Ricardo Milan aborda a Temperatura Ideal para seus Vinhos e Espumantes

Quais as diferenças entre elas?

Todo apreciador sabe que a bebida é super sensível e que é muito importante guardar os rótulos em um ambiente controlado e seguro. Afinal, a temperatura, a umidade, a vibração e a iluminação podem ser grandes Vilões do VInho

Mas, quando o assunto é temperatura, muitas pessoas ainda confundem as temperatura de armazenamento e temperatura de serviço e acabam achando que eles são a mesma coisa. 

Bem, no artigo de hoje eu vou acabar de uma vez por todas com este mito!! Quer conhecer mais sobre as diferenças entre a temperatura de armazenamento e a temperatura de serviço? Então vem comigo!

 

Temperatura de armazenagem

A temperatura de armazenagem é a temperatura em que suas bebidas devem ser guardadas. Simples assim. 

De modo geral, é importante que os vinhos sejam guardados em ambientes sem grandes variações de temperaturaO ideal é que as garrafas estejam armazenadas em lugares que mantenham uma temperatura entre 14ºC e 17ºC.

Um dos erros mais comuns é achar que a temperatura de armazenamento varia de acordo com o tipo de vinho. Isso está errado!

Os vinhos, de forma geral, precisam de um ambiente com uma temperatura estável sem muitas oscilações. Isso já garante que o vinho poderá ser aproveitado em toda sua plenitude.    

O vinho branco, por exemplo, deve ser servido entre 6°C e 12°C, mas isso não significa que ele precisa ser armazenado nesta temperatura. Claro, se ele for guardado assim, será mais cômodo, pois você poderá serví-lo diretamente da adega para a taça.

Mas, é muito importante lembrar que se você pretende guardar o rótulo por mais de 6 meses, é essencial deixá-lo na temperatura de armazenamento (14ºC a 17ºC), para que ele possa evoluir corretamente. 

É importante lembrar que em um país tropical como o Brasil, com clima quente, úmido e com variações constantes entre quente e “frio”, a adega climatizada é essencial para manter os seus rótulos seguros. 

 

Temperatura de serviço

A segunda temperatura importante no universo dos vinhos é a temperatura de serviço, ou seja, a temperatura ideal para servir o vinho. Nessa temperatura, a bebida apresentará a melhor expressão em aromas e suas características gustativas, como acidez, taninos e álcool.

É uma temperatura muito importante a se ter em conta, pois diferentes tipos de vinhos possuem diferentes temperaturas de serviço, que impactam muito na sua experiência com a bebida. 

O vinho tinto, por exemplo, quando é servido em temperaturas inferiores à ideal, o aspecto relacionado aos taninos da bebida pode se mostrar mais evidente, provocando uma sensação desagradável nas papilas gustativas

Abaixo, eu separei as temperaturas recomendados para a degustação de alguns dos principais tipos de vinho. Conheça: 

Espumantes e Brancos doces: Temperatura ideal em 6°C.

Brancos: Entre 6°C e 12°C.

Rosés: Temperatura ideal em 8°C.

Tintos leves: Entre 14°C e 16°C.

Tintos encorpados e Fortificados: Entre 16°C e 18°C.

Publicação Anterior

Qatar Airways terá 2 voos por dia entre São Paulo e Doha

Próxima Publicação

Sonia Belart aborda Lisboa na primavera com novos ares

563 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.