XANDY NOVASKI ENTREVISTA A ATRIZ E APRESENTADORA MALU MACIEL

MALU MACIEL – Crédito Arquivo Pessoal

MALU MACIEL sempre quis ser atriz. Aos 03 anos de idade, por causa da saudosa Eva Wilma, a então menina, que era fã da grande atriz, vislumbrava seu futuro. O entusiasmo em relação a esse desejo foi tamanho que, anos depois, as duas estiveram juntas em uma novela e se tornaram amigas. Também apresentadora, a vibrante Malu Maciel tem um programa no Youtube e na TV onde esbanja alegria e leva para seus seguidores só coisa boa. Conheça um pouco mais sobre a trajetória de vida e profissional dessa artista de múltiplos dons e vocações e se encante você também!

MALU MACIEL - Crédito Arquivo Pessoal

1) Sua carreira artística tem início em Araras, sua terra natal, localizada no interior de São Paulo. E foi lá em Araras que esteve o apresentador Raul Gil com o quadro “A Mais Bela Estudante”, que lhe rendeu o 3º lugar. Conta pra gente: como foi seu primeiro contato com uma produção de TV e o que aquilo despertou na Malu, que na época tinha apenas 14 anos?
A primeira experiência a gente nunca esquece (risos). Na época foi uma grande novidade pra mim ganhar um concurso de beleza, mesmo sendo o terceiro lugar. Com certeza isso despertou em mim a vontade de querer participar de outros concursos e de entrar pra vida artística.

MALU MACIEL como MISS SAYÃO - 1986 - Crédito Arquivo Pessoal

2) Ainda em Araras você ganha o 1º Miss Sayão Futebol Clube, o que te leva pra mídia. Foi a partir desse momento que você resolveu alçar voos maiores na carreira?
Aos 16 anos ganhei o primeiro lugar no concurso “Miss Sayão Futebol Clube”, que é um clube muito bacana na cidade de Araras, e como foi a primeira vez que o clube lançou esse concurso, em 1986, eu fui pioneira, e por isso chamei a atenção. Comecei a receber vários convites para desfilar e dar entrevistas para os jornais e rádios da época. Isso fez com que eu começasse a ser conhecida na cidade. O mundo das passarelas e dos palcos é muito parecido. Quem gosta de desfilar geralmente sonha em atuar também. E foi isso que aconteceu comigo.

MALU MACIEL na época em que era modelo - 1986 - Crédito Arquivo Pessoal

3) Antes de se firmar na carreira como atriz, você estudou no Canadá e França. O que o intercâmbio te ensinou na questão de sair de casa para ganhar o mundo?
Ainda no mesmo ano, 1986, consegui ser aprovada pelo Rotary Clube de Araras para fazer um intercâmbio de um ano no Canadá. Passei minha faixa de Miss para a segunda colocada e fui embora. Aprendi muito durante esse ano lá e voltei fluente em inglês e francês, idiomas que eu já estudava desde criança. Com todo o aprendizado que adquiri graças ao intercâmbio, ficou mais fácil ser aprovada para ingressar na faculdade da França, e então segui adiante. Depois de morar um ano lá, transferi os meus créditos e fui morar nos Estados Unidos, onde me formei em Administração de Empresas, mas sempre fazendo meus cursos de teatro à noite.

PROGRAMA EXPERIÊNCIAS com MALU MACIEL - Crédito Arquivo Pessoal

4) Você começou a estudar artes cênicas em Boston (EUA), e lá permaneceu por alguns anos. Contudo, seu primeiro trabalho na televisão se dá em “Quem É Você?”, trama que foi ao ar no horário das 18h na Rede Globo. Como foi ser dirigida pelo saudoso Herval Rossano?
Sim, comecei a estudar artes cênicas em Boston e um amigo do curso me chamou pra participar de um Programa de Entrevistas pela Cablevision de Boston. Eu fazia entrevistas em Português para o “Programa Arco-íris” voltado para os Cabo-verdianos e imigrantes de língua portuguesa que moravam nos Estados Unidos. Tive até a honra de entrevistar o Ex-Presidente de Cabo Verde, na época. Esse foi meu primeiro trabalho na televisão. Quando voltei pro Brasil, em 1996, preenchi um cadastro na Rede Globo e eles me chamaram pra fazer o papel de uma enfermeira na novela das 18h “Quem é você?”, e esse foi meu primeiro trabalho numa novela no Brasil. Foi uma época muito feliz da minha vida. Eu era jovem, cheia de sonhos e essa novela era dirigida por um dos maiores diretores de todos os tempos, o Grande Herval Rossano! Aprendi muito com ele! Com certeza ele foi um presente de Deus em minha vida!

