INHAC é lançado oficialmente em BH com a presença de grandes convidados

O Instituto de Hospitalidade e Artes Culinárias (INHAC), assinado pelo Chef Léo Paixão, oferecerá diversos cursos gastronômicos para jovens em situação de vulnerabilidade com o objetivo de formar novos profissionais na área

No dia 4 de julho, foi lançado oficialmente o Instituto de Hospitalidade e Artes Culinárias (INHAC), uma escola que visa fomentar a cultura gastronômica em todas as suas dimensões. A capital mineira ganhará essa novidade no início de 2023, no Centro de Referência do Queijo Artesanal, um espaço com cerca de 750m² dentro do Shopping 356, que será inaugurado.

O INHAC nasceu com a expectativa de se tornar uma escola que busca estabelecer um novo patamar de ensino gastronômico em Minas Gerais e no Brasil. “O objetivo é distribuir bolsas de estudo a jovens em situação de vulnerabilidade e formar profissionais que, além da excelência técnica, atuarão como embaixadores do território mineiro e contribuirão para a salvaguarda do nosso patrimônio imaterial, em especial, o Queijo Artesanal de Minas”, conta a diretora Sarah Rocha.

Lançamento

O evento de lançamento oficial do INHAC reuniu em um jantar diversos convidados durante o Seminário Queijo e Cultura, na Mostra Modernos e Eternos, como o antropólogo e professor italiano ganhador do Cookbook Awards, Ernesto di Renzo, o Secretário de Turismo e Cultura, Leônidas Oliveira, Simone Depud da Ouvidoria do Estado, além dos patrocinadores do projeto, organizadores e idealizadores do espaço.

Para o Secretário de Turismo e Cultura, Leônidas Oliveira, Minas Gerais possui uma cozinha extraordinária e a proposta do INHAC é de extrema importância. “Temos uma cozinha clássica, extremamente rica e diversa. No entanto, é preciso fazer essa transição e formar pessoas para agregar valor à nossa cozinha”, comentou.

Leônidas ainda destacou que a proposta de acolher jovens em vulnerabilidade significa transformar a realidade. “O projeto é completo na sua técnica, no seu nome, na sua forma e, sobretudo, no acolhimento aqueles que mais precisam”, disse.

Parceria de sucesso

O Chef Léo Paixão, que assina o projeto, também foi o responsável por apresentar a essência do INHAC aos convidados e evidenciar o trabalho que será feito pela escola. Em sua fala, ele destacou a importância de um centro que formará novos profissionais de forma completa. “O aluno precisa compreender a cozinha de verdade, como uma linguagem. […] Nós queremos formar e inspirar jovens que terão um efeito multiplicador em nosso desenvolvimento”, ressaltou.

O Instituto conta com a direção de Sarah Rocha, que também é diretora do Centro de Referência do Queijo Artesanal, com identidade visual da marca projetada pelo designer Gustavo Greco. Além disso, o espaço é assinado pelo arquiteto José Lourenço, e com a curadoria da museóloga Célia Corsino.

Centro de Referência do Queijo Artesanal

O Instituto de Hospitalidade e Artes Culinárias é uma iniciativa realizada junto ao Centro de Referência do Queijo Artesanal, um centro cultural e gastronômico inédito no País que está sendo implantado no Espaço 356, um shopping em fase final de construção na BR-356, região Centro-Sul de Belo Horizonte. O Centro irá retratar a história do queijo em diversas formas e estará ao lado do INHAC para formar novos profissionais na área.

Serviço:

A escola será inaugurada no início de 2023. Acompanhe as novidades pelo perfil oficial @inhacbrasil e também no @queijoecultura.

Publicação Anterior

Arquiteta Claudia Martins fala sobre a importância do design em seus projetos de interiores na By Design. Entrevista por Rodolfo Abreu

Próxima Publicação

MAX E IGGOR CAVALERA SE APRESENTAM NO SACADURA 154