Chico Vartulli: O meu convidado é o secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro Sávio Neves. 

Foto exclusiva do nosso secretário de Turismo do Rio de Janeiro Sávio Neves

O empresário Sávio Neves, 56 anos, é o novo secretário de Estado de Turismo desde 7 de abril de 2022. Formado em Engenharia Mecânica pela UERJ e pós-graduado em Engenharia Econômica pela UFRJ, Sávio Neves é presidente licenciado do Trem do Corcovado.

O secretário ainda é presidente do Conselho Estadual de Turismo e um dos diretores da Câmara Rio Empresarial. Atua também como vice-presidente da Associação Brasileira de Trens Turísticos e Culturais (ABOTTC), fundador da Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos) e Presidente de Honra da Academia Ferroviária de Letras.

Em momento de descontração do secretário, Sávio Neves

Em 15 de junho de 2021, recebeu da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro o Título de Cidadão Fluminense pelos relevantes serviços prestados ao desenvolvimento do Turismo no estado.

Ele integra o Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Confederação Nacional do Comércio (CNC), o Fórum de Turismo da Firjan, a Câmara Brasileira de Turismo, o Conselho de Turismo da FECOMERCIO RJ.

Sávio Neves sendo condecorado por sua colaboração no Turismo do Rio de Janeiro

Sua trajetória no Turismo começou na Varig, onde trabalhou por 13 anos como engenheiro junior. O empreendedorismo é uma marca de Sávio Neves que foi responsável pela criação de grandes equipamentos turísticos como o AquaRio, a roda-gigante Yup Star e o maior Parque dos Dinossauros da América Latina, que será inaugurado ainda neste semestre no município de Miguel Pereira.

“A pandemia da Covid-19 dilacerou a malha aérea que agora começa a se reorganizar. O Turismo tem vocação natural para superar crises, por isso, acredito na retomada das atividades de forma lenta e gradual porque a expectativa para recuperar o fluxo de turistas estrangeiros é de cerca de 2 anos, lembra Sávio Neves.

Entre as prioridades do secretário, está a interligação marítima através de Hovercrafts, entre os dois aeroportos da cidade, Santos Dumont e Galeão, o Aeroporto do Galeão como Hub e a revitalização de trechos ferroviários com apelo turístico espalhados pelo interior do Estado. “A ligação econômica entre estado e município são dois entes autônomos e independentes”. Não há relação que não sejam aquelas previstas por Lei de repasse de recursos públicos, afirma Sávio.

Condecoração no Teatro Municipal em mais participação no turismo do Rio de Janeiro

Para quem está iniciando na área, Sávio lembra a importância de acreditar na força econômica da atividade do Turismo, verdadeira vocação do Rio.

Acreditando que surgirão muitas oportunidades de negócios e trabalhos, ser positivo e seguir firme, nunca desistir.

Fotos: Arquivo pessoal / Divulgação

Publicação Anterior

Divulgação Camarote Kasa Carioca – 23/04 (Fotos Anderson Borde e Amanda Olivieri)

Próxima Publicação

Claudia Cataldi: Novo “Vem com a Gente”, de Gardênia Cavalcanti reestréia nesta segunda na Band