JEYCOW FERRAZ APRESENTA BAGA - UMA ESTRELA DO MUNDO

Mais que um nome de peso dentro da Cultura LGBTQIA+ Soteropolitana, BAGAGERYER SPILBERG é uma verdadeira lenda viva da Arte Transformista.

Nascido, André Luis Sousa e Silva, o país recebia ali aquele que viria a se tornar um dos maiores, senão o maior, ativista de militância e resistência da Diversidade Nacional, e porque não, mundial.

Uma voz que não se cala e representa a fala de muitos.

Uma postura social que inspira.

Uma conduta agregadora.

Um recordista de grandes sucessos nos formatos de Concursos de Beleza, dentro do universo transformista.

 
Créditos: Genilson Coutinho

Ator Transformista, Apresentador e Produtor de Eventos no segmento da pluralidade do ser e existir, Baga, como carinhosamente é chamada pelos amigos, fãs e seguidores de seu trabalho, começou a carreira nos palcos imitando Divas da nossa MPB como, Alcione e Maria Bethânia, essa, à quem tem completa devoção e estima. 

Créditos: Acervo Pessoal

Dona de uma presença marcante sob as luzes dos holofotes voltadas para si, tamanha a sua inebriante presença cênica que irradiava à todos, foi exatamente em 1995 quando assumiu o comando, do hoje consagradíssimo, Miss Bahia Gay, foi o verdadeiro passaporte de um estrelato ainda maior, pra si e para tantos meninos que sonhavam com a oportunidade de pisar numa passarela e mostrar que, o que nos “difere” também pode gerar encanto e magia aos olhares mais exigentes. E assim, Baga assume a batuta se tornando uma das maiores realizadoras de Concursos de Misses Gay.

Créditos: Genilson Coutinho

Edição após edição, seus eventos ganham mais espaço, mais notoriedade, e, como se isso ainda fosse possível, mais sucesso, movimentando os quatro cantos do Brasil, fazendo de Salvador, por alguns dias, uma espécie de Confederação de Personalidades que aportam no aeroporto vindas de todos os estados e até do exterior, minuciosamente recebidas sob o calor e hospitalidade dessa que orgulhosamente tem, além de tudo, o título de DIVA GAY DO BRASIL.

André (Baga), Contabilista por profissão, em determinado momento de sua vida escolheu dedicar-se exclusivamente ao Showbiz, e desde então, o palco o escolhe todos os dias, e Baga não se repete; inova, cria, recria, se refaz, se reinventa, e permanece por décadas ocupando um lugar privilegiado de destaque, por seu empoderamento transformista, pela sua essência e por sua conduta como cidadão e como ser humano.

 

Assistir Bagageryer Spilberg é fazer uma viagem atmosférica, é revisitar os áureos tempos dos Teatros de Revista, e se deslumbrar. Existe ali, um vanguardismo ao mesmo em instante que existe um contemporrânealismo, e isso, com certeza, é um fator perceptível que faz de Baga uma artista única, atemporal, irretocável e soberana.

Desbravador de seus próprios horizontes, o ator ultrapassa os limites daquilo por vezes sonhado, ressignifica o convencional, abre as portas do inexplicável e chega aonde poucos até hoje chegaram, prova disso foi apresentar o renomado PRÊMIO BRASKEM, no tradicional Teatro Carlos Gomes, na Bahia de todos os Santos.

Detentor de vários prêmios, no auge de sua carreira, Baga celebra em 2021, 35 Anos de Carreira. Na bagagem, 27 Anos de Concursos que são incontestáveis sucessos: Miss Bahia Gay, o concorridíssimo Miss Brasil Gay (Versão Bahia), entre outros.

E assim é Bagageryer…Onde chega acontece, onde toca vira ouro.

De certo sua trajetória possa ter tido vários percalços inevitáveis, mas uma coisa é fato, todos eles não prosperaram, diante da história de vida e de arte construída com muita dignidade e de modo avassalador, por Baga.

Salve a Bahia.

Salve Salvador.

SALVE BAGA, DO MUNDO!

Seu Mantra:

“Amar a Deus sobre todas as coisas.”

 

Publicação Anterior

David Reis apresenta Mostra Internacional Viagem Ancestral • Inédita no Brasil

Próxima Publicação

Franklin Bressane aborda O papel da empresa e suas relações

547 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.