Jeycow Ferraz apresenta Paula Goodarth - Uma GATA DE VISON Atemporal.

Praça XV, palco de muita história do Rio de Janeiro, há algumas décadas atrás, o choro de nascimento de um saudável menino soava pelos corredores da lendária Maternidade Pro Matre, fundada em 1° de Abril de 1918. Filho de uma batalhadora mulher e profissional da área da saúde, nascia o protagonista deste editorial para juntar-se aos seus mais três irmãos, na busca incessante por uma vida com DIGNIDADE.

Senhoras e Senhores, Miss PAULA GOODARTH.

Criado no tradicional bairro carioca de Cascadura, lá viveu com sua mãe, seu pai e seus irmãos até aos 13 anos. Foi quando aconteceu a ruptura do casamento de seus pais, e daí em diante, seguiram com sua mãe para viver sob uma nova perspectiva… Dificuldades se faziam presentes nesse momento, porque além das adversidades logísticas da separação, eram muito pobres e advindos de uma origem consideravelmente humilde.

Mas nada poderia parar o transcurso de uma história que já havia sido escrita pelo universo, para ser contada com as pompas das glórias, de um vitória alcançada com as gotas do suor da superação.

Desafios encarados e sua irmã emprega-se. 

As coisas começam a clarear. 

O breu já não mais é predominante, e um feixe de luz vem com a migração da Família Goodarth para o bairro Largo do Machado, outro tradicional e emblemático reduto carioca.

Estavam ali, diante do novo, em uma Kitinete que era ocupada além de pela sua mãe e seus irmãos, por uma atmosfera de resiliência e fé inabaláveis.

Os vínculos empregatícios alcançavam os demais membros da família, e, tendo sido dispensado dos Serviços Militares, por excesso de Contingentes, nosso protagonista  obtém seu primeiro emprego como Office-Boy em uma empresa Sueca chamada SKF Rolamentos. 

E foi à luta. E foi à vida.

O rapazinho se via e se reconhecia diante diante do mundo, visitava suas fragilidades, descobria suas fortalezas internas, conversava com seu próprio eu. Em seu íntimo, percebia e aceitava as preferências sentimentais que pairavam seu coração. O sentir amor pelo seu semelhante sexual não lhe diferia de ninguém, mas o tornava único em sua essência, e ele sabia disso.

Havia um horizonte à ser descortinado, uma batalha à ser travada, e ele estava pronto para isso.

Destemido, seguia bravamente em seus objetivos. 

Nos degraus da vida vieram empresas como a Tecidos Novaes Indústria de Confecções. 

Galgou mais um degrau, e chega à Corretora de Valores Cash, localizada na Avenida Rio Branco, símbolo da resistência histórica fluminense.

Se destacar foi inevitável, e o ingresso no Mercado Capital era cada vez maior.

A vida decolava!

Os vôos lhes eram seguros e compensatórios pelas turbulências já superadas em momentos tempestuosos. 

Era hora de receber o sol em todo seu explendor.

Goodarth chega na imponente e cobiçada Bolsa de Valores Carioca.

Paralelo a isso, era o auge dos encontros gays, dos grupos de amigos que se reuniam para compartilhar vivências, e Paula tinha os seus, ali, embaixo do Edifício Central, para reuniões onde eram servidas fartas gargalhadas e um vasto cardápio, de assuntos sem fim sobre posicionamento social, respeito e empoderamento da Diversidade, tudo fluía para o brinde futuro à um nome de peso que se criava no mundo gay, e Goodarth mal poderia prever.

Um momento marcado pela descoberta do seu primeiro amor, mas, o grande amor da sua vida ainda estaria por vir…

Consolidado no mercado da Bolsa de Valores, seguiu para morar sozinho. Comprou sua casa no bairro de Jardim Clarice em Jacarepaguá, era a conquista de uma trajetória onde nunca lhe faltou esperança por dias melhores.

Entra em cena, a chegada de sua grande amiga que desde então a acompanha fielmente, e juntas formam hoje um dos elos mais lindos do cenário GLS carioca; SAMANTHA ALLUCARD.

Foram morar juntas e, embora Samantha já tivesse adquirido sua própria casa também, tamanha era a sintonia entre as duas que optaram por vivenciar as experiências de vida, como duas irmã geradas pela gestação do universo.

Dessa parceria, Goodarth conhece através de Allucard, o grande amor de sua vida, hoje já não mais entre nós, vítima de um infarto.

Foram 10 anos de relacionamento, até que, o amor não deixou de existir mas transformou-se.

Seu então companheiro, decide pôr um fim na relação ao se apaixonar e se envolver com a vizinha da casa da frente onde moravam. A tristeza de Goodarth era profunda, a depressão se fez presente, mas era preciso forças pra reagir, e elas vieram de amigos próximos.

Aconteceu aí um divisor de águas em sua cabeça. Seu interior se transformara e eis que, decide começar a fazer uso de hormônios para se feminilizar.

As idas às Boates seguiam frequentes e a paixão pelos Shows começavam a fazer seu coração pulsar mais forte.

 

Seu “Debut” artístico aconteceu no extinto e inesquecível Boêmio, na “Buzina da Laura de Vison”

Laura gostou tanto de Goodarth em cena que logo começaram a trabalhar juntas, até que um dia foi convidada para conhecer a Turma OK. Na época sob a Presidência de Mimosa Keer, Paula chegou e abalou.

As luzes dos holofotes do Clube Gay mais antigo do mundo se acendiam para reverenciar a magnitude de seu talento. 

Surge o Projeto que dentro de alguns dias Goodarth traz de volta aos palcos, dessa vez no consagrado Teatro Vanucci; GATA DE VISON – O Musical.

Nesse projeto, sempre era homenageado uma personalidade famosa e com isso, a notoriedade sócio-cultural era adquirida em larga escala por miss Paula Goodarth.

Entra em cena, o genial e competente Diretor, Ator e Multifacetado FERNANDO RESKI.

Reski pega Goodarth pela mão e a leva para os melhores e maiores palcos. O ShowBiz lhe era apresentado da forma mais grandiosa, pelo melhor padrinho que pudera ter.

Devido ao conhecimento alcançado e ao status positivo atingido dentro das Artes, Goodarth é indicada a entrar numa “Chapa”, pelo Presidente na época, JORGE COUTINHO, para compor a Diretoria do Sindicato dos Artistas, há aproximadamente seis anos atrás.

Sempre atenta às causas sociais, os projetos ganhavam Visibilidade em parceria com a Casa dos Artistas, Teatro João Caetano, Teatro Cacilda Becker, Teatro Carlos Gomes, e até bem uma Obra Social para crianças com câncer da Instituição AMICA.

Visionária, ela não pára…

Sua Feijoada VIP da Paula Goodarth é um sucesso aguardado por toda classe artística sempre após o Carnaval.

As Adversidades do início da vida com seus irmãos e sua mãe, foram vencidas.

As decepções amorosas, só lhe lapidaram como ser humano.

A Imersão profissional no Mercado Capital de Valores, só trouxe-lhe valores inimagináveis.

As Amizades a tornaram mais grata ao universo.

E o sucesso tornou- mais obstinada.

Paula Goodarth é um sinônimo brilhante de unanimidade, e nesse caso, a unanimidade não é burra, é sábia e sabe o que valor dos aplausos que essa nossa GATA DE VISON, merece.

Publicação Anterior

PIAS: A ALDEIA QUE SE ANINHA NO VALE ENCANTADO DO BESTANÇA

Próxima Publicação

Cláudia Pamplona: A Importância da Segurança Pública e o Mundo dos Negócios – Parte II

5.734 Comentários