André Conrado: Um passeio pelas águas da Baía de Todos os Santos - Parte 2

Foto da Ilha dos Frades – Salvador – Bahia – Divulgação

Nesta edição aportaremos em uma das mais encantadoras ilhas da Baía de Todos os Santos.

Foto do atracadouro da Ilha dos Frades - Divulgação - @aclubtour

A Ilha dos Frades é um daqueles pequenos paraísos que conquista a todo tipo de público. Um lugar perfeito para curtir a natureza em passeios entre amigos e família.

Paraíso escondido na Bahia, a Ilha dos Frades encanta pela beleza e história e se tornou oficialmente um bairro de Salvador.

Além de história e beleza, Ilha dos Frades demonstra saber preservar o que tem de melhor, seu meio ambiente.

Visitantes aproveitam o mar claro e tranquilo da Baía de Todos os Santos, as belas praias e paisagens. Além da saborosa culinária e arquitetura histórica que atraem baianos e turistas.

Do alto da igreja de Nossa Senhora de Guadalupe é possível admirar as águas tranquilas que cercam a Ilha dos Frades…

Foto da Igreja Nossa Senhora de Guadalupe e Vista - Ilha dos Frades - credito Rui Resende

Rodeado por Mata Atlântica, o pequeno paraíso que possui oito quilômetros de extensão, ocupa um território que lembra o formato de uma estrela de 15 pontas. Em cada uma delas fica uma praia.

Foto aérea da Ilha do Frade - SETUR - Divulgação

Os atributos naturais são tantos que, em 1982, a Ilha dos Frades foi considerada uma reserva ecológica.

História

Segundo relatos, a denominação “Frades”, que dá nome à ilha, provém de uma história trágica. De acordo com relatos de religiosos, após salvarem-se de um naufrágio, um grupo de frades conseguiu chegar até a ilha, sendo devorados, em seguida, por índios Tupinambás que habitavam a região.

Duas igrejas compõem a paisagem histórica de Ilha de dos Frades. A primeira é a Igreja de Nossa Senhora do Loreto, construída em homenagem ao Barão de Loreto, entre 1640 e 1645.

Foto da Igreja Nossa Senhora do Loreto na Ilha dos Frades - SETUR

A segunda é a Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe, recém-restaurada. Uma ermida fundada pelos jesuítas no século XVII, sem data precisa.

Foto da Igreja Nossa Senhora de Guadalupe - Ilha dos Frades - Divulgação

Na ilha encontram-se ainda ruínas de um antigo lazareto, uma espécie de hospital onde se abrigavam os escravizados doentes, que precisavam ficar em quarentena.

Em outra parte, funcionava um entreposto no qual eles eram colocados para ganhar peso antes de serem vendidos, triste capítulo da ilha.

Embora haja poucos registros históricos oficiais, acredita-se que a ilha teve, ao longo da história, vários donos.

No entanto, ao contrário de ilha de Maré e Bom Jesus dos Passos, as características de povoamento de Ilha dos Frades a manteve isolada e pouco habitada, impossibilitando registros de apropriações territoriais.

Sua ocupação nunca se deu plenamente, isso garantiu que a ilha preservasse grande parte da sua biodiversidade.

Coqueirais, montanhas, lagos, cachoeiras e uma vegetação típica da Mata Atlântica, com a existência de árvores nativas, inclusive o pau-brasil, fazem desse belo pedaço de terra, um santuário ecológico. Tudo isso permanece bastante preservado.

Um clima rústico e natural que ainda reina na ilha. A luz elétrica, por exemplo, só chegou em 2003. Antes disso, tudo era iluminado à luz de vela e geradores.

A ilha possui muitas praias desertas, corais e recifes formam trechos propícios ao mergulho, com profundidade máxima de 11 metros e ótima visibilidade de até 15 metros na horizontal.

Ponta de Nossa Senhora de Guadalupe

Mais frequentada e famosa dentre as praias da localidade, a Ponta de Nossa Senhora é o local perfeito para relaxar e apreciar a natureza. O mar sem ondas é ideal para crianças.

Na areia, barracas atendem o visitante com pratos de frutos do mar. Situada no norte da ilha, é nessa praia que aporta a maioria das escunas. Aos domingos, o local fica bastante movimentado.

Uma dica gastronômica imperdível na localidade é o Restaurante da Preta.

O Restaurante é puro charme. Um cantinho aconchegante, que fica em uma das praias mais bonitas do país.

Foto decoração Restaurante da Preta - Reprodução

Com uma decoração colorida e de bom gosto o local encanta os olhos e o paladar.

Da cozinha saem delícias da culinária baiana e mediterrânea comandada pela Chef e proprietária Angeluci Figueiredo.

Foto de uma das entradas do Restaurante da Preta - Vieiras - Reprodução - Instagram - Restaurante Preta

Praia de Loreto

No centro da ilha estão as praias de Loreto e Paramana.

Foto da bela praia do Loreto - Ilha do Frade - Divulgação - @aclubtour

A bela praia de Loreto ficou conhecida pela grande piscina natural que surge na maré baixa, ótima para o mergulho.

Na parte sul, numa pequena enseada, fica a histórica Igreja de Nossa Senhora do Loreto, que também merece uma visita com direito a fotos.

Foto da Igreja de Nossa Senhora do Loreto - Ilha dos Frades

Praia de Paramana

Paramana é bastante movimentada nos finais de semana e concentra algumas barracas que oferecem conforto ao turista. Possui um pequeno vilarejo, conhecido pelo mesmo nome, com casas de pescadores nativos e veranistas.

As piscinas naturais e um trecho de Mata Atlântica, com riachos e cachoeiras, são outras atrações dessa bela praia.

As formações rochosas e um extenso coqueiral como moldura, areia branca e muita tranquilidade encantam os visitantes.

Foto da Praia de Paramana - Ilha dos Frades - @aclubtour

Praia da Viração

A praia da Viração se tornou a preferida dos adeptos do nudismo e daqueles que querem contato com a natureza sem interferência do homem. No local não há nenhuma infraestrutura.

O mar apresenta as mesmas características em toda a região, possibilitando banhos deliciosos em qualquer fase da maré.

Como chegar 

Há duas formas de chegar à Ilha dos Frades.

A mais rápida é através de escunas que partem do Centro Náutico da Bahia. Durante a travessia, se tem uma belíssima vista de várias outras ilhas da Baía de Todos os Santos

Há também a opção de seguir de Salvador para Madre de Deus através da BR-324, sentido Feira de Santana.

São 32 km até o entroncamento com a BA-522, em direção a Candeias, e mais 20 km até o centro de Madre de Deus. Daí é possível pegar pequenos barcos que levam até diversos pontos da Ilha dos Frades.

Fontes:

@aclubtour

Ilha dos Frades – SSA

IPAC-Ba

SECULT – BAHIA

SETUR – BAHIA

Publicação Anterior

Rodolfo Abreu conta a história do Piano Ronisch de Chiquinha Gonzaga

Próxima Publicação

Regina Rito, jornalista brasileira que vive em Portugal, é a entrevistada no programa VILLA CONVIDA