8ª edição do Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show tem inscrições abertas a partir do dia 30 de julho

Direcionada a fotógrafos profissionais e amadores, a iniciativa busca valorizar o mercado audiovisual do país e dar visibilidade a novos talentos. Expectativa é de que sejam inscritas aproximadamente 17 mil fotos este ano

A partir do próximo dia 30 de julho estarão abertas as inscrições para a oitava edição do Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show, uma das mais importantes iniciativas do audiovisual no país. Visando inspirar novas criações artísticas e transformar experiências já tão intrínsecas ao nosso cotidiano em arte, o festival promovido pela BPS Group, está com inscrições gratuitas até o dia 4 de setembro no site www.brasiliaphotoshow.com.br.

O projeto contempla quatro categorias principais sendo elas: foto digital, celular, drone e foto analógica que é a novidade deste ano, como objetivo de resgatar as grandes fotos dos “dinossauros” da fotografia, com seus negativos e filmes que estão guardados na gaveta. O festival conta ainda com a melhor foto preto e branco, foto capa do livro e o prêmio Neo, que contempla e incentiva novos talentos menores de 18 anos. Dois estilos de fotografia que ganharam força com o isolamento social por causa da pandemia da Covid-19, foram as fotos de celular e as fotos dos animais de estimação – que é contemplada na categoria pet. Os participantes estarão ainda concorrendo as estatuetas das 22 subcategorias temáticas.

Outra novidade é a estreia da rede social do BPS, a MembersPic, onde as fotos serão postadas para a avaliação do grande público que poderão curtir, comentar e compartilhar. Nessa categoria, as que obtiverem maior engajamento no MembersPic e também uma avaliação técnica favorável serão postadas nas outras redes como o Facebook e Instagram. “Isso vai fazer com que as fotos circulem em várias redes, sendo que a do BPS é especializada, uma super novidade para o mundo da fotografia em geral”, comenta Edu Vergara, que lidera a comissão técnica composta por nomes de peso nesta área como Ricardo Polesso, Cleber Medeiros, entre outros.

No ano passado, o festival contou com nove mil participantes e 16.400 fotos enviadas – das quais 13.732 foram aprovadas pela comissão técnica e curadoria do evento, assinada pelo fotógrafo brasiliense e um dos organizadores da mostra, Edu Vergara. Destes, 2.102 foram finalistas, resultando em 400 vencedores. Em 2021, o número de visualizações das fotos nas redes sociais do festival atingiu 5,6 milhões de views.

“Acreditamos que a fotografia é para todos e não existem barreiras. Independente de limitação física, conhecimento técnico, classe social, tipo de equipamento, idade ou gênero. Esse festival abrange todos os públicos, e é uma oportunidade para explorarmos essa arte tão maravilhosa que é a fotografia”, conta Vergara.

Profissionais em ascensão, além de fotógrafos consagrados e amadores de cerca de 50 países participaram da edição passada, que puderam, inclusive, contar com recursos tecnológicos – de câmeras de celular a drones – para os registros fotográficos. No Brasil, os participantes do Distrito Federal marcaram presença em peso, com 25% do público sendo da Capital Federal. Os participantes de São Paulo aparecem em segundo lugar, com 18% das inscrições.

Como se inscrever

Na prática, é possível inscrever até duas fotos gratuitas por pessoa. A partir da terceira foto, o inscrito paga R$ 25 por imagem, com o limite de 30 fotos inscritas por indivíduo. Não há restrições quanto à idade e ao local de origem da pessoa; e tanto amadores quanto profissionais podem participar.

A credibilidade do processo de julgamento das fotos é outro critério importante para a organização do BPS. “Até o dia da premiação, a curadoria não tem informações sobre o autor do clique, tampouco sobre dados que poderiam dar pistas do local e do fotógrafo. O sigilo, portanto, garante a imparcialidade”, explica Edu Vergara, lembrando que 87% das fotos recebidas na edição passada vieram de inscrições gratuitas ou por meio de códigos promocionais. Ele conta também que os curadores não possuem qualquer informação quanto ao fato de a foto ser paga ou gratuita.

Vergara pontua também que vários aspectos fazem a fotografia “gritar” e se colocar na frente de outras. “A chave para abrir as portas do sucesso, na maioria das vezes, é a beleza. Aspectos como impacto, criatividade, fotos que não têm como ser imitadas, qualidade técnica, fundamento, a história por trás da foto e singularidades em geral, podem transformar a fotografia em uma vencedora de estatueta”, conclui o fotógrafo.

Premiação

A cerimônia de premiação, que deve ocorrer este ano de novo em formato online, está prevista para o início de dezembro, sem data definida ainda. Os vencedores serão agraciados com prêmios que somam mais de R$ 40 mil.

Até lá, devem ocorrer lives nas páginas oficiais do BPS nas redes sociais, além de exposições físicas (com as principais fotos premiadas na edição passada) no Parque da Cidade (de 30 de julho a 4 de setembro); em estações do Metrô em Brasília (de 30 de julho a 4 de setembro); na Concha Acústica (de 6 de agosto a 18 de setembro); no Metrô de São Paulo (sem data definida); uma exposição virtual em 3D com as fotos vencedoras de 2022 e o livro virtual com os 400 vencedores da edição de 2022 será lançado em dezembro.

Exposições Virtuais

Quem está fora do eixo Brasília-São Paulo também pode prestigiar as obras dos 400 vencedores de todas as edições sem sair de casa, na super plataforma de exposições virtuais 3D, BPS Grand Gallery, no site https://bpsgrandgallery.com/. A plataforma da exposição permite que o visitante caminhe pelos corredores virtuais e aprecie detalhes dos registros. “A mostra de cada fotógrafo pode, inclusive, ser usada como portfólio de trabalho. É uma oportunidade de exibirem seus talentos para quem está em qualquer lugar do planeta”, destaca Rodrigo Nimer, Diretor executivo do Bps Group.

INSCRIÇÕES PARA FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOTOGRAFIA BPS

Data: De 30 de julho a 4 de setembro de 2022

Local: www.brasiliaphotoshow.com.br

Quanto: fotógrafos que inscreverem até 2 (duas) fotos são isentos do pagamento da inscrição. A partir da terceira foto inscrita, há cobrança de R$ 25 por imagem.

Opinião pública e curadoria técnica: até 30 de setembro

Evento de premiação: Dezembro de 2022

Publicação Anterior

Grupo Gattu, vencedor do Prêmio Arcanjo de Cultura comemora seus 22 anos e inicia uma nova tetralogia com: VERÃO

Próxima Publicação

SEXTOU PAQUETÁ! Campanha do Polo Paquetá Cultura e Turismo prevê programação especial e descontos na ilha nas sextas-feiras de agosto