KENIA ESTEVES - HILDA ABREU o brilho e a ESSÊNCIA do JORNAL do SOL.

Olá amigos!
Dizem que remetemos aos nossos business , o perfil que nos é presenteado por DEUS.
Assim é HILDA ABREU ; idealizadora e editora chefe do JORNAL do SOL.
Um jornal que há 30 anos reporta , com veemência tudo o que acontece no Extremo Sul da Bahia.
Linda, de mente rápida, dinâmica e iluminada por natureza. O que me fez pensar que foi a partir deste “mood”, que surgiu o nome deste veículo up to date da comunicação em territórios baianos.
Atenta a tudo e a todos , e com um conhecimento de causa ímpar , nada escapa de seu olhar afiado para as notícias , mas a leveza de sua real ESSÊNCIA, traz a conotação do AMOR que ela construiu junto ao seu eleito ALEX para iluminar os leitores do JORNAL do SOL. Que seja bem vinda!

Kenia Esteves:

K.E. 1: Hilda, vamos começar nossa entrevista com uma pergunta bem básica. Rsrs. Qual a sua visão em relação à VIDA?
H.A. : Tenho uma ótica bem otimista. Acredito nas pessoas e em seus potenciais. Problemas existem, não devem ser ignorados, mas também acredito que devemos buscar sempre uma forma mais tênue de encará-los.


K.E. 2: A evolução de Porto Seguro , é notória. Quais os valores que você acredita serem fundamentais para continuarmos com esse processo?

H.A.: Devemos estar sempre focados com louvor na sustentabilidade, que é o princípio de equilíbrio entre preservar o meio ambiente e seus recursos naturais, em harmonia com a manutenção da qualidade de vida das pessoas e os avanços tecnológicos. A iniciativa do Instituto Plogging é um bom exemplo de cidadania

K.E. 3: O que você acha das barracas de praia que invadem o nosso meio ambiente?

H.A.: Esse projeto de readequação proposto pela Justiça Federal foi uma boa alternativa para todos os envolvidos.

K.E.4: Apesar de sermos uma cidade turística, qual a sua opinião sobre os serviços que estão sendo propostos aos moradores de nossa cidade nas 4 estações do ano?

H.A.: Gosto de citar uma frase que retrata muito bem essa pergunta. “Uma cidade boa para o turista, é aquela cidade que é melhor ainda para seu morador”. Nossa cidade evoluiu muito, mas ainda temos muitas necessidades dos moradores que precisam ser atendidas.

K. E. 5: Este então é um marco na pandemia; Hilda?

H.A.: A cidade sobreviveu. Mas as carências ainda são grandes em setores como saúde e educação, especialmente para os mais carentes.

K.E. 6: Como foi a escolha do nome do JORNAL do SOL , o qual quero dizer que sou apaixonada?

H.A.: Eu e Alex (meu marido e sócio) queríamos um nome que descrevesse bem o lugar que escolhemos fixar residência, criar nossos filhos e construir nossa história de Vida. E nada mais especial, que a luz do SOL que desde o início ilumina as nossas VIDAS e de nossos leitores.

K.E. 7: Qual o maior foco do Jornal do Sol?

H.A.: Pensamos nas reais necessidades do morador e em maneiras de contribuir para a construção de um Porto Seguro cada vez melhor. Pensamos também na cidade para as pessoas que estão a investir seus recursos e suas vidas aqui e que acreditam em uma qualidade de vida melhor.

K.E. 8: Qual a sua opinião sobre a grande quantidade de sites e blogs?

H.A.: Existe espaço para todos. Cada um com sua linha editorial, seus desejos, necessidades e sonhos. Precisamos aproveitar a tecnologia a nosso favor, fazendo isso com ética, sinceridade e respeito ao próximo. Há pouco tempo fizemos uma live e uma pesquisa online que foram super interessantes. Tivemos um feedback maravilhoso e assim conhecemos muito mais os nossos leitores.

K.E.9: O que você costuma fazer para estar sempre na liderança de leitores e admiradores?

H. A: Temos sempre muito a aprender. Gosto de estudar e me atualizar através de cursos. Nesses 30 anos de jornal, mantemos o compromisso com o jornalismo profissional, ético e responsável, sem perder o bonde da modernidade. Para isso, estamos sempre fazendo cursos na área de gestão, com o Sebrae, por exemplo, e também na área digital, buscando o suporte para que possamos evoluir sempre.

K.E. 10: E a dica da Hilda e do Jornal do Sol para quem mora e para quem visita o Extremo Sul da Bahia?

H.A. Temos o privilégio de viver em um verdadeiro paraíso, abençoado por Deus. Digo que para quem escolheu viver nesse paraíso; que aproveite nossas praias e belezas naturais, que fazem muito bem para o corpo e a alma, mas que também exercite o espírito de coletividade, sendo solidário com quem precisa e ajudando a cuidar ainda melhor de nosso patrimônio cultural, histórico e ambiental. Já para quem vem nos visitar; que chegue com Amor e com o Respeito ao lugar que escolheu para desfrutar.

E é com esse carinho, amor e respeito que eu e a Revista do Villa damos as boas vindas e encerramos a nossa entrevista com a devida gratidão a receptividade da mais pura…ESSÊNCIA de HILDA ABREU e do JORNAL do SOL .

Publicação Anterior

Diogo Nogueira é homenageado com jantar no Mandarim 1 de 2

Próxima Publicação

Rodolfo Abreu: Banksy e o graffiti revolucionário que sacudiu o mundo das artes

534 Comentários

Deixe uma resposta para GeorgeEmpop Cancel reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.