Claudia Pamplona: Liga Gastronômica da Zona Portuária

Foto Google

Na coluna de hoje, Claudia Pamplona traz a "Liga Gastronômica da Zona Portuária". A história começa com o sofrimento de comerciantes provocado pela  pandemia em Março de 2020, cujo  cenário é  no  Largo São Francisco da Prainha , no coração de Centro do Rio de Janeiro, conhecido por ser parte de locação, em diversos  filmes brasileiros e estrangeiros. O Larguinho ou Prainha,  para os mais intímos,  foi o "Grand Divã" que tratou a  angustia dos seus comerciantes na pandemia e fez  nascer "Delícias do Porto" a Liga Gastronômica da Zona Portuária.

Foto Google

Criada durante a pandemia a "Liga Gastronômica da Zona Portuária"  partiu da ideia de fazer um movimento para  discutir as questões do segmento de gastronomia na região,   viabilizar os negócios e amenizar os impactos vividos naquele momento.

O empresário Sérgio Baltazar, presidente da Liga, conta como foi o seu  surgimento. "Se o Centro da Cidade do Rio sofreu com a pandemia, aqui foi a região que mais sofreu. As empresas estavam em home office e nós não tinhámos como ativar o delivery, porque o bairro tem muito poucas residências".  Os comerciantes abriam as lojas todas os dias, nós sentávamos na Praça, conversavamos sobre os mesmos problemas e eu consegui aglutinar todos estes empresários e ideias que tinham diante da questão. Nós não tinhámos está união antes, mas neste momento eu tive a ideia de forma uma Liga.

Arquivo Pessoal

Baltazar pesquisou uma forma de botar o projeto em prática, foi através de informações sobre a Liga Gastrômica de Campos de Goytacazes, um case de sucesso,  que descobriu que o SEBRAE era a "porta certa para bater" e fazer uma parceiria. A instituição através de sua Gestora Estadual de Projetos Louise Nogueira , recebeu a proposta e estimulou grupo. O projeto  foi direcionado   para  Jacqueline Ferreira, analista e gestora de projetos, para instruir e assessorar na  elaboração do projeto. O grupo ficou   quase  18 meses em reuniões e  trabalhos para  conseguir finalizar o planejamento que agora está sendo concretizado. Os entrevistados destacaram a importância positiva que o SEBRAE teve em todo o processo.

Hoje a zona portuária tem uma liga gastronômica que está batizada com a marca "Delícias do Porto", cuja a logomarca também foi desenvolvida pelo SEBRAE.  O   lema é  "Seja Legal, Apoie o Comércio Local" – e o grande mérito da Liga é ser aglutinadora de vários   outros projetos. Acrescentando, o presidente declarou com orgulho,  que no processo de maturação da liga foram gerados outros acontecimentos.  Os comerciantes hoje tem  laços de união,  amizades,   novos negócios e propostas de sociedades chegam a todo momento. Falo da Ana do SaCabral, Tino e Adriano do GRACIOSO que se associaram para formar o COMEZINHO e eles estão comigo também no projeto da leitura.

"As pessoas não percebiam que a nossa união poderia gerar a força e a LIGA nos mostrou por seus primeiros resultados." diz Baltazar.

O primeiro projeto a ser realizado pela Liga, já estava na gaveta desde de 2019, de autoria da Andreia Constantino e Ana Tanus. E agora é a hora, no mês de Novembro a Liga Gastrônomica promove o seu primeiro e evento,   "Festival do Camarão" em parceiria com o Polo da Região Portuária e contará com apoio do SEBRAE. No festival haverá  a apresentação de pratos com Camarão que estarão no cardápio de todos os associados da Liga que aderirem ao grande evento.

O empresário Sérgio Baltazar é o proprietário do espaço "Bistrô Gratto" que no projeto original comtemplava  o bar, restaurante e a pizzaria, mas a história seguiu  um outro curso conta: " o meu projeto levou mais de dois anos além do prazo previsto. O prédio tombado pelo patrimônio histórico, havia desabadado.  A obra foi muito difícil,  finalizamos em Janeiro de 2020 e só tivemos condições de abrir em Fevereiro 2020, menos de um mês antes de ser decretada a "quarentena" .

