. Trata-se da ilha de Hashima, que foi abandonada nos anos 1970, quando uma mina de carvão que existia em seu território (e que empregava grande parte dos moradores locais) foi desativada. Hashima, que tem 6,3 hectares e chegou a abrigar mais de 5.000 habitantes, é marcada por prédios cinzentos, que hoje se encontram em situação de abandono e apresentam um aspecto assustador. 

Não à toa, seu apelido em japonês é Gunkanjima (a Ilha do Navio de Guerra), pois, vista de longe, com seus edifícios amontoados e cercados pelo oceano Pacífico, a ilha realmente lembra uma embarcação bélica. 

Este lugar também virou atração turística e começou a ser visitado por viajantes a partir da cidade de Nagasaki.

Publicação Anterior

Resort de Ohai Nazaré em Portugal reabre com novidades

Próxima Publicação

Coleção ‘Lisboa Criativa’ será lançada na programação do Dia Mundial da Criatividade

574 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.