A pureza da sensualidade traduz o trabalho de Arlinda Mestre. No decorrer de uma brilhante trajetória internacional conheceu a fundo todos os segredos da linguagem fotográfica, logrando imprimir em cada caso, o selo de uma personalidade artística influenciada pela sua admiração pelo cinema. A sua criatividade tem muito a ver com um temperamento apaixonado, dando liberdade ao seu instinto expressivo. 

A sua obra é totalmente pensada. Antes do primeiro disparo de sua máquina, estuda a mensagem que quer transmitir. Para Arlinda, a construção de uma foto exige uma grande reflexão de cenário, luz e enquadramento. Ressalta, ainda, que é necessário se identificar o propósito da concepção e se entregar de corpo e alma à arte. Por essa razão prefere trabalhar sem assistentes, ocupando-se, pessoalmente, de todos os detalhes. Desta maneira, acredita ser mais fácil se lograr o resultado desejado.

Em seus numerosos livros de arte, Arlinda se manifesta como um cristal poliédrico de muitas faces, no qual a beleza está presente em  um sentido inato de estética que se destaca, com especial encanto, desde as composições mais simples e sóbrias à sua fascinação pelo espetacular e pelo sofisticado. 

Vale desatacar uma revista desenvolvida por Arlinda sobre cultura (AM Magazine), na qual compreendemos com significado especial a sua trajetória artística. É o início de uma nova etapa na qual Arlinda Mestre se reinventa como artista e como mulher; resultado de uma introspecção unida à sua inquietude constante, em explorar novos meios e modos de expressão. Ao mesmo tempo, a sensualidade e o drama consubstancial do ser humano iniciou um caminho sem retorno, de procura do essencial, de pureza, num sentido quase místico. 

Arlinda Mestre presenteia o mundo, neste momento tão apaixonante de sua vida e sua arte, onde seus conteúdos englobam: retrato e nus artísticos, moda, publicidade, fotojornalismo, reportagem étnica da fauna e natureza selvagem e arquitetura. Nesta nova corrente criativa, os seus modelos são fotografados com sensibilidade, realismo e autenticidade. Arlinda Mestre expressa um conceito diferente, que impulsa e impregna o melhor da sua obra, marcada pela intensidade e magia de uma nova expressão. 

COLUNAS RELACIONADAS

Murilo Grilo e a pergunta: Closet ou guarda-roupa?

Já pensou em fazer um closet várias vezes, mas ficou em dúvida? Módulo Closet 2 Cabideiros 4 Gavetas TW406 Dalla Costa Freijó/Preto Fosco / https://www.madeiramadeira.com.br/ Pegando o gancho da pauta que abordamos o guarda-roupa cápsula,…

Arábia Saudita: a cidade das rosas que floresce no meio do deserto

A cada primavera, as rosas florescem na cidade de Taif, no oeste da Arábia Saudita, pontilhando a vasta paisagem desértica deste país do Golfo com cores perfumadas. Este ano, a colheita da rosa coincidiu com…

Fenômeno natural: conheça a surreal paisagem da Praia Vermelha, na China

Getty Images No território de dimensão continental da China, não faltam destinos surreais capazes de surpreender qualquer turista, como a famosa Grande Muralha que corta o país ou a parte moderna da cidade de Xangai,…

Domingos Antunes: Evento on-line marca o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios – “Alma Mater- A voz do património por trás das máscaras – Passados complexos: Futuros diversos” Em comemoração pelo dia Internacional dos Monumentos e Sítios, o projeto Património SCENA…

Um comentário

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado.