Ígor Lopes: Embaixador brasileiro em Portugal recebe Casa do Brasil – Terras de Cabral

O embaixador do Brasil em Portugal, Raimundo Carreiro, recebeu uma delegação da Casa do Brasil – Terras de Cabral, para conhecer o trabalho desta entidade que atua “em prol da crescente comunidade brasileira e luso-brasileira na região da Beira Interior”.

O presidente desta Associação luso-brasileira, João Morgado, falou sobre a “mudança de perfil do migrante que procura o interior de Portugal” e dos muitos brasileiros que chegam com poder económico e cultural “para investir e ajudar a desenvolver um território carente de pessoas e de energia inovadora”.

João Morgado, que esteve acompanhado de Ígor Lopes, jornalista e diretor de Relações Internacionais da Casa do Brasil, e de Natália Oliveira, advogada, defendeu que a região “não faz um favor em acolher imigrantes brasileiros, pelo contrário, precisa deles!”.

Por este motivo, a Casa do Brasil – Terras do Cabral solicitou da diplomacia brasileira “abertura e atenção às questões críticas que vão sendo identificadas e que, por vezes, merecem uma intervenção oficial”.

Por seu turno, o embaixador do Brasil em Lisboa foi claro em sublinhar “que as portas da embaixada estão abertas para uma colaboração ativa”.

Raimundo Carreiro mostrou ainda interesse em acompanhar pessoalmente a atividade da Casa do Brasil e ser parte das “soluções necessárias”.

A Casa do Brasil – Terras de Cabral conta com um posto de atendimento na Covilhã, nas instalações do Balcão do Migrante da Associação de Socorros Mútuos Mutualista Covilhanense.

Integram esta entidade luso-brasileira portugueses e brasileiros. São prestados auxílio documental, jurídico e dá orientações aos imigrantes que chegam a esta zona do país.

Dados recentes do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal (SEF) apontam que a comunidade brasileira é hoje a maior comunidade estrangeira em Portugal, com mais de 200 mil residentes, sendo este o valor mais elevado desde 2012. Atualmente, existem cerca de 700 mil cidadãos estrangeiros, de várias nacionalidades, titulares de autorização de residência em território luso.

Nos meses de setembro e outubro, a Casa do Brasil estuda realizar ações pontuais, interrompidas durante o momento mais crítico da pandemia de Covid-19.

A Casa do Brasil – Terras do Brasil pode ser encontrada nas redes sociais através de: @casadobrasil.terrasdecabral

Publicação Anterior

André Conrado: Portugal – Verão 2022 – Sintra – Parte 2

Próxima Publicação

O Eranos Círculo de Arte faz as últimas apresentações do espetáculo Caixa Ninho no Rio de Janeiro neste fim de semana