Arquivo Pessoal

O projeto incial abrigava uma pizzaria no segundo andar, agora a ideia está em stand by, enquanto isto estamos disponibilizando para realização de eventos e não paramos de receber propostas para esta parte do espaço.  A última foi   para trazer a "Champanheria"  . O restaurante e a cafeteria estão funcionando,  agora  é necessário ajustar o conceito ao espaço que tem uma área total de 250m2. Da sacada de uma das janelas  no mezanino, temos uma vista  de toda a  praça e ao fundo Boulevard Olímpico.

Sérgio Baltazar, tem um amplo no Know-How em implantação de Bistrôs. O empresário foi o responsável pelo primeiro projeto de implantação de Bistrô em livrarias, o conceito do negócio foi um sucesso  na mega Store Saraiva, mas a empresa  encerrou suas atividades. Logo fui  convidado para um outro projeto com o mesmo conceito , na livraria mais tradicional do Rio de Janeiro Leonardo Da Vinci e canalizei todo o esforço que eu não pude desfrutar na Saraiva para  Da Vinci. No início deste ano fui convidado para alavancar um novo projeto  com mesmo o conceito, que será instalado na livraria Leitura, na rua do Ouvidor e o Bistrô leva a marca  Diverso.

Voltando ao espaço Bistrô Gratto,  a Casa esta com um projeto de rodas de samba, com  Diogão Pereira, todas as sextas- feiras. Tívemos a alegria de receber  o Noca da Portela, avô de Diogão. Durante a pandemia o sambista e compositor ficou recolhido e a primeira vez que saiu foi para estar na ronda de Samba  do Bistrô Gratto, conta o empresário com alegria.

Arquivo Pessoal

A empresária, gastróloga e Chef Andreia Constantino nos disse que  a Liga Gastronômica da Zona Portuária, foi a concretização de uma carência que já havia sido percebida em 2019, quando o seu negócio já não apresentava os resultados estimados. Andreia procurou a empresária Ana Tanus para conversar. Ana é titular   SáCabral restaurante temático, também estabelecido na mesma rua. As empresárias procuraram o SEBRAE e planejaram um movimento gastronômico para promover a região. "O festival do Camarão" foi a  primeira ideia, que não aconteceu porque logo depois veio a pandemia.

Em 2020, no  início da pandemia, empresários da região  aguardavam o retorno em 15 dias, o que não aconteceu. Assim, fomos todos nos direcionando para encontros no Larguinho, onde conversamos, no início. Também fizemos um grupo no whatsapp. Nossas conversas duraram 2 meses e assim chegou a alternativa da Liga, que  foi apresentada por Sérgio Baltazar. Logo depois, o SEBRAE já estava nos instruindo, assessorando em reuniões e fazendo o projeto Liga Gastronômica da Zona Portuária, conta Andreia.

A Chef Andreia Constantino é titular das marcas: Nômade Truck, Tenda Nômade ,  e agora SHAFIK Falafel . A empresária explica que a primeira marca, Nômade Truck deu identidade ao seu food truck e foi um marco importante na história do conceito dos "Food Trucks" no Rio de Janeiro. " Eu fui a primeira a chegar com caminhão no estado do Rio de Janeiro. Inaugurei a Nômade Truck em 06 de Setembro de 2014, participei de eventos importantes dos quais me orgulho, as Olimpíadas 2016 e Copa do Mundo 2018.

Arquivo Pessoal

Andreia correu o risco de ser a primeira, mas como diz a regra: quanto maior o risco maior retorno. E assim, a  empresária foi nomeada curadora dos "food trucks" na praça Mauá nas Olimpíadas 2016. Como referência no assunto, a gastróloga participou como palestrante em grandes eventos como o Rio Gastronomia e no SEBRAE DA MESA. A Chef Andreia Constantino foi também a fundadora e Presidente da ACASO ( Associação de Comida Artesanal sobre Rodas) em 2015, permanecendo até 2018.

A segunda marca Tenda Nômade dá nome ao restaurante instalado na rua Sacadura Cabral nº 10, inaugurado em 2019,  que está se adaptando ao conceito de gastronomia flextariana .  "A gastronomia Flextariana,  é o conceito novo que descobri durante a pandemia, quando estudei a força dos produtos orgânicos. Eu comecei a consumir de forma experimental e vi que poderia ser  bom para o meu negócio", diz Andréia.

