Guilherme Marques: DOAR - PRATIQUE

O ato de doar bens materiais geralmente é uma tarefa muito difícil. Muitas vezes nos apegamos emocionalmente aos nossos objetos e mantemos eles em casa mesmo quando já não têm mais utilidade.

Quando se trata de roupas, o cenário se complica ainda mais. Não nos livramos de peças de roupa pensando que futuramente voltaremos a querer usá-las e elas ficam mofando (literalmente) até que já estejam muito desgastadas para serem doadas.

Atos assim, nos fazem olhar pro próprio umbigo e não olhar o mundo ao seu redor. A prática nos transmite a sensação de generosidade.

Doar é se dedicar a uma causa ou a alguém, e não importa se esse alguém for uma ou várias pessoas, ou até mesmo um animal. Quando se fala em doação, estamos falando em ajudar o próximo, em fazer o bem sem olhar a quem, falamos em oferecer aquilo que não nos fará falta, e também em entregar e ceder aquilo será exatamente tudo para o outro.

Tudo isso gera oportunidade a outras pessoas. E tem consequência direta na sua vida, já que também oportuniza a si mesmo o efeito de ver o resultado do que acredita tornar-se real. Essa atitude também te inspira e motiva para novos atos de solidariedade. O ato de doar dá mais significado e vontade de viver, não só a você, mas também a quem recebe a doação.

Há um verdadeiro abismo entre os que têm muito e os que nada têm no Brasil. Deveria ser uma constatação assustadora, não? No entanto, não só a desigualdade social é enorme, como é um fato persistente na nossa história e parece difícil de mudar. Aliás, interessa a muitos que a gente considere as diferenças sociais uma “sina histórica” ou, pior ainda, uma questão de “merecimento”. Ora, será possível pensar que alguns merecem viver dignamente e outros não? O que você pensa sobre isso?

Vamos olhar a doação no sentido de ir além do simples ato de que colocar a mão no bolso e estender uma nota de dois reais para alguém que te aborda no farol. Doação, em seu sentido mais profundo, significa se implicar com o outro de verdade; significa reconhecer que todos somos humanos e, portanto, temos o direito a tudo o que torna a vida digna.

Reforcem esta ação espalhando amor, incentivando pessoas ao seu redor. Façam sentir a importância dessas ações nos seus dias e multipliquem sempre que tiverem oportunidade.

Sejamos mais unidos !

Publicação Anterior

O produtor João Luiz Azevedo apresenta o Show TRIBUTO AO EMÍLIO SANTIAGO com o cantor Valdeir Valença e o grupo BATE PAPO no Teatro Clara Nunes, no Shopping da Gávea

Próxima Publicação

Sonia Belart: Guimarães está na lista das cidades mais bonitas da europa, segundo CNN.

162 Comentários

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.