Francisco Martins: Bike Masculina – Liberdade, Estilo e Conforto para o seu dia a dia

Foto em reprodução

As cidades contemporâneas passam por significativas transformações. A incorporação da bicicleta ao espaço urbano permite a inclusão social de um maior número de pessoas aos equipamentos de lazer, saúde e educação.

Homem Moderno: saúde, moda e bicicleta

Foto em reprodução

Hoje o assunto é saúde, moda e bicicleta. Não é novidade que fazer exercícios físicos regularmente traz inúmeros benefícios à saúde. E muitos estão adotando a bicicleta como meio de transporte e, claro, como atividade física e também como moda. É isso mesmo, andar de bike está na moda e a “magrela” tem aparecido constantemente em editoriais de moda, principalmente vintage.

LONGEVIDADE NA MODA

Segundo os especialistas, muita gente busca essa alternativa de locomoção e acaba ganhando fôlego e bem-estar. Chegar ao escritório pedalando traz muito mais disposição para seu dia. Estudos têm demonstrado que ciclistas regulares em geral desfrutam da saúde de alguém cerca de 10 anos mais jovens. Algumas marcas vêm desenvolvendo peças confortáveis com adequação no uso diário com as bikes.

Foto em reprodução
Foto em reprodução

Um acessório muito importante para essa finalidade é o para-lama da bike. Procure colocar para-lamas na parte dianteira e traseira. Dessa forma, você ficará preparado(a) para os dias chuvosos, nos quais sua magrela infelizmente não irá escapar da sujeira e poças de água pelo caminho.  Com esse equipamento, você ameniza o impacto e ainda preserva suas roupas também. Importante frisar que o tipo do para-lama tem que ser de acordo com o modelo da sua bike. 

O capacete é um item indispensável para qualquer pedalada. E olha, tem para todos os gostos, viu?! Escolha o que faz mais o seu estilo – mas que seja resistente – e assim, você nunca esquecerá de usá-lo!

O QUE VESTIR? EXISTEM REGRAS? – DICAS

Foto em reprodução

Qual a sua dúvida na hora de se vestir para sair de casa para trabalhar de bicicleta? Não é apenas uma questão de estilo! Pensar no modelo, na cor e funcionalidade da roupa que será usada para a pedalada é, na verdade, a decisão correta para garantir a segurança de todos. A roupa ideal para qualquer atividade em cima da bike é aquela que proporciona conforto, evita a transpiração e não retem o calor. Existem regras simples e básicas que também devem ser seguidas como cores vivas e alegres, tecido que não amassem e evitar calça largas e sapatos sociais.

Você que trabalha com look social, há um obstáculo paletó?

Dicas: dobrar calça e camisa para levar na mochila. Sem problemas. Mas de fato, o blazer é mais complicado existe uma solução relativamente simples. Deixe sempre duas opções de blazer na empresa. Pode ser um azul-marinho e outro cinza, por exemplo, que são bastante versáteis. Aí ao longo da semana você vai revezando.

Na segunda-feira? Dê um descanso para a bicicleta; vá de carro, Uber ou metrô ao trabalho; leve dois paletós novos (como preto e chumbo, precisa ser sempre um tom versátil que combina com diferentes opções de calça e camisa); e leve de volta os outros dois para casa.

Ao fazer essa rotação semanal entre seus blazers, e trabalhando na combinação diária de calça, camisa, sapato e gravata, você sempre estará bem-vestido na empresa. Não tem como errar.

Foto em reprodução

O ideal é que sua bicicleta possua um bagageiro.

Imagina ir e voltar todos os dias com uma mochila pesada nas costas? Provavelmente, você irá desistir bem rápido de trabalhar de bike. Mas, não desanima que para tudo tem um jeitinho!

Ter um bagageiro é a solução ideal para essa questão. Adquira um modelo traseiro resistente (indicamos o traseiro pois é o que suporta mais peso) e pedale sem medo.

Foto em reprodução

Créditos

Texto: Francisco Martins @francisco46martins

Foto em reprodução da marca TOD’S

Publicação Anterior

Queda de cabelos no inverno – dicas de cuidados de saúde e beleza dos fios e tratamentos. Médicos explicam e dermatologista dá 7 dicas importantes

Próxima Publicação

Ator Guilherme Logullo conversa com a TV VILLA sobre carreira, teatro musical e a festa Galharufa