Jeycow Ferraz convida: CACAU NIEMEYER em: “A Consagração de um Astro”

A vida é feita de ciclos, reafirmações, lutas, trajetórias e conquistas. E é exatamente sobre isso que início essa Temporada 2022 de Entrevistas com grandes nomes do cenário LGBTQIAP+ nacional; CONQUISTAS.

E para essa estréia, apresento a história de vida, superação e inspiração, do ícone masculino CACAU NIEMEYER.

– Conta pra a gente como surgiu o personagem Cacau Niemeyer em sua vida e de onde veio a inspiração pra esse nome que hoje é forte no cenário da Diversidade?

Caros leitores e amigos, o personagem sempre esteve intrínseco, pois a “veia” artística estava adormecida e aflorou com a oportunidade de fazer uma homenagem através da música. Cacau = era a maneira carinhosa que era chamado por pessoas queridas, e Niemeyer = do grande arquiteto Oscar Niemeyer, ao qual sempre fui fã de suas obras faraônicas e muito bem planejadas. Com isso, me inspiro através da dublagem, planejando o melhor possível em minhas apresentações.

– Você tem uma digna trajetória profissional na área da Educação Física, e paralelamente, uma trajetória de sucesso como Artista. Como é a conciliação desses dois universos?

Verdade, hoje em dia para ser docente é preciso ter arte – rsrsrsrs… E em contrapartida é muito difícil viver somente de Arte. Então, as mesmas se completam se “sustentando” mutuamente. No entanto, elas se aglutinam em prol do Professor e Artista, fazendo com quê os “Universos” conspirem positivamente.

– Falando em universo, sua marca é muito forte no mundo Mister. Seu primeiro Título conquistado foi em 2012 como Mister OK daquele ano, e agora em 2022 você consagra-se sendo Aclamado Mister Competition Brasil Gay Sênior 2022 na cidade de São Paulo. Como você definiria esse seu caminho percorrido com tanto êxito, e qual conselho(dica) falaria para os meninos que sonham em ser Mister?!

Mister Ok 2012, foi a pedra fundamental, apesar de concorrer também, nos dois anos anteriores. É necessário ter empenho e resignação! O fato de ter sido Aclamado em outra cidade (SP), que não é a minha cidade natural, é extremamente significante, pois mostra que não estamos invisíveis aos olhos de quem curte o nosso trabalho, onde somos vistos com representatividade e militância de um trabalho digno, mas não somente na cidade de São Paulo,mas também em cidades tais como: Salvador, Belo Horizonte, Cruzeiro, Leopoldina, Lorena, Macaé, Araruama, Campos dos Goytacazes, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Juíz de Fora, etc… Sim, eles não dormem no ponto! Estão de olhos abertos em observância aos talentos. Dica – humildade, saber chegar e sair sem “atropelar” a hierarquia, estar disposto a aprender sempre! O fato de começar antes de alguém, não quer dizer que possivelmente sejamos melhores. A troca é sempre bem vinda.

– A Turma OK, Clube Gay mais antigo do mundo em atividades ininterruptas, foi seu “berço artístico”. Qual a relevância que esse feito agrega para o Cacau Niemeyer ser quem ele é hoje?!

Devo a Turma OK, não somente a instituição, mas muitos frequentadores sócios ou não, onde sempre observei e me alicercei para construir o “Cacau Niemeyer”… Principalmente ao padrinho Gilles Pereira (Tula Morgani) in memorian, grande incentivador, o primeiro que apostou no potencial do personagem.

– Um Artista detentor de tantos títulos, troféus e premiações, conseguiria destacar entre eles algum que teve uma marca especial de conquista?

Todas as minhas conquistas são relevantes, pois são momentos distintos na carreira, onde aprendi muito com erros e acertos. Alguns títulos:

2010 – 3° Colocado Mister Ok e Mister Simpatia.
2011 – 4° Colocado Mister Ok.
2012 – 1° Colocado Mister Ok.
2013 – 1° Colocado The Best Ok.
2014 & 2015 – Melhor Técnica de Dublagem Masculina Ted White.
2016 – 1° Colocado Águia de Ouro.
2017 – 2° Colocado Galo de Ouro.
2019 – 1° Colocado Galo de Ouro.
2020 – Divo de Ouro.
2021 – Pai do Ano Ok.
2022 – Mister Brasil Competition.

Todos com suas respectivas importâncias artísticas

– Você já passou e deixou uma marca linda como um dos Coordenadores e Organizadores do Concurso Galo de Ouro(Concurso de Dublagem Masculina Gay Carioca), depois tornando-se o Galo de Ouro 2019. Atualmente você assina a Coordenação e Organização do Concurso THE BEST OK(que elege o “melhor” número artístico do respectivo ano em curso). Qual o peso de importância em ter esses dois grandes eventos em seu currículo artístico?

Eu não diria, eu digo: a lisura nos dois segmentos, e a felicidade de desabrochar talentos contidos por algum motivo, mas que foram externados através da arte da dublagem.

– Na vida pessoal, você também é muito realizado e completo em suas relações familiar e amorosa. Essa base estrutural faz toda a diferença na vida de qualquer pessoa e com você naturalmente não é diferente. Por ser uma pessoa pública, administrar o pessoal ao social é um desafio ?

Muito, mas Deus está sempre no controle de tudo e de todos! Cada processo vencido, cada show realizado, cada viagem para se apresentar, cada concurso fechado com chave de ouro, isso tudo não têm preço, prova que administrar, independente de contrapontos, ainda vale a pena por ser realmente um grande desafio.

– Já dizia o poeta: “Os sonhos nunca tem fim.” Quais sonhos você ainda sonha?!

Na atual conjuntura, o meu sonho não seria destinado a arte, mas sim a saúde mundial. Sonho com a cura de doenças que afligema humanidade.

– Se você estivesse de frente ao espelho com seu Alter Ego, o quê o Cacau Niemeyer diria para o Carlos Alberto, ou vice-versa.

Não vale a pena ficar se martirizando pelos erros que cometeu. A vida continua e nada de quê você faça apagará o que já aconteceu. Aproveite para aprender com cada uma das experiências vivenciadas, sejam elas boa ou ruins.

*Deixe uma mensagem para os nossos leitores e admiradores do seu trabalho.

Os quê curtem o meu trabalho: Busque sempre, porque quem não busca, não encontra.

A gratidão é uma forma singular de reconhecimento, e o reconhecimento é uma forma sincera de gratidão. (Alan Vaszatte)

Publicação Anterior

Cristiane Machado é retratada em obra de arte e preparada para cair na folia com muita cor e magia nesse Carnaval

Próxima Publicação

Claudia Melo, atriz, colunista e apresentadora da TV Villa no glamour do Carnaval carioca