Chef Maria Siniscachi resgata receitas de família e lança Cardápio de Inverno recheado de referências italianas

Maria Siniscachi laça novo Cardápio de Inverno – Divulgação

A gastronomia está na família da Maria Siniscachi desde 1903, quando seu tataravô, recém chegado da Itália inaugurou a confeitaria italiana Guarany em São Paulo (a primeira confeitaria a fazer panetones no Natal). Seus tataravós também apresentaram a pizza aos paulistanos. Era chamada pizza rústica, feita com um tipo de massa folheada salgada e coberta de mozzarella, salame cortado em pedacinhos, ricota fresca e peperoncino. Logo depois, seguindo seus passos, o bisavô inaugurara a cantina italiana Castelões, no Brás, também em São Paulo (um dos mais antigos restaurantes da cidade, a casa continua em atividade até hoje).

Na década de 50, seu avô Emílio Siniscalchi, resolveu desbravar a cidade do Rio de Janeiro, foi a um jogo de futebol no Maracanã e ao fim da partida decidiu procurar uma pizza, mas não teve sucesso, foi aí que resolveu abrir a Cantina Sorrento, no Leme. Nesse período ele ia até a Avenida Atlântica e distribuía pedaços de pizza aos motoristas, dizendo: “Isso aqui é pizza!” Em 1963, mais uma cantina italiana surgia sob o comando de Emílio, a Tarantella, foi o único italiano da Barra da Tijuca por um bom tempo.

Em 1980, o tio da Maria, Ettore Siniscalchi, seguindo a tradição da família, abriu o pastifício Ettore, no Condado de Cascais, ativo até hoje e referência na gastronomia italiana da cidade.

Sobre a mãe da Maria, temos mais histórias de delícias e culinária italiana. FLÁVIA SINISCALCHI, foi a criadora dos emblemáticos e italianíssimos POMODORO e FATTOBENE, que conquistaram os cariocas em outros tempos, e deixam saudades nos adoradores das pastas frescas e molhos tradicionais.

Chef Maria Siniscachi - Divulgação

Em 2009, Maria se formou em gastronomia e em 2015 abriu sua primeira empresa (Zero Pure Alimentação, um delivery de refeições saudáveis). Não satisfeita, em 2018 realizou o sonho de ter seu próprio bistrô, o Casa Três que fica em uma casinha (com suítes para pernoite) super charmosa em Vargem Grande. Lá, o cardápio sazonal de gastronomia contemporânea, sempre apresenta alguma delícia em homenagem aos seus antepassados. São três charmosas suítes, para casais em busca de sossego e clima de montanha.

Cardápio de Inverno - Divulgação

Cardápio de Inverno

Mas nós estamos aqui para falar do Cardápio de Inverno. Então anota aí: No sábado, dia 2 de julho, a partir das 12h a Maria estará lançando um cardápio especial para a estação mais aconchegante do ano, com o título super sugestivo: “La vita è troppo breve per mangiare e bere male“.

Para os fãs das surpresas gastronômicas da nossa Chef, resolvemos dar um spoilerzinho cheio de conteúdo histórico (e mega afetivo).

Quem conhece, sabe que a Chef Maria Siniscalchi é neta de um ícone da gastronomia italiana no Rio de Janeiro. Pois bem, então preparem suas papilas gustativas, que lá vem delícia!!!

Nesse sábado (2/7) a partir das 12h, no lançamento do Cardápio de Inverno do Casa Três, vamos matar a saudade de um originalíssimo Papardelle, com um suculento molho de carne assada, carregado no “tempero de família”, receita da vovó Mariazinha.

Exatamente, nesse inverno a Chef caprichou da bagagem de família montou um cardápio bem italianão.

Lembrando que Mariazinha (a vovozinha linda da Maria, e cozinheira de mão cheia) foi a esposa do Emílio Siniscalchi, fundador da inesquecível Cantina Tarantella, responsável pela chegada da pizza na nossa cidade.

Então, faz logo a sua reserva e aguarda na disciplina, que esse sábado vai ser “lamber os beiços”.

Mais informações pelo telefone/whatsapp: (21) 96410-4382

Instagram: https://instagram.com/casatresbistro?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Endereço: Estrada do Sacarrão, 867 / Casa 3. Vargem Grande.

Imagens: Divulgação

#gastronomia #receita #italia #comida #italiana #cuniária #receitas #cardapio #inverno

Publicação Anterior

Resgate da memória afetiva a cada mordida

Próxima Publicação

Programa Luz Maravilha da Prefeitura do Rio chega a marca de 75% da cidade em LED