Kênia Estevess: EUA... JAPÃO... FRANÇA; as influências de LUCIANA GODINHO para sua DONUTS MANIA

Olá amigos! Hoje convidei para estrelar minha coluna dominical, uma empresária de ponta e com uma história de vida incrível; que acaba de realizar um de seus maiores sonhos.

Luciana Godinho, idealizadora da DONUTS MANIA, sucesso em todo Extremo Sul da Bahia, inaugurou no mês de Outubro, sua primeira loja, aqui em PORTO SEGURO-BA.

É claro, que fui conferir de perto, o que os meus leitores exclusivos sempre comentam quando se trata de delícias para celebrar e adoçar com muito estilo e beleza essa MA-RA-VI-LHO-SA VIDA!

Que seja bem vinda!

K.E. 1: Luciana, há quanto tempo você criou a DONUTS MANIA?

L.G.: Exatamente 6 anos. Digo que DONUTS nos EUA, é igual a pão de sal no Brasil. Tem em todo lugar. Porém, resolvi dar um toque gourmet a essa delícia e comecei a fazer algumas inovações na receita tradicional, o que levou 3 anos para ser concluído.



K.E. 2: Qual foi a sua inspiração?

L.G.: Queria algo deliciosamente saboroso e belo. Após ficar 4 meses no Japão e depois de muitas viagens, resolvi criar minha própria linha de DONUTS a princípio e depois os MACARRONS.



K.E. 3: Voce comentou que nunca traçou metas como querer fazer Macarrons; você quis fazer algo bonito para ser degustado e apreciado com a devida admiração. Onde você foi buscar essas referências?

L.G.: Na pâtisserie francesa e na plasticidade japonesa. A união dos dois conceitos, é realmente encantador.

K.E. 4: Luciana, você conseguiu com o devido sucesso elaborar um único conceito, ao fundir 3 culinárias super distintas. A americana; a francesa e a japonesa. Como foi essa construção em pleno Extremo Sul da Bahia?

L.G.: Uma vasta vivência. Na verdade eu sou muito visual, a perfeição e a beleza dos japoneses foi algo que me encantou, enquanto passei 4 meses passeando por lá. Já o colorido e a suavidade dos macarrons franceses eram também fascinantes. Os donuts foram o início de tudo.



K.E. 5: Voce passou por um momento de pura instabilidade enquanto administrava um hotel aqui em Porto Seguro. Como você superou essa fase?

L.G.: Sou uma pessoa cristã. Pedi a Deus que me desse um caminho o qual não dependesse mais de ninguém. E sim, apenas do meu trabalho. E ele me presenteou com o que mais eu gosto de fazer. Deixar as pessoas felizes.



K.E. 6: Luciana, adequar receitas tão peculiares a nossa realidade é um de seus maiores desafios?

L.G.: Com certeza! Não adianta eu querer usar ingredientes caríssimos, se quando eu for repassar para meu público, ficar algo inacessível. Faço questão de usar produtos de qualidade, porém que forneçam o sabor e o preço adequado para o meus clientes.

K.E. 7: Podemos dizer que ser uma pessoa determinada e acreditar em si próprio, é fundamental para realizar os sonhos? Seja lá qual for a dimensão deles?

L.G.: Ajuda bastante a forma com que você encara os fatos. Tem uma frase que resume muito esse meu lado determinado. “NÃO SABIA QUE ERA IMPOSSÍVEL, FUI LÁ E FIZ.”



K.E. 8: Voce acha que ao buscar esse perfeccionismo, você se torna uma pessoa obstinada e arrogante?

L.G.: Não é por arrogância ou algo parecido, e sim por que gosto de fazer as coisas bem feitas, já que me propus a fazê-las.



K.E. 9: Qual a sua linha de produtos atualmente, Luciana?

L.G.: Meu carro chefe hoje são os macarrons e os suspiros gourmets. Seguidos pelos biscoitos decorados e claro, os DONUTS que eu nunca vou abandonar.

K.E. 10: Lu, você é uma mulher de metas, e que tem a coragem de fazer tudo que lhe vem à cabeça. Podemos dar o spoiler para a próxima ação da DONUTS MANIA?

L.G.: rsrs. Vamos lá! A demanda me solicita a ter produtos para pronta entrega. Uma vitrine bacana, com caixas de papelaria lindas para presentear a quem se ama. Mas infelizmente os DONUTS não será possível, pois devem ser feitos e degustados não hora. Afinal, a qualidade dos meus produtos é fundamental.



K.E. 11: Voce possui uma cartela de sabores de macarrons, básica. Como os de chocolate 100% com composições diversas; brigadeiros com agua de rosas e suspiros em formato de flor. Podemos dizer que em breve teremos as suas famosas geléias e um toque de óleo essencial nos macarrons?

L.G.: Meus produtos são exclusivos e personalizados. Estudo todos os dias para realizar e fidelizar os desejos de meus clientes.

K.E. 12: Luciana, sei que apesar de não ser sua linha, você se especializou em um só tipo de bolo. O COTTON CAKE. Qual o conceito dessa maravilha? Rsrs

L.G.: Este se resume em um bolo de receita tão leve, que é equiparado ao algodão. Sua composição é limão siciliano; cream cheese e clara de ovos. Adoçado com minhas geléias tipo premium as quais levam apenas 25% de açúcar. Levíssimo e doce na medida certa.



K.E. 13: Para fechar nossa matéria; qual a sua melhor dica para quem está começando no universo das patisseries?

L.G.: Sugiro que primeiro se especialize em um só produto e se torne referência nele. Após conquistar a devida credibilidade, aí sim, pense em desenvolver outros de sua linha.


Encerro aqui uma entrevista regada a ESSÊNCIA de uma mulher, cuja determinação é referência para muitas empreendedoras de nosso país. Obrigada, Luciana Godinho. Sucesso e conte sempre comigo e com a Revista do Villa.

Publicação Anterior

Flávio Santos: Edna Savaget

Próxima Publicação

Titta Aguiar: Bolsas de grife – Identifique uma verdadeira

1.571 Comentários