Sonia Belart apresenta: Convento de Alpendurada

Convento de Alpendurada, do glamour ao abandono.

   O Convento de Alpendurada localizado em Marco de Canaveses, região norte de Portugal, fica  inserido em um terreno de 50 hectares, as margens do Rio Douro, foi fundado no seculo XI, erguido pela Ordem Beneditina de propriedade de D.Teresa de Leão, no qual passou a seu filho D.Afonso Henriques, primeiro rei de 🇵🇹,  mas permaneceu na posse dos Condes de Alpendurada até 1926.
O convento foi adaptado para um luxoso hotel de elevado valor  patrimonial e histórico, em estilo medieval, conservando seus 40 quartos, todos com suites, janelas namoradeiras, vistas deslumbrantes para o Douro. Podia- se desfilar pelas diversas salas decoradas com requinte e contava com um belíssimo restaurante  panorâmico, onde se realizavam eventos dos mais  luxuosos, pois conservava a beleza e riqueza numa fascinante austeridade com influências romanicas e moçarabes; considerado por alguns arqueólogos  como único no mundo. Era equipado com academia de gisnástica, sauna,  cais, ancoradouros fluviais privados, jardins, piscina com casa/bar de apoio e diversos miradouros. O terreno é composto por uma vasta fauna que permeia o local. É banhado pelas doces águas dos Rios Douro e Tâmega. A paisagem natural conta com a exuberante beleza das Serras Aboboneira e das Montedeiras; vale salientar os locais arqueológicos com toque especial para a cidade romana de Tongobriga. Faz parte da região que integra a rota do vinho e a rota  do românico. Previa – se a construção de um spa, um campo de golf, um heliporto e um eco resort; mas todo esse projeto foi posto de lado com o falecimento do dono há dois anos, que tinha um apreço inestimável pelo local, e que consequentemente foi herdado. Os herdeiros o colocaram a venda  por uma fortuna avaliada em torno dos 75 milhões de euros e nunca mais retornaram ao lugar ; segundo o segurança local, desde então se encontra em completo abandono até que alguém o compre e o faça renascer com todo o seu esplendor.

 
Fotos: Sonia Belart e Internet
Compartilhe nas redes sociais
Publicação Anterior

Guilherme Marques apresenta: O artigo esporte

Próxima Publicação

Na coluna de David Reis: Ministério do Turismo homologa tombamento do Centro Histórico de Manaus

130 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.