Durante a pandemia era necessário inovar,  seguindo a linha de consumo de produtos naturais e veganos, criei o meu  Falafel. O Falafel é um produto totalmente vegano e altamente nutritivo, de origem árabe e  muito consumido em Israel, Líbano e Síria. A base do alimento é o grão de bico, o segredo está no  preparo de quem o faz.

Assim chega a Shafik Falafel. O Falafel é um alimento forte, como era a minha bisavó libanesa, com quem convivi muitos anos da minha vida. Fiz esta homenagem com a marca que comercializava durante a pandemia tendo como canal de vendas a internet e encomendas. Desta forma, nasceu a marca Shafik Falafel que será comercializada na Tenda Nômade.

Arquivo Pessoal

A Tenda Nômade já está funcionando, mas terá sua reabertura oficial, com novo conceito, junto ao do  "Festival do Camarão" promovido pela Liga Gastronômica da Zona Portuária.

Entrevistamos o empresário e Chef  Rigo Duarte,   formado em gastronomia em 2006, titular da marca Angu do Gomes, estabelecido na região Portuária desde   2008 que  nos deu outras informações sobre a Liga e o seu negócio.

Rigo disse que para ele a Liga é uma forma de discutir as dificuldades que todos os comerciantes enfrentam para exercer suas atividades  de forma legal e atrair público para os seus estabelecimentos. "Queremos que a Zona Portuária cresça. Isto é, no volume comercial e na qualidade do que pode ser oferecido  para o público da região". A união dos empresários proporciona a ajuda mútua entre pessoas que lutam por um mesmo ideal e gera maior poder de barganha para negociar a solução de questões contrárias ao bom desempenho de suas atividades."

Arquivo Pessoal

O empresário fala com orgulho que herdou  a marca "Angu do Gomes". Criada em 1955, por João Gomes e Basílio Duarte (avô de Rigo)  a marca atingiu notoriedade na década de 60 quando o Angu era consumido por músicos que integravam a Bossa Nova, sambistas como João Nogueira e Nelson Cavaquinho e pessoas diversas que sentavam à beira das calçadas, junto às Carrocinhas do Angu,  para se alimentarem. O prato também fazia parte do cardápio do presidente da república Juscelino Kubitschek que solicitava diretamente a refeição para o Sr. Basílio Duarte. Quem viveu a boemia carioca, reconhece porque o Angu do Gomes foi eleito o prato mais democrático do Brasil. Vale a pena lembrar que o prato além de saboroso, tem um valor nutricional elevado, um up para qualquer organismo, no início, meio e fim de festa.

Hoje no restaurante Angu do Gomes, o  prato é chamado  de Angu tradicional e, é composto por Angu com miúdos, rabada, coração, bofe, patinho, linguiça calabresa, toucinho e para fazer o toque final,  azeitonas pretas sem caroço, assim é facilitado o consumo sem riscos para o cliente. "Meu avô usava azeitonas portuguesas com caroço" diz Rigo sorridente. 

Para montar o cardápio, onde temos outros pratos também, o Chef Rigo Duarte,  criou vários outros tipos de  angu, oferecendo  aos  seus clientes, opções e sofisticação. Então  lá também temos: Angu com Carne moída, Angu com cogumelo Paris, Angu com frutos do Mar.

Finalizando, o empresário Rigo Duarte ratifica a importância da Liga Gastronômica como um referência de informações importantes para os comerciantes atuarem de forma legítima, questões administrativas e até mesmo operacional.  Considera, o empresário,  de suma importância que a localidade tenha uma transparente segurança, cada um fazendo a sua parte. E aos comerciantes cabe cumprir  os horários de   abertura e fechamento dos estabelecimentos, como ele faz no seu restaurante.

Arquivo Pessoal

A "Delícias do Porto", nome da dado a Liga Gastrômica da Zona Portuária,   terá como marco inicial o Festival do Camarão idealizado e planejado pela Liga e agora realizado através do Polo da Zona Portuária e com apoio do SEBRAE.

Vale a pena ainda dizer  que o bairro da Saúde, antes abandonado, ganhou muitos adépitos ao ambiente cultural espelhado nos seus velhos  Casarões, ruas e becos encatadores, tendo conquistado a 25ª  posição no ranking dos bairros mais legais do mundo, promovido pela revista Time Out , que contemplou 49 lugares em todo o mundo.

Publicação Anterior

Drica Motta: Liberdade

Próxima Publicação

André Conrado: Valença/RJ – A Princesa da serra – Parte 2

220 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.