CHAMADA PROGRAMA EXPERIÊNCIAS - Crédito Arquivo Pessoal

5) Seu trabalho como atriz tem uma passagem pela extinta Rede Manchete. Quais eram as principais diferenças na questão de produção entre a emissora e a Rede Globo?
Eu adorava trabalhar na Rede Manchete! Lá, fiz trabalhos interessantes como ‘Quenga do mato’ na novela “Tocaia Grande”, a vidente ‘Mãe Mariá’ no “Programa do Tiririca” e representei a mãe do Papa João Paulo ll no seriado sobre a sua vida. A Rede Manchete tinha uma produção bem mais precária que a da Globo, eles eram mais simples, mas eu era tratada com muito carinho e guardo boas recordações da Manchete.

CHAMADA PROGRAMA EXPERIÊNCIAS - Crédito Arquivo Pessoal

6) No teatro você passou por texto de Molière e está há 26 anos em cartaz com “Violetas na Janela”, uma obra-prima dirigida pela incrível Ana Rosa. Você se ausentou da produção por um curto espaço de tempo, mas retornou e segue até hoje. Como é passar por décadas num único espetáculo?
Sim, Deus me deu essa alegria que foi poder trabalhar na linda peça “Violetas na Janela” sob a direção da grande diretora Ana Rosa. Fiquei uns dois anos e meio e saí pra ter a minha filha Ana Luiza, que hoje está com 22 anos. Acho que ninguém imaginava que a peça duraria tanto tempo, a não ser Chico Xavier, que previu que ela duraria muitos anos e atravessaria o oceano. Incrível isso! Quando minha filha fez 03 anos, a Rede Globo me chamou pra fazer a minissérie “Os Maias”, e foi quando retomei a carreira de atriz. Fiz vários outros espetáculos inclusive sob a direção da Ana Rosa e do também grande diretor Daniel Herz, várias participações em novelas e filmes, mas eu sonhava em poder voltar a fazer “Violetas na Janela”. Tenho um carinho especial por essa peça, e um belo dia eu consegui voltar. Agradeço a Deus, à diretora Ana Rosa, e à produtora Amelinha Lima por isso. Quando a gente gosta do que faz, a gente não vê o tempo passar.

CHAMADA PROGRAMA EXPERIÊNCIAS - Crédito Arquivo Pessoal

7) Durante a pandemia, os artistas tiveram de se reinventar. E assim aconteceu contigo, descobrindo-se como apresentadora. Conta pra gente sobre essa nova roupagem na carreira!
É verdade! Essa pandemia mudou muita coisa. Tantas notícias tristes todos os dias, então, eu pensei em fazer entrevistas alegres e divertidas no intuito de levar alegria para as pessoas num momento tão difícil. Estou adorando! Está sendo maravilhoso pra mim. Meu Programa se chama “Experiências” e as entrevistas são feitas no estilo bate-papo com vários artistas diferentes. Vai ao ar um programa novo toda quarta feira às 19h pelo Youtube (Experiências com Malu Maciel) e toda quinta-feira à meia-noite pelo canal 6 da NET (TVC Rio). Tem só seis meses que comecei, mas tenho aprendido tanto e tenho sido tão bem acolhida, que só posso agradecer a Deus e aos meus amigos e familiares que sempre me apoiam. Sem eles eu nada faria. Obrigada!

MALU MACIEL, EVA WILMA e ANA ROSA - Crédito Arquivo Pessoal

8) A internet tem dado um espaço maravilhoso para aqueles que atuam no ramo artístico, seja na questão do audiovisual ou variedades. Acredita que essa mídia, em pouco tempo, será o centro das atenções para esse tipo de produção?
Eu acredito que a tendência da internet é crescer a cada vez mais sim, e em todos os sentidos.

ESPETÁCULO VIOLETAS NA JANELA - 2019 - Crédito Arquivo Pessoal

9) Quero terminar com “Violetas na Janela”, uma obra tão bonita e tocante. Entendendo as entrelinhas dessa linda história, o que você diria para quem está lendo sua entrevista aqui na Revista do Villa?
Quem não conhece a história de “Violetas na Janela”, não deixe de assistir a peça ou ler o livro. É uma história que fala sobre o amor, o perdão, a gratidão, e nos ensina sobre a vida espiritual. E é isso que desejo a todos que estão lendo essa matéria: mais amor, perdão e gratidão para todos nós! Agradeço a todos da Revista do Villa por essa oportunidade e os parabenizo pelo belo trabalho. Obrigada!

Publicação Anterior

Sonia Belart: Evento cultural no Restaurante Náutico movimenta Viana do Castelo.

Próxima Publicação

Kênia Estevess: Alô…Alô, MULHERES! Verão chegando e é hora de cuidarmos ainda mais de nossa saúde íntima. Por Dra. KATHYA GONZALEZ AZEVEDO.

318 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.