André Conrado: Barra da Tijuca – De sertão à Miami carioca – Final

Foto da Barra da Tijuca – Inicio anos 2000 – @aclubtour

A Barra da Tijuca não parava de crescer na virada dos anos 2000. Sendo um dos bairros que mais cresceram no Rio de Janeiro na virada do século XX para o século XXI; passou de 24 126 habitantes em 1980 para 394 037 habitantes em 2020.

O antigo problema do transporte público no bairro foi enormemente minimizado após as realizações da Copa do Mundo do Brasil e das Olimpíadas do Rio como as construções das citadas Trans Olímpica e Trans Carioca, além da Trans Oeste, impactando novamente e de modo irreversível a história da Barra.

Foto da implantação do BRT da Barra

Houve aumento das linhas de vans, ônibus convencionais e foi implantado o BRT, ônibus com ar-condicionado que utiliza faixa exclusiva e que conta com algumas linhas expressas. Mas a melhor benfeitoria veio com a inauguração da estação Jardim Oceânico do metrô, que incrementou a integração com outros bairros.

Foto da construção da Estação de Metrô Barra da Tijuca - Prefeitura do Rio

Além disso o bairro tem uma ampla rede de transporte, que conta com muitos pontos de taxi, cuja oferta de serviços tem aumentado consideravelmente na última década. Do mesmo modo, o avanço tecnológico propiciou a utilização de novos meios de transporte público por aplicativos, minimizando muito a antes problemática questão das grandes distâncias.

Atualmente, é considerado um centro financeiro, gastronômico, hoteleiro e de entretenimento da capital estadual.

Foto da Hotelaria da Barra da Tijuca - LSH RJ - @aclubtour

Como observado, mesmo tendo sido feito um rigoroso planejamento para a urbanização do hoje cobiçado bairro do Rio de janeiro, nem tudo pôde ser previsto, já que muitas variáveis que não estavam no papel puderam acontecer na realidade incluindo questões políticas e econômicas. Hoje em dia, o trânsito caótico em determinados horários, não faz lembrar em nada aquela pacata Barra dos anos 80.

Foto do Centro Empresarial Mario Henrique Simonsen - CEMHS

Muito famosa pelos shoppings, centros comerciais e prédios novos e modernos, a Barra da Tijuca também é natureza. Além das praias e das reservas ambientais, são seis parques de destaque: o Bosque da Barra, o Parque Chico Mendes, a Reserva de Marapendi, o Parque Ecológico da Prainha, o Parque Municipal Fazenda da Restinga e o Parque Ambiental Mello Barreto.

Foto do Parque Natural Municipal Bosque da Barra - Atual - @aclubtour

A bela Praia da Reserva, também conhecida como Praia da Reserva de Marapendi, tem aproximadamente 8 km de extensão e é um espetáculo à parte.

Foto da Praia da Reserva - Barra da Tijuca - @aclubtour

É um segmento da praia da Barra voltado à preservação ambiental, embora disponha de inúmeros complexos residenciais de alto padrão. É dividida em 26 “ilhas” e caracterizada principalmente pelas águas límpidas e pela areia fofa.

É margeada pela avenida Lúcio Costa> ao longo de toda a sua extensão; seu acesso é feito a partir dos sub-bairros da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes.

A praia recebeu esse nome por estar situada ao longo da bela Reserva de Marapendi, uma área de proteção ambiental destinada à preservação da vegetação de restinga e de manguezal. No interior da reserva, localiza-se a encantadora Lagoa de Marapendi, utilizada para a prática de esportes náuticos, como canoagem, remo e vela.

A orla da praia é cortada por um vasto calçadão e pela ciclovia. Em setembro de 2011 a Praia da Reserva passou a fazer parte do Parque Natural Municipal Barra da Tijuca Nelson Mandela, tornando-se uma Unidade de Conservação.

Foto da Lagoa de Marapendi - Barra da Tijuca - Esportes Nauticos - credito Kanaloa Rio

A Barra da Tijuca é economicamente uma das regiões mais expressivas da cidade do Rio de Janeiro e uma das que mais crescem. Grandes empresas migraram para a Barra da Tijuca em decorrência do “boom” da construção civil e da oferta de espaços e novos empreendimentos empresariais. Entre elas: Shell Brasil, Esso Brasil, Vale do Rio Doce, Vivo, Michelin, Nokia, PwC, Tim e Unimed, além de grandes empresas de comunicação, agências de publicidade etc.

Região Administrativa da Barra da Tijuca

É importante não confundir o bairro da Barra da Tijuca e a região de mesmo nome. A Região Administrativa da Barra da Tijuca compreende o bairro homônimo e 7 outros bairros: Itanhangá, Recreio dos Bandeirantes, Joá, Grumari, Vargem Grande, Vargem Pequena e Camorim.

A Barra da Tijuca tem um dos mais altos índices de desenvolvimento humano (IDH) da Cidade Maravilhosa (0,959), o que a credencia para futuros moradores, mas não só. Alguns dos melhores shopping centers, cinemas e restaurantes do Brasil estão no bairro.

Agora que todos conheceram bastante da história da Barra da Tijuca e sabe também que se trata de uma das regiões que atraem turistas de todo o mundo, por suas belezas naturais misturadas com o que de mais moderno existe em grandes centros urbanos.

Um bairro muito especial, que encanta o visitante pelas inúmeras atrações e beleza.

Foto aérea panorâmica da Barra da Tijuca

Fontes:

@aclubtour

Acervo Arquivo Nacional

Biblioteca IBGE

Biblioteca Nacional

MultiRio

Prefeitura do Rio

Publicação Anterior

Rodrigo Alfer: ‘Fala, Majeté! Sete chaves de Exu’

Próxima Publicação

Claudia Cataldi: O conceito – Casa 1604 Arquitetos